Eles Eram Muitos Cavalos, de Luiz Ruffato: a metáfora de uma metrópole em ruínas

Carolina Barbosa Lima e Santos

Resumo


Propõe-se neste trabalho o desenvolvimento de uma análise literária sobre a coletânea narrativa Eles eram muitos cavalos, de Luiz Ruffato. Tomamos como ponto de partida desta reflexão a compreensão desta obra como uma representação metafórica do imaginário de uma sociedade metropolitana brasileira. Debruçamo-nos, então, na interpretação dos recursos estéticos que o autor se vale para promover suas críticas em torno das problemáticas sociais que permeiam este cenário. Procuramos analisar também as formas pelas quais importantes tradições literárias são evocadas e reinventadas ao longo da obra. Vale notar que as propostas de leitura deste trabalho são alinhavadas por teorias de estudiosos como Luiz Costa Lima, Jaime Ginzburg, Márcio Seligmann-Silva, Maria Adélia Menegazzo, dentre outros.

 


Palavras-chave


Literatura Brasileira; Literatura Contemporânea; Tradição Literária; Luiz Ruffato; Metáfora.

Texto completo:

PDF

Referências


FERREIRA, José Mendes. Org. Antologia do futurismo italiano – manifestos e poemas. Lisboa: Vega, 1979.

GINZBURG, Jaime. O narrador na literatura brasileira contemporânea. In.: Tintas. Quaderni di letterature iberiche e iberoamericane, 2 (2012), pp. 199-221.

KLINGER, Diana Irene. Escritas de si, escritas do outro. Rio de Janeiro: 7letras, 2007.

LIMA, Luiz Costa. Metáfora: do ornato ao transtorno. In:_______. A aguarrás do tempo. Rio de Janeiro: Rocco, 1989. P.123-186.

MARINETTI, Filippo Tommaso. Manifesto técnico da literatura futurista. In: TELES, Gilberto Mendonça. Vanguarda Européia e Modernismo brasileiro. Rio de Janeiro: Vozes, 1977.

_______. In: FERREIRA, José Mendes. Org. Antologia do futurismo italiano – manifestos e poemas. Lisboa: Vega, 1979.

MEIRELES, Cecília. Romanceiro da Inconfidência. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1989.

MENEGAZZO, Maria Adélia. A poética do recorte. Campo Grande: Editora UFMS, 2004.

RUFFATO, Luiz. Leia a íntegra do discurso de Luiz Ruffato na abertura da Feira do Livro de Frankfurt. Disponível: http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,leia-a-integra-do-discurso-de-luiz-ruffato-na-abertura-da-feira-do-livro-de-frankfurt,1083463

Acessado em: 15/02/2017.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. O local da diferença. Ensaios sobre memória, arte, literatura e tradução. São Paulo: Ed.34, 2005.

RUFFATO, Luiz. Eles Eram Muitos Cavalos.São Paulo: Boitempo Editorial, 2006.

TELES, Gilberto Mendonça. Vanguarda Européia e Modernismo brasileiro. Rio de Janeiro: Vozes, 1977.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS



ISSN 2179-4456

contador de acesso