Wilson Bueno e a ressemantização ficcional em A Copista de Kafka

Eliza da Silva Martins Peron

Resumo


No presente artigo pretendemos analisar o romance A copista de Kafka (2007), de Wilson Bueno, à luz das tendências da ficção contemporânea e dos recursos aos quais o autor recorre para a ressemantização ficcional de elementos da tradição literária, seja para simular a elaboração estética de Kafka, seja para plasmar o próprio mundo fragmentado e cambiante da escrita, em uma narrativa heterogênea – onde não há fidelidade a um gênero definido. Pretendemos verificar, a partir do recorte de alguns aspectos comuns ao fazer literário contemporâneo, quais particularidades se tangenciam e constituem importância para o estudo da produção do escritor Wilson Bueno, quais sejam: a fragmentação, a intertextualidade, o hibridismo, a metaficção historiográfica e a perda da identidade. Para tanto, utilizaremos como aporte teórico algumas proposições que explicitam os recursos literários mais utilizados nas narrativas contemporâneas, especialmente as abordagens de Barbieri (2003) e Hutcheon (1991), observando os preceitos discutidos pelas mesmas sobre os recursos acima elencados. Ainda para nos respaldar, aproveitaremos também as contribuições produzidas pela crítica folhetinesca. Como objeto de análise e comparação, utilizaremos além do romance de Bueno, duas obras de Kafka: Cartas ao Pai (1995) e A Metamorfose (1997).

 


Palavras-chave


Ficção brasileira contemporânea; Recursos Literários; Comparação.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARANTE, Dirce Waltrick do. A primeira idade de Wilson Bueno. Disponível: http://www.cronopios.com.br/site/artigos.asp?id=3882. Acessado em 21/03/2009.

AMÂNCIO, Moacir. Wilson Bueno, caminhos entre o céu e o inferno - 2007. Disponível: www.germinaliteratura.com.br/coluna_moaciramancio14.htm. Acessado em 22/05/2007.

BARBIERI, Therezinha. A ficção impura: prosa brasileira dos anos 70, 80 e 90. Rio de Janeiro EDUERJ, 2003.

BUENO, Wilson. A copista de Kafka. São Paulo: Planeta do Brasil, 2007.

_______. Amar-te a ti nem sei se com Carícias. São Paulo: Planeta do Brasil, 2004.

_______.Fonteiras: nos entrecéus da linguagem. 2008. Disponível: http://www.goethe.de/wis/bib/prj/hmb/the/das/pt3286146.htm. Acessado em 02/10/ 2014.

CARONE, Modesto. Lição de Kafka. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

_______. In: KAFKA, Franz. Carta ao Pai. Trad. e posfácio Modesto Carone. São Paulo: Brasiliense, 1986.

DANIEL, Cláudio. Uma conversa com Wilson Bueno. Disponível: http://cronopios.com.br/site/artigos.asp?id=4594. Acessado em 10/01/2015.

HUTCHEON, Linda. Poética do Pós Modernismo: história, teoria, ficção. Trad. Ricardo Cruz. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

KAFKA, Franz. A Metamorfose. Trad. e posfácio Modesto Carone. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

_______. Carta ao Pai. Trad. e posfácio Modesto Carone. São Paulo: Brasiliense, 1986.

LIMA, Luiz Costa. História. Ficção. Literatura. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

LIMA, Manoel Ricardo de. Um Bolero em Curitiba – 2007. Entrevista com Wilson Bueno. Disponível: http://www.germinaliteratura.com.br/pcruzadas_wilsonbueno_jun2007.htm. Acessado em 29/01/2014.

LIMA, Manoel Ricardo de. A copista de Wilson Bueno – 2007. Disponível: http://www.germinaliteratura.com.br/livros a copista por mrlima.htm. Acessado em 10/12/2014.

PINTO, Manual da Costa. Literatura brasileira hoje. Livro Digital. São Paulo: PubliFolha, 2004. Disponível: http://docslide.com.br/documents/manuel-da-costa-pinto-literatura-brasileira-hoje-5595466d87e9f.html. Acessado em 08/10/2016.

SANTOS, Marcio Renato. O legado tropicalista de Wilson Bueno. Disponível: http://minda-au.blogspot.com.br/2011_05_01_archive.html. Acessado em: 10/10/2016.

SANTOS, Rosana Cristina Zanellato. Diários e contos do absurdo. Disponível em: http://www.germinaliteratura.com.br/2011/literatura_mar11_rosanasantos.htm. Acessado em: 13/02/2017.

SOUZA, Marco Aurélio de. A eternidade de Wilson Bueno. Disponível: http://lounge.obviousmag.org/hyperlink/2014/08/a-eternidade-de-wilson-bueno.html. Acessado em: 30/01/2017.

SCHNAIDERMAN, Boris. In: BUENO, Wilson. A copista de Kafka. São Paulo: Planeta do Brasil, 2007.

SOLDA, Luiz Antonio. A copista de Kafka. Disponível: http://cartunistasolda.com.br/page/3331/. Acessado em: 10/10/2016.




Direitos autorais 2017 REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS



ISSN 2179-4456

contador de acesso