A Desigualdade Racial do Brasil: o racismo estrutural e o determinismo social

Adriel Seródio de Oliveira, Acelino Rodrigues de Carvalho

Resumo


O mito da democracia racial além de ser uma grande falácia social, acabou por expor a realidade velada e sutil da desigualdade no Brasil: o racismo estrutural. Este trata-se de processo político e histórico extremamente singular e específico da nação; tendo o Estado como seu principal grande arquiteto. O qual sempre desenvolveu um mecanismo gigantesco – o qual também promove um embate diário no âmbito jurídico – de estratificação social intergeracional da população negra.

Palavras-Chave: Desigualdade racial; Racismo estrutural; Negros e negras


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN - 2318-7034

Curso de Direito da UEMS - Unidade Universitária de Dourados

Núcleo de Estudos e Pesquisas em Direito, Estado, Constituição e Direitos Fundamentais e Humanos - UEMS