O USO MILITAR DE DRONES FRENTE AO DIREITO INTERNACIONAL HUMANITÁRIO

Ana Luisa Mendes Sousa, Victor Ribeiro Cury, Eliotério Fachin Dias

Resumo


RESUMO: O presente trabalho abordará a questão do emprego de drones com
potencial destrutivo em atividades bélicas e o possível risco à integridade física das pessoas titulares do Direito Internacional Humanitário, trazendo, igualmente, a discussão da provável imprescindibilidade da normatização de tais equipamentos quando do uso em esforços militares, em proldos princípios que sustentam o referido ramo do Direito e que podem legitimar uma regulamentação cabível.
PALAVRAS-CHAVE: Convenções de Genebra; Direito Internacional Humanitário; drones, princípios.

Texto completo:

PDF

Referências


Comitê Internacional da Cruz Vermelha. O que é o direito internacional humanitário? Disponível em: https://www.icrc.org/por/resources/documents/misc/5tndf7.htm Acesso em 09 jul.2018.

European Aviation Safety Agency. Introduction of a regulatory framework for the operation of drones. July 31, 2015.

LOPES, Lucas Macedo. Do recreativo ao suicida: Os Drones frente ao Direito Internacional Humanitário. Disponível em:https://pgderolle.wordpress.com/2015/01/06/do-recreativo-ao-suicida-os-dronesfrente-ao-direito-internacional-humanitario/ Acesso em 09 jul.2018.

MENDES, Ana Sofia Carvalheira. Drones: Uma ameaça ao Direito Internacional Humanitário? Lisboa, 2016.

SANTOS, Ana Margarida Alípio dos. O Direito Internacional Humanitário face às novas realidades do conceito de guerra. Lisboa: CEDIS Working Papers, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN - 2318-7034

Curso de Direito da UEMS - Unidade Universitária de Dourados

Núcleo de Estudos e Pesquisas em Direito, Estado, Constituição e Direitos Fundamentais e Humanos - UEMS