PRODUÇÃO DE MUDAS DE MARACUJÁ AMARELO COM DIFERENTES MATERIAIS REFLETORES SOBRE BANCADA

Authors

  • Tiago Vilela Santos Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade de Cassilândia
  • Thamíris Campaneli Lopes Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade de Cassilândia
  • Abimael Gomes Silva Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade de Cassilândia http://orcid.org/0000-0001-7146-9226
  • Rita de Cássia Mariano de Paula Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade de Cassilândia
  • Edilson Costa Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade de Cassilândia
  • Flávio Ferreira da Silva Binotti Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade de Cassilândia

DOI:

https://doi.org/10.32404/rean.v4i4.1781

Abstract

O maracujá amarelo (Passiflora edulis Sims. f. flavicarpa Deg) é uma das espécies frutíferas mais cultivadas no Brasil, mais vigorosa e mais adaptada aos dias quentes. Objetivou-se avaliar a utilização de diferentes materiais refletores em bancadas de cultivo, visando melhor aproveitamento da luz no interior do ambiente protegido, para obtenção de mudas de maracujazeiro vigorosas e de elevada qualidade. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com 5 tratamentos e 6 repetições. Foram testados os seguintes tratamentos: T1: testemunha (bancada metálica de cor cinza, sem material refletor); T2: bancada metálica coberta com papel alumínio; T3: bancada metálica coberta com tecido “falso paetê”; T4: bancada metálica coberta com espelho; T5: bancada metálica coberta com bandeja de papel laminada. Foram avaliados o índice de velocidade de emergência, altura média de plantas, número de folhas, teor de clorofila na folha, matéria seca da parte aérea, matéria seca da raiz, matéria seca total, taxa de crescimento relativo e taxa de crescimento absoluto. Dentre as radiações refletidas pelos materiais de cobertura da bancada, o espelho apresentou a maior média. Mudas produzidas sobre o espelho apresentaram maior taxa de crescimento, matéria seca da parte aérea quando comparadas com as produzidas sobre o tecido. No final das avaliações foi observado maior acúmulo de clorofila nas mudas que utilizaram o espelho como material refletor. O uso do tecido como material refletor não é recomendado.

References

(1) BARROS, C. M. B.; MÜLLER, M. M. L.; BOTELHO, R. V.; MICHALOVICZ, L.; VICENSI, M.; NASCIMENTO, R. Substratos com compostos de adubos verdes e biofertilizante via foliar na formação de mudas de maracujazeiro-amarelo. Semina: Ciências Agrárias, Londrina-PR, v. 34, n. 6, p. 2575-2588, 2013.

(2) BENINCASA, M. M. P. Análise de crescimento de plantas: noções básicas. Jaboticabal-SP: FUNEP, 1988. 42 p.

(3) CONFORTO, E. C.; BITTENCOURT JÚNIOR, N. S.; SCALOPPI JÚNIOR, E. J.; MORENO, R. M. Comparação entre folhas sombreadas de sete clones adultos de seringueira. Revista Ceres, Viçosa, MG, v. 58, n. 1, p. 29-34, 2011.

(4) COSTA, E.; LEAL, P. A. M.; SANTOS, L. C. R.; VIEIRA, L. C. R. Ambientes de cultivo, recipientes e substratos na produção de biomassa foliar e radicular em mudas de maracujazeiro amarelo em Aquidauana - MS. Ciência e Agrotecnologia, Lavras-MG, v. 34, n. 2, p. 461-467, 2010b.

(5) COSTA, E.; LEAL, P. A. M.; SASSAQUI, A. R.; GOMES, V. A. Doses de composto orgânico comercial na composição de substratos para a produção de mudas de maracujazeiro em diferentes tipos de cultivo protegido. Engenharia Agrícola, Jaboticabal-SP, v. 30, n. 5, p. 776-787, 2010a.

(6) COSTA, E.; RODRIGUES, E. T.; ALVES, V. B.; SANTOS, L. C. R.; VIEIRA, L. C. R. Efeitos da ambiência, recipientes e substratos no desenvolvimento de mudas de maracujazeiro-amarelo em Aquidauana-MS. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal-SP, v. 31, n. 1, p. 236-244, 2009.

(7) COSTA, E.; SANTOS, L. C. R.; CARVALHO, C.; LEAL, P. A. M.; GOMES, V. A. Volumes de substratos comerciais, solo e composto orgânico afetando a formação de mudas de maracujazeiro-amarelo em diferentes ambientes de cultivo. Revista Ceres, Viçosa-MG, v. 58, n. 2, p. 216-222, 2011.

(8) COSTA, G. F.; MARENCO, R. A. Fotossíntese, condutância estomática e potencial hídrico foliar em árvores jovens de andiroba (Carapa guianensis). Acta Amazônica, Manaus-AM, v. 37, n.2, p. 229-234, 2007.

(9) DIAS, T. J.; CAVALCANTE, L. F.; PEREIRA, W. E.; FREIRE, J. L. O.; SOUTO, A. G. L. Irrigação com água salina em solo com biofertilizante bovino no crescimento do maracujazeiro amarelo. Semina: Ciências Agrárias, Londrina-PR, v. 34, n. 4, p. 1639-1652, 2013.

(10) FERREIRA, D. F. SISVAR - Sistema de análise de variância. Versão 5.3. Lavras-MG: UFLA, 2010.

(11) FEY, R.; ZOZ, T.; STEINER, F.; CASTAGNARA, D. D.; FERREIRA, G. Crescimento inicial de mudas de maracujazeiro amarelo em função de doses crescentes de superfosfato simples. Agrária: Revista Brasileira de Ciências Agrárias. Recife-PE, v.5, n.3, p.347-353, 2010.

(12) IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Produção Agrícola Municipal. Rio de Janeiro-RJ: IBGE, 2013.

(13) MAGUIRE, J. D. Speed of germination aid in selection and evaluation of seedling emergence and vigor. Crop Science, Madison-USA, v. 2, n. 2, p. 176-177, 1962.

(14) MARCOS FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. Piracicaba-SP: FEALQ, 2015. 655 p.

(15) MELETTI, L. M. M. Avanços na cultura do maracujá no Brasil. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal-SP, v. 33, n.espec., p. 83-91, 2011.

(16) MENDONCA, V.; RAMOS, J. D.; RUFINI, J. C. M.; PIO, R.; CARRIJO, E. P.; GONTIJO, T. C. A. Diferentes substratos e ambientes na formação de mudas de maracujazeiro-amarelo. Revista Científica Rural, Bagé-RS, v. 10, n. 2, p. 10-15, 2005.

(17) MORGADO, M. A. D.; FIALHO, G. S.; BRUCKNER, C. H.; MELO, L. A. Non-destructive estimation of chlorophyll content in yellow passion fruit leaves. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, Viçosa-MG, v. 1, n. 1, p. 74-78, 2011.

(18) PRADO, R. M.; VALE, D. V.; ROMUALDO, L. M. Fósforo na nutrição e produção de mudas de maracujazeiro. Acta Scientiarum Agronomy, Maringá-PR, v. 27, n. 3, p. 493-498, 2005.

(19) PORTO, J. S.; AMORIM, Y. F.; REBOUÇAS, T. N. H.; LEMOS, O. L.; LUZ, J. M. Q.; COSTA, R. Q. Índice SPAD e crescimento do tomateiro em função de diferentes fontes e doses de nitrogênio. Scientia Plena, Aracaju-SE, v. 10, n. 11, p. 1-8, 2014.

Published

21/03/2018

How to Cite

Santos, T. V., Lopes, T. C., Silva, A. G., de Paula, R. de C. M., Costa, E., & Binotti, F. F. da S. (2018). PRODUÇÃO DE MUDAS DE MARACUJÁ AMARELO COM DIFERENTES MATERIAIS REFLETORES SOBRE BANCADA. REVISTA DE AGRICULTURA NEOTROPICAL, 4(4), 26–32. https://doi.org/10.32404/rean.v4i4.1781

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 > >>