EMERGÊNCIA DO BARUZEIRO SOB AMBIENTES PROTEGIDOS E SUBSTRATOS

Letícia Carolina de Oliveira, Edilson Costa, Anair Diniz de Oliveira, Marçal Henrique Amici Jorge

Resumo


O baruzeiro (Dipteryx alata Vog.), espécie arbórea de distribuição irregular na paisagem do Cerrado, apresenta diversos usos, tanto a planta como os frutos. O trabalho teve como objetivo a avaliação de ambientes protegidos e substratos na emergência de plântulas de Baru, na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Aquidauana-MS. Foram utilizados dois ambientes protegidos: estufa agrícola com tela termo-refletora sob o filme de polietileno e telado agrícola de tela preta (Sombrite®). Foram utilizados 15 diferentes substratos das misturas de esterco bovino, húmus, ramas de mandioca e vermiculita. Cada ambiente foi considerado um experimento onde foi adotado o delineamento inteiramente casualizado e posteriormente foi realizada a análise conjunta dos mesmos. Substratos com menor porcentagem de matéria orgânica são mais favoráveis à emergência do baruzeiro. Maiores quantidades de vermiculita e ramas de mandioca, componentes físicos e materiais inertes, são mais importantes nos processos de emergência do baruzeiro. Os ambientes de cultivo não influenciaram a emergência do baruzeiro.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32404/rean.v1i1.218

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 JOURNAL OF NEOTROPICAL AGRICULTURE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.