PROPRIEDADES FÍSICAS DE SEMENTES DE BARU EM FUNÇÃO DA SECAGEM

Visualizações: 696

Authors

  • Letícia Carolina Oliveira
  • Edilson Costa UEMS - Unidade Universitária de Cassilândia
  • Eliana Duarte Cardoso UEMS - Unidade Universitária de Cassilândia
  • Flávio Ferreira da Silva Binotti UEMS - Unidade Universitária de Cassilândia
  • Marçal Henrique Amici Jorge Embrapa Hortaliças, Brasilia-DF.

DOI:

https://doi.org/10.32404/rean.v1i1.223

Abstract

O conhecimento das propriedades físicas das sementes são informações que auxiliam o dimensionamento de máquinas de pré-processamento, processamento e classificação das mesmas. O experimento teve o objetivo de efetuar a caracterização das propriedades físicas de sementes de Baru (Dipteryx alata. Vog.), provenientes da região de Sidrolândia-MS. Foram avaliados 4 tratamentos: T1 = sementes não secadas; T2 = sementes secadas em estufa de circulação forçada de ar por 48 horas à 40 °C; T3 =  sementes secadas em estufa de circulação forçada de ar por 96 horas a 40 °C e T4 = sementes secadas em estufa de circulação forçada de ar por 24 horas a 105°C (considerada desidratada), com 5 repetições. Foram avaliadas a massa específica aparente, esfericidade, circularidade, porosidade e massa específica real. A massa específica aparente diminuiu com a secagem. Massa de sementes in natura apresentou maior porosidade.

Published

2015-07-12

How to Cite

Oliveira, L. C., Costa, E., Cardoso, E. D., Binotti, F. F. da S., & Jorge, M. H. . A. (2015). PROPRIEDADES FÍSICAS DE SEMENTES DE BARU EM FUNÇÃO DA SECAGEM. REVISTA DE AGRICULTURA NEOTROPICAL, 1(1), 92–96. https://doi.org/10.32404/rean.v1i1.223

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 4 > >>