PRODUÇÃO E QUALIDADE DE INFLORESCÊNCIAS DE COUVE-FLOR EM FUNÇÃO DA DENSIDADE DE PLANTIO

Nozimary Carneiro Ferreira, Alexsander Seleguini, Shizuo Seno, Max José de Araújo Faria Júnior

Resumo


A couve-flor é uma das hortaliças mais plantadas em todo o Brasil, sendo uma cultura bastante rentável. A utilização de plantios mais adensados pode incrementar a produtividade da cultura e aumentar o retorno financeiro aos produtores. Assim este trabalho objetivou verificar o efeito da combinação de diferentes espaçamentos entre linhas e entre plantas sobre a produtividade e a qualidade de inflorescências de couve-flor ‘Piracicaba Precoce’. Utilizou-se delineamento experimental em blocos casualizados e os tratamentos consistiram na combinação de três distancias entre linhas (70, 80 e 90 cm) com três distancias entre plantas na linha (50, 60 e 70 cm), e quatro repetições. Foi avaliada a produtividade total e por classes de tamanho das inflorescências, bem como a qualidade por meio da verificação da massa das inflorescências. O adensamento na linha de plantio não alterou a qualidade das cabeças produzidas, entretanto o adensamento entre plantas reduziu o tamanho das inflorescências. O espaçamento 70 x 50 cm, totalizando 28.571 plantas hectare, por apresentar maior produtividade, e superior a 14,0 t ha-1, e ainda por não comprometer o tamanho das inflorescências pode ser o recomendado para a produção de couve-flor “Piracicaba Precoce” na região.


Texto completo:

PDF

Referências


(1) COSTA, N. D.; RESENDE, G. M. de; DIAS, R de C. S. Avaliação de cultivares de cebola em Petrolina-PE. Horticultura Brasileira, Vitória da Conquista-BA, v. 18, n. 1, p. 57, 2000.

(2) FILGUEIRA, F. A. R. Novo manual de olericultura: agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. 3. ed. Viçosa-MG: Ed. UFV, 2007. 421 p.

(3) INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA. Estatística de Produção da Agropecuária Paulista. 2013. Disponível em: . Acesso em: 03 out. 2013.

(4) MAY, A.; TIVELLI, S. W.; VARGAS, P.F.; SAMRA, A. G.; SACCONI, L. V.; PINHEIRO, M. Q. A cultura da couve-flor. Campinas-SP: Instituto Agronômico de Campinas, 2007 n. 200, 36 p. Disponível em: . Acesso em: 03 out. 2013. (Boletim Técnico IAC)

(5) MORAIS JÚNIOR, O. P.; CARDOSO, A. F.; LEÃO E. F.; PEIXOTO, N. Desempenho de cultivares de couve-flor de verão em Ipameri. Ciência Rural, Santa Maria-RS, v. 42, n. 11, p. 1923-1928, nov. 2012.

(6) PATIL, J.D.; RANPISE, S.A.; JADHAV. S.B. Effect of spacing and of seed on yield of different cultivars of cauliflower. Madras Agricultural Journal, Coimbratore-Índia, v.82, n.11, p.613-614, 1995.

(7) PÔRTO, D. R. Q.; CECÍLIO FILHO, A. B.; REZENDE, B. L. A.; BARROS JUNIOR, A. P.; SILVA, G. S. da. Densidade populacional e época de plantio no crescimento e produtividade da couve-flor cv. Verona 284. Revista Caatinga, Mossoró-RN, v. 25, n. 2, p. 92-98, set. 2012.

(8) PURQUERIO, L. F. V. ; MELO, P. C. T. . Hortaliças pequenas e saborosas. Horticultura Brasileira, Vitória da Conquista-BA, v. 29, n.1, p. 1-1, 2011.

(9) SINGH, R.V., NAIK, L. B. Response of cauliflower (CV. Early Kunwari) to plant density, nitrogen and phosphorus levels. Progressive Horticulture, Indian, v.22, n.1-4, p.160-163, 1993.

(10) ZONTA, E. P.; MACHADO, A. A. SANEST - Sistema de Análise Estatística para Microcomputadores. Pelotas-RS: Universidade Federal de Pelotas, 1984. 75 p.




DOI: https://doi.org/10.32404/rean.v1i2.241

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista de Agricultura Neotropical

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.