ADUBAÇÃO POTÁSSICA NA PRODUÇÃO DE DUAS CULTIVARES DE MELOEIRO

Authors

  • Diógenes Martins Bardiviesso Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Wilson Itamar Maruyama Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Luis Eduardo Pessato
  • Ana Carolina Bueno Pereira
  • Joyce Helena Modesto Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

DOI:

https://doi.org/10.32404/rean.v2i1.244

Abstract

As recomendações de adubação potássica para a cultura do meloeiro variam de região para região, sendo essas recomendações influenciadas principalmente pelas condições de clima, solo, e condições de cultivo. Portanto, o objetivo foi avaliar doses de potássio sobre a produtividade e a qualidade dos frutos de duas cultivares de meloeiro produzidas em céu aberto no município de Cassilândia-MS. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com quatro repetições, em esquema fatorial 2x5 (cultivares x doses de potássio), utilizando-se duas cultivares, o híbrido Amarelo Giorgio (Cucumis melo var. inodorus), e o híbrido Cantaloupe Rafael (Cucumis melo var. cantalupensis) e cinco doses de potássio (0, 60, 120, 180 e 240 kg ha-1 de K2O) aplicadas no plantio e em cobertura na forma de grânulos. Foram avaliadas as seguintes variáveis: produtividade, massa, comprimento e diâmetro médio dos frutos, espessura da casca, ºBrix e pH da polpa, e porcentagem de frutos comerciais. A dose de potássio estimada que proporcionou a maior produtividade do meloeiro foi de 136,75 kg de K2O ha-1. Dentre as cultivares estudadas em cultivo a céu aberto no município de Cassilândia-MS, o híbrido Amarelo Giorgio produziu frutos que atendem os padrões de comercialização em níveis adequados.

References

(1) ALVARENGA, M. A. R.; RESENDE, G. M. Cultura do melão. Lavras-MG: Editora UFLA, 2002. 154 p.

(2) BRANDÃO FILHO, J. U. T.; VASCONCELLOS, M. A. S. A cultura do meloeiro. In: GOTO, R.; TIVELLI, S.W. (Eds). Produção de hortaliças em ambiente protegido: condições subtropicais. São Paulo-SP: Fundação Editora da UNESP, 1998. p.161-193.

(3) CÂMARA, M. J. T.; NEGREIROS, M. Z.; MEDEIROS, F. F.; NETO, F. B.; BARROS JÚNIOR, A. P. Produção e qualidade de melão amarelo influenciado por cobertura de solo e lâminas de irrigação. Ciência Rural, Santa Maria-RS, v. 37, n. 1, p. 58-63, 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/cr/v37n1/a10v37n1>. Acesso em: 18 de jan. 2015.

(4) EMBRAPA. EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Sistema Brasileiro de classificação de solos. Rio de Janeiro-RJ: EMBRAPA, 2006. 306 p.

(5) FELTRIN SEMENTES. Feltrin sementes. Disponível em: <http://www.sementesfeltrin.com.br>. Acesso em: 20 de fev. 2015.

(6) FILGUEIRA, F. A. R. Novo manual de Olericultura: agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. 3 ed. Viçosa-MG: UFV, 2013. 412p.

(7) MEUGER, E. J. Potássio. In: FERNANDES, M. S. Nutrição mineral de plantas. Viçosa-MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2006. p. 215-252.

(8) NETO, C. P. C.; GHEYI, H. R.; MEDEIROS, J. F.; DIAS, N. S.; CAMPOS, M. S. Produtividade e qualidade de melão sob manejo com água de salinidade crescente. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia-GO, v. 43, n. 4, p. 354-362, 2013. Disponível em: . Acesso em: 18 de jan. 2015.

(9) NETTO, A. G.; GAYET, J. P.; BLEINROTH, E. W.; MATALLO, M.; GARCIA, E. E. C.; GARCIA, A. E.; ARDITO, E. F. G.; BORDIN, M. R. Melão para exportação: procedimentos de colheita e pós-colheita. Brasília-DF: EMBRAPA-SPI, 1994. 37 p.

(10) PEREIRA, F. H. F.; PUIATTI, M.; FINGER, F. L.; CECON, P. R.; AQUINO, L. A. Produção e qualidade de frutos de melão amarelo e charentais cultivados em ambientes sombreados. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande-PB, v. 14, n. 9, p. 944-950, 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbeaa/v14n9/a06v14n9.pdf>. Acesso em: 18 de jan. 2015.

(11) RAIJ, B. V.; CANTARELLA, H.; QUAGGIO, J. A.; FURLANI, A. M. C. Recomendações de adubação e calagem para o Estado de São Paulo. 2 ed. Campinas-SP: IAC, 1996. 285 p. (Boletim técnico, 100).

(12) SILVA, M. C.; SILVA, T. J. A.; BONFIM-SILVA, E. M.; LORRAINE, N. F. Características produtivas e qualitativas de melão rendilhado adubado com nitrogênio e potássio. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande-PB, v. 18, n. 6, p. 581-587, 2014. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbeaa/v18n6/v18n6a03.pdf>. Acesso em: 18 de jan. 2015.

(13) SILVA JÚNIOR, M. J.; DUARTE, S. N.; OLIVEIRA, F. A.; MEDEIROS, J. F.; DUTRA, I. Resposta do meloeiro à fertirrigação controlada através de íons da solução do solo: parâmetros produtivos. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. Campina Grande-PB, v. 14, n. 7, p. 723-729, 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbeaa/v14n7/a06v14n7.pdf>. Acesso em: 18 de jan. 2015.

(14) SOUSA, V. F.; COELHO, E. F.; SOUZA, V. A. B.; HOLANDA FILHO, R. S. F. Efeito de doses de nitrogênio e potássio aplicadas por fertirrigação no meloeiro. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande-PB, v. 9, n. 2, p. 210-214, 2005.

(15) VITTI, G. C.; LIMA, E; CICARONE, F. Cálcio, magnésio e enxofre. In: Manlio Silvestre Fernandes. (Org.). Nutrição mineral de plantas. Viçosa-MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2006. p. 299-325.

Published

01/07/2015

How to Cite

Bardiviesso, D. M., Maruyama, W. I., Pessato, L. E., Pereira, A. C. B., & Modesto, J. H. (2015). ADUBAÇÃO POTÁSSICA NA PRODUÇÃO DE DUAS CULTIVARES DE MELOEIRO. REVISTA DE AGRICULTURA NEOTROPICAL, 2(1), 32–40. https://doi.org/10.32404/rean.v2i1.244

Most read articles by the same author(s)