COMPARAÇÃO DAS PROPRIEDADES QUÍMICAS E DO PERFIL LIPÍDICO DAS FARINHAS DE BOCAIUVA (Acrocomia spp.) DESPOLPADA DE FORMA MANUAL E MECÂNICA

Luane Aparecida do Amaral, Paulo Sérgio Loubet Filho, Leandro Fontoura Cavalheiro, Fábio Galvani, Elisvânia Freitas dos Santos

Resumo


A palmeira Acrocomia spp, também conhecida como bocaiuva, tem sido explorada de forma extrativista por agricultores de subsistência que vivem na área de ocorrência, gerando fonte de renda e a valorização dos frutos nativos. A bocaiuva é de difícil despolpa, então este estudo tem como objetivo comparar as propriedades químicas e o perfil lipídico das farinhas de bocaiuva despolpadas de forma manual e mecânica. Foram realizadas as análises químicas: umidade, cinzas, lipídios, proteínas, carboidratos e fibras. Os ácidos graxos foram determinados por cromatografia gasosa. Todos os parâmetros químicos diferiram estatisticamente entre as duas farinhas, exceto os valores de proteínas. Os valores de umidade, cinzas e carboidratos foram superiores na farinha da polpa extraída de forma mecânica. Maiores teores de lipídios, fibras e calorias foram encontrados na farinha de despolpa manual. O perfil de ácidos graxos saturados dos óleos da polpa de bocaiuva extraída pelos diferentes métodos foi o mesmo (23%), dos quais o ácido palmítico foi o componente majoritário. Os ácidos graxos poli- e insaturados reduziram na farinha de extração mecânica. Em conclusão, a farinha de bocaiuva obtida de forma manual apresentou maior valor nutricional, presença de ácidos graxos poli- e insaturados.


Texto completo:

PDF

Referências


(I) Almeida, S.P., Proença, C.E.B., Sano, S.M., Ribeiro, J.F., 2017. Cerrado: espécies vegetais úteis. Planaltina - DF, Embrapa-CPAC, p. 14-19.

(II) AOAC International, 2011. Official Methods of Analysis of AOAC International, décima oitava ed. Gaithersburg, Washington.

(III) Áscoli, A.A., Pereira, A.C., Costa, E., Jorge, M.H.A., Maruyama, W.I., 2015. Ambientes protegidos e substratos para mudas de bocaiuva oriundas do campo. Revista de Agricultura Neotropical, 2, 23-28.

(IV) Bligh, E.G., Dyer, W.J., 1959. A rapid method of total lipid extraction and purification. Canadian Journal of Biochemistry and Physiology, 37, 911-917.

(V) Boff, C.G.E., 2011. Desenvolvimento de sorvete de chocolate utilizando fibra de casca de laranja como substituto de gordura. Trabalho de conclusão de curso, Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

(VI) Brasil, 2012. Resolução n. 54, de 12 de novembro de 2012. http://portal.anvisa.gov.br/documents/%2033880/2568070/rdc0054_12_11_2012.pdf/c5ac23fd-974e-4f2c-9fbc-48f7e0a31864 (Acessado 25 de março de 2019).

(VII) Conte, M., 2008. Farinha de bocaiuva corumbaense ganha mercado brasileiro. Corumbá - MS, Diário Corumbaense, p. 340.

(VIII) Dhingra, D., Michael, M., Rajput, H., Patil, R.T., 2012. Dietary fibre in foods: a review. Journal of Food Science and Technology, 49(3), 255-266.

(IX) Dias, F.R.T., Galvani, F., 2017. Custeio e investimento do sistema artesanal de produção da farinha de bocaiuva. Corumbá - MS, Embrapa Pantanal.

(X) Elias, M.C., Lopes, V., Gutkoski, L.C., Oliveira, M., Mazzutti S., Dias, A.R.G., 2009. Umidade de colheita, métodos de secagem e tempo de armazenamento na qualidade tecnológica de grãos de trigo. Ciência Rural, 39, 1-4.

(XI) Galvani, F., Fernandes, J., 2010. Extração mecânica da polpa da bocaiuva coletada na região de Miranda, MS. Circular técnica, Embrapa, p. 1-5.

(XII) Galvani, F., Lisita, F.O., Lara, J.A.F., Jorge, M.H.A., Clemente, P.R., Inamasu, R.Y., Salis, S.M., 2005. Potencial da bocaiuva (Acrocomia aculeata) como fonte de óleo para a produção de biodiesel, in: Congresso brasileiro de plantas oleaginosas, óleos, gorduras e biodiesel. Lavras, Universidade Federal de Lavras, p. 277-281.

(XIII) Hiane, P.A., Penteado, M.V.C., Badolato, E., 1990. Teores de ácidos graxos e composição centesimal do fruto e da farinha da bocaiuva (Acrococomia mokayáyba Barb. Rodr.). Alimentos e Nutrição, 2, 21-26.

(XIV) Institute of Medicine, 2002. Dietary reference intakes (DRIs): Recommended intakes for individuals, macronutrientes. Washington (DC): Food and Nutrition Board, Institute of Medicine, National Academy Press.

(XV) Institute of Medicine, 2005. Dietary Reference Intakes (DRIs) for: energy, carbohydrate, fiber, fat, fatty acids, cholesterol, protein and amino acids (macronutrients). Washington (DC): Food and Nutrition Board, Institute of Medicine, National Academy Press.

(XVI) Instituto Adolfo Lutz, 2005. Métodos físico-químicos para análise de alimentos, quarta ed. Brasília, Ministério da Saúde.

(XVII) Kopper, A.C., Saravia, A.P.K., Ribani, R.H., Lorenzi, G.M.A.C., 2009. Utilização tecnológica da farinha de bocaiuva na elaboração de biscoitos tipo cookie. Alimentos e Nutrição Araraquara, 20, 463-469.

(XVIII) Maia, E.L., Rodriguez-Amaya, D., 1993. Avaliação de um método simples e econômico para a metilação de ácidos graxos com lipídios de diversas espécies de peixes. Revista Instituto Adolfo Lutz, 53, 27-35.

(XIX) Merrill, A.L., Watt, B.K., 1973. Energy values of foods: basis and derivation. Washington, USDA, p. 74.

(XX) Ramos, M.I.L., Ramos Filho, M.M., Hiane, P.A., Braga Neto, J.A., Siqueira, E.M.A., 2008. Qualidade nutricional da polpa de bocaiúva Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd. Ciência e Tecnologia de Alimentos, 28, 90-94.

(XXI) Santos, M.F.G., Alves, R.E., Ruíz-Méndez, M.V., 2013. Minor componentes in oils obtained from Amazonian palm fruits. Grasas y aceites, 64, 531-536.

(XXII) Santos, M.M.R., 2017. Avaliação do consumo de diferentes concentrações de farinha de bocaiuva em ratos wistar alimentados com dieta hipercalórica. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro Oeste), Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande - MS.

(XXIII) Vieira, P.A.Z., Scheidt, R.F., Santos, M.M.R., Candido, C.J., Dos Santos, E.F., Novello, D., 2017. Cupcakes adicionados de farinha de bocaiúva: caracterização físico-química e avaliação sensorial entre crianças. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, 15(2), 501-513.

(XXIV) Zanatta, S., 2015. Caracterização da macaúba (casca, polpa e amêndoa) e análise sensorial através da educação do gosto. Dissertação (Centro de Energia Nuclear na Agricultura), Universidade de São Paulo, Piracicaba - SP.




DOI: https://doi.org/10.32404/rean.v6i2.2737

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 JOURNAL OF NEOTROPICAL AGRICULTURE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.