A PRÁTICA PEDAGÓGICA DE PROFESSORES TERENA: O USO DE “TEMAS GERADORES” NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO

Autores

Palavras-chave:

Alfabetização, Temas Geradores, Professor Indígena, Língua Terena.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo analisar os depoimentos de professores Terena que atuam na Escola Municipal Indígena Polo General Rondon da Aldeia Bananal, Município de Aquidauana, Estado de Mato Grosso do Sul, sobre a prática pedagógica de alfabetização em língua Terena utilizando os “Temas Geradores” propostos pela ação “Saberes Indígenas na Escola”.

Biografia do Autor

Dalila Luiz, SEMED/Aquidauana

Sou Professora da Etnia Terena da Terra Indígena Taunay/Ipegue, Municipio de Aquidauana/MS Nascida em Aldeia Bananal. Filha de pais Terena. Com formação inicial em Magistério, graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2004) e pós- graduação em Gestão Escolar pela Universidade Castelo Branco R.J/A.D (2005), Mestre pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) no curso de Mestrado Profissional em Educação - Stricto Senso - Campo Grande, na linha de Pesquisa: Educação, Interculturalidade e Formação de Professores, com a Pesquisa: sobre A PRATICA PEDAGOGICA DOS PROFESSORES INDIGENAS NA ALFABETIZAÇÃO COM O USO DOS TEMAS GERADORES ESPECIFICAMENTE NA ESCOLA MUNICIPAL INDIGENA POLO GENERAL RONDON. Pesquisadora na Ação Saberes Indígena na Escola (MEC), financiado pelo governo Federal, com parceria da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul coordenado pelo Professor Antonio Hilário Urquisa. Fui Gestora da Escola Municipal Indígena Pólo General Rondon/ Aldeia Bananal (2009 a 2017)l, professora efetiva da Prefeitura Municipal de Aquidauana desde 1999. Uma das maiores escolas Indígena da Terra Indígena Taunay, atendendo cerca de 345 alunos, com uma extensão na Aldeia Imbirussu, sempre atuante nas questões educacionais seja indígena ou não indígena e ainda fazendo parte dos movimentos Indígenas pela luta de uma Educação para Todos e específica para o povo Indígena. Vice ? presidente da Associação de Professores Indigenas da Terra Indígena Taunay/Ipegue (APITITI). Sempre atuante na Educação Escolar Indígena, Educação Intercultural/ Bilingue e principalmente formação de \Professores Indígenas, na busca de melhorias para o ensino da Educação básica, principalmente na área da Educação Escolar Indígena. Ainda possuindo um trabalho Gospel com as músicas inéditas com o Produtor Ciló Nascimento da Gravadora Adonay/São Paulo. Atualmente doutoranda na Universidade Estadual de Campinas/2020, área de Educação na Linha de Linguagem e Arte em Educação

Orientadora - Leia Teixeira Lacerda, UEMS

Possui Graduação em Psicologia pela Universidade Católica Dom Bosco (1995), Mestrado em Psicologia pela Universidade Católica Dom Bosco (2003), Mestrado em História pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2004) e Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2009). Atuou na Coordenadoria dos Cursos Normal Superior e Normal Superior Indígena no período de 2002 a 2005 e no Curso de Pedagogia da Unidade Universitária de Campo Grande da UEMS, no período de 2009 a 2018. Atualmente é Coordenadora do Centro de Pesquisa, Ensino e Extensão Educação, Linguagem, Memória e Identidade/CELMI e professora adjunta da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul no Curso de Pedagogia e no Programa de Mestrado Profissional em Educação. Editora da Revista Brasileira de Educação, Cultura e Linguagem. Líder do Grupo de Pesquisa: Educação, Cultura e Diversidade, associada à Rede de Pesquisa Internacional para América Latina, Europa e Caribe/Rede ALEC. Vencedora do Prêmio Péter Murányi em 2009 na área de Educação, com o trabalho: Educação de Jovens e Adultos e Prevenção das IST/AIDS em Escolas Indígenas do Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brasil. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Ensino e da Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, gênero, educação sexual, história indígena, histórias de vida e educação escolar indígena.

co-orientadora - Onilda Sanches Nincao

Possui graduação em Letras pela Universidade de São Paulo (1974), graduação em Pedagogia pelas Faculdades Integradas de Osasco, mestrado em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003) e doutorado em Lingüística Aplicada,área de concentração em Educação Bilíngüe, pela UNICAMP (2008) e pós-doutorado em Educação Bilíngue pela Universidad Pablo de Olavide, Sevilha, Espanha (2016). Foi docente da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, atuando na gestão e coordenação de cursos, tendo implantado o curso Normal Superior Indígena. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no curso de Licenciatura Intercultural Indígena "Povos do Pantanal" no campus de Aquidauana, exercendo a função de coordenadora e no Programa de Mestrado Profissional em Letras no campus de Três Lagoas. Tem experiência na área de Lingüística Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores indígenas, educação bilíngue, letramento em língua indígena, ensino de língua materna. É líder do Grupo de Pesquisa/CNPQ "Formação de Professores de Línguas para Contextos Multiculturais".

Downloads

Publicado

02/06/2021

Como Citar

Luiz, D., Lacerda, O. .-. L. T., & Nincao, co- orientadora .-. O. S. (2021). A PRÁTICA PEDAGÓGICA DE PROFESSORES TERENA: O USO DE “TEMAS GERADORES” NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E LINGUAGEM, 5(9). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/educacaoculturalinguagem/article/view/6263

Edição

Seção

Resumos de Dissertações do Mestrado Prof. em Ed. - PROFEDUC/UEMS (2015-2017)