Incidências da novidade Saussureana no Interacionismo e na Clínica de Linguagem

Maria Francisca Lier-DeVitto e Lúcia Arantes

Resumo


Este artigo discute o impacto do pensamento de Saussure na proposta Interacionista, em Aquisição da Linguagem, introduzida por Claudia Lemos, bem como na proposição de uma Clínica de Linguagem, por iniciativa de Lier-deVitto. Empreende-se uma leitura crítica das tentativas dos campos em questão de abordar fala de crianças e falas sintomáticas em termos gramaticais. Destaca-se a produtividade do conceito de la langue, do Curso de Linguística Geral (CLG), enquanto funcionamento perene e universal, no tratamento da fala. Entende-se que Saussure oferece uma via alternativa ao indicar que no particular de uma fala “há língua” – um funcionamento simbólico que é condição de possibilidade da fala e de haver falante.


Texto completo:

PDF

Referências


ARANTES, L. Diagnóstico e Clínica de Linguagem. 2001, 200 f. Tese (Doutorado em Linguística) Pontifícia Universidade Católica de Sao Paulo, São Paulo, São Paulo, 2001.

ARANTES, L. Erro sintomático (ou não): a questão diagnóstica. Letras de Hoje, Porto Alegre, EDIPURS, v. 39, n. 3, p. 337-345, 2004.

ARANTES, L. Impasses na distinção entre produções desviantes sintomáticas e não sintomáticas. Patologias da linguagem: sobre as “vicissitudes de falas sintomáticas”. In LIER-DeVITTO, Maria Francisca. & ARANTES, Lúcia. Aquisição, patologias e clínica de linguagem. São Paulo, EDUC/FAPESP, 2007, p. 219-226.

ARANTES, L. Efeitos da introdução de la langue na discussão do diagnóstico na Clínica de Linguagem. DELTA. São Paulo, EDUC, v. 34, p. 909-918, 2018.

CATRINI, M. Apraxia – Sobre a complexa relação entre corpo e linguagem. Salvador: EDUFBA. 2019.

De LEMOS, C. T. G. Sobre aquisição de linguagem: e seu dilema (pecado) original. Boletim da ABRALIN, v. 3, p. 97-136, 11982

DE LEMOS, C.T.G. Specularity as a constitutive process in dialogue and language acquisition. In: CAMAIONI, Luigia. & De LEMOS Claudia. (orgs.) Questions on Social Explanation: Piagetian Themes Reconsidered. Amsterdam: John Benjamins 1985, p. 23-31.

De LEMOS, C. T.G. Los processos metafóricos y metonímicos como mecanismos de cambio. Substratum, Barcelona: Meldar, v. 1, n. 1 p. 121-135,1992.

De LEMOS, C. T.G. Native speaker's intuitions and metalinguistic abilities: what do they have in common from the point of view of language acquisition? Cadernos de Estudos Lingüísticos, Campinas, Editora da Unicamp, v. 33, p. 5-14, 1997.

De LEMOS, C. T. G. A criança com(o) ponto de interrogação. In: Regina Lamprecht (org.) Aquisição de Linguagem: questões e análises. Porto Alegre: EDIPUCRS. 1999. p. 39-50.

De LEMOS, C. T. G. 2002. Das vicissitudes da fala da criança e sua investigação. Cadernos de Estudos Linguísticos. Campinas: Editora da UNICAMP, v.42, p.41- 70, 2002.

De LEMOS, C. T.G. Uma crítica (radical) à noção de desenvolvimento na aquisição de linguagem. In: LIER-DE VITTO, Maria Francisca e ARANTES, Lúcia. Aquisição, Patologias e Clinica de Linguagem. São Paulo:EDUC-FAPESP. 2007 .p. 21-32.

De LEMOS, C. T. G. et al. Le «saussurisme» en Amérique Latine au XXe siècle. Cahiers Ferdinand de Saussure – revue suisse de linguistique générale, Genève, Librairie Droz, S.A. v. 56, p.177-192. 2003.

DOSSE, François. A História do estruturalismo I: o campo do signo 1445/1966. Campinas: Editora da Unicamp & Editora Ensaio movimento de ideias/ideias em movimento 1991 [1983].

FONSECA, S. O Afásico na Clínica de Linguagem.2002.267f. Tese (Doutorado em Linguística). Pontifícia Universidade Católica de Sao Paulo, São Paulo, São Paulo, 2002.

GALLI, J. F M. A relação memória-linguagem nas demência : abrindo a caixa de Pandora. 2013.156f. Tese (Doutorado em Linguística). Pontifícia Universidade Católica de Sao Paulo, São Paulo, São Paulo, 2013.

JAKOBSON, R. Dois Aspectos da Linguagem e Dois Tipos de Afasia. In: Lingüística e Comunicação. São Paulo: Cultrix. 1975 [1954]. p 34-62.

JAKOBSON, R. Linguística e Poética. In: Lingüística e Comunicação. São Paulo: Cultrix,1975 [1960]. p. 162-191.

LIER-DeVITTO, M.F. Sobre o sintoma – déficit de linguagem, efeito da fala no outro, ou ainda ...?. Letras de Hoje, Porto Alegre, EDIPURS, v. 36, n. 3. p. 245-253, 2001.

LIER_DeVITTO, M.F. Patologias da Linguagem: subversão posta em ato. In VIRGÍNIA LEITE, Nina Virgínia (org.) Corpolinguagem: gestos e afetos. Campinas, Mercado de Letras, 2003, p.233-246.

LIER_DeVITTO, M.F. Falas sintomáticas: fora de tempo, fora de lugar. Cadernos de Estudos Lingüísticos, Campinas, Editora da UNICAMP v. 47, n.1 e 2, p. 143: 151, 2005.

LIER_DeVITTO, M.F. Patologias da linguagem: sobre as “vicissitudes de falas sintomáticas”. In LIER-DeVITTO, Maria Francisca. & ARANTES, Lúcia. Aquisição, patologias e clínica de linguagem. São Paulo, EDUC/FAPESP, 2007. p. 183-200.

LIER-DEVITTO, M. F. Abordagem de falas sintomáticas: sobre a condição intervalar da clínica de linguagem entre a linguística e a psicanálise. In: SILVEIRA, Eliane Mara. (Org.). As bordas da linguagem. 1ed.Uberlândia, EDUFU, 2011. p. 57-67,

LIER-DEVITTO, M. F. Efeitos do pensamento de Saussure na teorização sobre erros e sintomas na fala. In: FIORIM, José Luiz; FLORES, Valdir do Nascimento; BARBISAN, Leci (Org.). Saussure - a invenção da Linguística. 1ªed.São Paulo: Editora Contexto, 2013, v. 1, p. 113-134.

LIER-DEVITTO, M. F. Consequências de duas definições de la langue no Curso de Linguística Geral de Ferdinand de Saussure. DELTA. São Paulo, EDUC, v. 34, p. 799-813, 2018.

LIER-DeVITTO, M.F & ARANTES, L. Sobre os efeitos de falas de crianças: da heterogeneidade desses efeitos. Letras de Hoje, Porto Alegre: EDIPUCRS, v.33, n. 2., p. 64-72, 1998.

LIER-DeVITTO, M.F & ANDRADE, L. 2011. A abordagem do erro na fala e na escrita: aquisição, alfabetização e clínica, Anais do SILEL, v.2, n.2,s.p.,2011.

MILNER, J.C. O amor da língua. Campinas: Editora da Unicamp. 2012[1978].

SAUSSURE, F. Curso de Linguística Geral. Tradução de Antônio Chelini, José Paulo Paes e Izidoro Blikstein. São Paulo: Cultrix. 1969 [1916].

SAUSSURE, F. Escritos de Linguística Geral. Tradução de Carlos Augusto Salum e Ana Lúcia Franco. Organização e edição de Simon BOUQUET e Rudolf Engler. São Paulo: Cultrix. 2004[2002].


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Acessos desde 02/07/2020:

contador free