A forma do medo: uma análise de It a Coisa, de Stephen King

Autores

Resumo

O presente artigo tem o intuito de discutir o medo tal como está constituído na obra It a coisa, de Stephen King. Primeiro apresentaremos os fundamentos sobre a literatura de terror e sobre o medo no Ocidente, para depois analisar as formas do medo na narrativa de King. Nossa hipótese é a que que a representação do medo no livro esteja atualizada com questões da sociedade hodierna.

Biografia do Autor

Priscila Finger do Prado, Universidade Estadual do Centro-oeste

Graduação em Letras pela UFSM. Mestrado em Letras pela UFSM. Doutorado em Letras pela UFPR. Professora do departatamento de letras da UNICENTRO.

Luma Miranda, Universidade Estadual do Centro-oeste

Graduação em Letras e Pedagogia pela Universidade Estadual do Centro-oeste.

Referências

ALVAREZ FERREIRA, Agripina Encarnacion. Dicionário de imagens, símbolos, mitos, termos e conceitos Bachelardianos [livro eletrônico] /Agripina Encarnación Alvarez Ferreira. – Londrina : Eduel, 2013.

DELUMEAU, Jean. História do medo no ocidente 1300-1800 Uma cidade sitiada. Tradução: Maria Lucia Machado. – São Paulo Companhia de bolso. 2009.

FIGUEIREDO, Candido de. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Nova edição, 1913.

FRANÇA, Julio. O horror na ficção literária; reflexão sobre o "horrível" como uma categoria estética. Anais do XI Congresso Internacional da Abralic. São Paulo, 2008.

KING, Stephen. Dança macabra; o fenômeno do horror no cinema e na literatura dissecado pelo mestre do gênero. Tradução de Louisa Ibañez. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012.

KING, Stephen. It : a coisa [recurso eletrônico] / Stephen King ; tradução Regiane Winarski. - 1. ed. - Rio de Janeiro : Objetiva, 2014.

LOVECRAFT, Howard Phillips. Supernatural Horror in Literature. New York: Dover,1973.

NESTAREZ, Oscar. Poe e Lovecraft: um ensaio sobre o medo na literatura. 2013.

Downloads

Publicado

07/03/2021

Como Citar

Prado, P. F. do, & Miranda, L. (2021). A forma do medo: uma análise de It a Coisa, de Stephen King. REVISTA ESTUDOS EM LETRAS, 2(1), 81–95. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/estudosletras/article/view/5755

Edição

Seção

Artigos