Dispersões teóricas sobre leitura e escrita em contextos multimodais: o trabalho com a linguagem em sala de aula - do planejamento de ensino a avaliação da aprendizagem

Autores

Resumo

Este texto apresenta uma discussão sobre leitura e escrita em contextos multimodais, enfocando os desafios e as possibilidades sobre como essas práticas se apresentam na atualidade. Sem comprometer-se em trazer respostas ou dados novos à questão, ainda assim, o texto evoca conceitos e concepções sempre caras de serem revistas e revisitadas no âmbito dos estudos da educação e da linguagem, estimulando à reflexão sobre as inúmeras possibilidades de leitura, escrita e construção de sentido em contextos multimodais. Em prol desse trabalho efetivo com a linguagem em sala de aula, aponta-se, brevemente, para a importância do planejamento e da avaliação como elos constitutivos da ação pedagógica e da compreensão ativa e responsiva com e pela linguagem, por meio das diversas manifestações do texto na sociedade letrada.

Biografia do Autor

Francisco Renato Lima, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Doutorando em Linguística (UNICAMP). Mestre em Letras - Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Graduado em Pedagogia pelo Centro Universitário Santo Agostinho (UNIFSA) e em Letras - Português/Inglês pelo Instituto de Ensino Superior Múltiplo (IESM). Especialista em Neuropsicopedagogia Clínica e Educação Especial (IESM); Docência para o Ensino Superior (IESM); Educação a Distância (UNOPAR); Docência no Ensino Superior (UNIFSA); Linguística Aplicada na Educação (UCAM); Tecnologias Educacionais para Prática Docente no Ensino da Saúde na Escola (ENSP/FIOCRUZ) e Psicopedagogia Clínica e Institucional (FUNIP). Mba em Educação Cognitiva: Gestão da Aprendizagem Mediada (UNESA). Membro (sócio efetivo) da Associação Brasileira de Linguística (ABRALIN), do Grupo de Estudos Linguísticos do Nordeste (GELNE) e da Associação de Leitura do Brasil (ALB). É organizador (em parceria e individual), coautor e autor de livros nas áreas de educação e de linguagem, dentre eles, a autoria de: 'Letramentos e retextualização em contextos de consulta médica: um estudo sobre a compreensão na relação médico-paciente' (Mercado de Letras/2019) e 'Fake news e campanhas de vacinação: a experiência com projetos de intervenção pedagógica na Educação Básica' (Pedro & João Editores/2019). Suas pesquisas recentes concentram-se em Educação e Linguagem, amparado pelos pressupostos teórico-metodológicos dos Novos Estudos do Letramento e da Linguística Textual, com ênfase em temas como: Alfabetização; Letramentos sociais; Gêneros discursivos; Retextualização; Ensino e Aprendizagem da Língua Portuguesa; Avaliação Educacional; Formação Docente; Tecnologias educacionais; Multiletramentos e questões relativas à EaD. Atualmente é Professor Substituto da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), lotado no Departamento de Pedagogia, do Centro de Estudos Superiores de Timon (CESTI), atuando nos cursos de Licenciatura em Letras - Português e Pedagogia. Professor de Leitura e Produção de Texto (Redação) do Ensino Fundamental e Médio do Colégio São Francisco de Sales, Diocesano, da Rede Jesuíta de Educação e do Educandário Santa Maria Goretti (ESMG). Coordenador de disciplinas do Centro de Educação Aberta e a Distância da Universidade Federal do Piauí (CEAD/UFPI), atuando no curso de Licenciatura em Computação. 

Helenilson Ferreira de Sousa, Universidade Estadual do Piauí (UESPI)

Graduado em Licenciatura em Biologia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú(UVA), graduando em letras/Inglês pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e graduando em Letras/ português pelo Centro Universitário Internacional ( UNINTER). Especialista em Gestão, Licenciamento e Auditoria Ambiental (UNOPAR), pós-graduando em gestão escolar com ênfase em administração, orientação, supervisão e e inspeção escolar pela Faculdade Alfamérica ( ALFAMÉRICA) e especialista em Linguística Aplicada na Educação pela Faculdade Única do Ipatinga (FUNIP) Com experiência profissional pública de ensino básico e técnico de nível médio. Neste último nível de ensino, atuou como tutor do curso Técnico em Meio Ambiente pelo Instituto Federal do Piauí - IFPI. Atualmente é professor de Português, Inglês e Ciências em São Miguel do Tapuio - PI. Professor de Inglês e Biologia na Secretaria Estadual do Piauí (SEDUC-PI).

Referências

ANTUNES, Irandé. Aula de Português: encontro e interação. São Paulo: Parábola, 2003.

BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico: o que é, como se faz?. 55. ed. São Paulo: Loyola, 2013.

BAKHTIN, Mikhail (VOLOCHINOV, Valentin Nikolaevich). Marxismo e filosofia da linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. 13. ed. São Paulo: Hucitec, 2009.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília (DF): MEC, 1996.

BRUNER, Jerome. A cultura da educação. Porto Alegre: Artmed, 2001.

DIONISIO, Angela Paiva. Gêneros multimodais e multiletramento. In: KARWOSKI, Acir Mário; GAYDECZKA, Beatriz; BRITO, Karim Siebeneicher (Orgs.). Gêneros textuais: reflexões e ensino. 2. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2006. p. 131- 144.

DIONISIO, Angela Paiva; VASCONCELOS, Leila Janot de. Multimodalidade, gênero textual e leitura. In: BUNZEN, Clecio; MENDONÇA, Márcia (Orgs.). Múltiplas linguagens para o Ensino Médio. São Paulo: Parábola, 2013. p. 19-42.

DIONISIO, Angela Paiva; VASCONCELOS, Leila Janot de; SOUZA, Maria Medianeira de. Multimodalidade e leituras: funcionamento cognitivo, recursos semióticos, convenções visuais. Recife: Pipa Comunicação, 2014.

FAHEINA, Evelyn Fernandes Azevedo. A formação do-a pedagogo-a no contexto da cultura midiática: unindo as novas linguagens e as práticas interdisciplinares. In: CARLOS, Erenildo João (Org.). Educação e visualidade: reflexões, estudos e experiências pedagógicas com a imagem. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2008. p. 37-56.

FERNANDES, Domingos. Avaliar para aprender: fundamentos, práticas e políticas. São Paulo: Editora UNESP, 2009.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? Trad. Rosisca Darcy de Oliveira. 8. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

FREIRE, Paulo; SHOR, Ira. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. 9. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. 24. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.

GADOTTI, Moacir. A história das ideias pedagógicas. 8. ed. São Paulo: Ática, 2003.

GANDIN, Danilo. Planejamento como prática educativa. São Paulo: Loyola, 1993.

GNERRE, Maurizzio. Linguagem, escrita e poder. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

GERALDI, João Wanderley. Educação e linguagem. Leitura: Teoria e Prática, Porto Alegre, ano 8, n. 14, p. 37-39, dez. 1989.

GERALDI, João Wanderley. O professor como leitor do texto do aluno. In: MARTINS, Maria Helena (Org.). Questões de linguagem. São Paulo: Contexto, 1991. p. 47-53.

GERALDI, João Wanderley. Linguagem e ensino: exercícios de militância e divulgação. Campinas: ALB/Mercado de Letras, 1996.

GERALDI, João Wanderley. Portos de passagem. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997a.

GERALDI, João Wanderley. Da redação à produção de textos. In: CHIAPPINI, Ligia. (Coord.). Aprender e ensinar com textos. São Paulo: Cortez, 1997b. p. 17-24.

GERALDI, João Wanderley. Escrita, uso da escrita e avaliação. In: GERALDI, João Wanderley (Org.). O texto na sala de aula. São Paulo: Ática, 1997c. p. 127-131.

GERALDI, João Wanderley. Unidades básicas do ensino de Português. In: GERALDI, João Wanderley (Org.). O texto na sala de aula. São Paulo: Ática, 1997d. p. 59-79.

GERALDI, João Wanderley. Concepções de linguagem e ensino de Português. In: GERALDI, João Wanderley (Org.). O texto na sala de aula. São Paulo: Anglo, 2012 [1984]. p. 39-46.

HAYDT, Regina Cazaux. Avaliação do processo ensino-aprendizagem. 6. ed. São Paulo: Ática, 2008.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação mediadora: uma prática em construção da pré-escola a universidade. Porto Alegre: Mediação, 1991.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. Desvendando os segredos do texto. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. A inter-ação pela linguagem. 11. ed. São Paulo: Contexto, 2012.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 2010.

LIMA, Francisco Renato; RÊGO, Safira Ravenne da Cunha; SILVA, Jovina da. Instrumentos avaliativos no ensino de Língua Portuguesa: um olhar para a pesquisa e os métodos. Afluente: Revista Eletrônica de Letras e Linguística, Bacabal, v. 1, n. 2, p. 91-116, jul./set., 2016.

LIMA, Francisco Renato. Tendências pedagógicas, opção político-ideológica e concepções de linguagem: das correlações, tomadas de partido e aproximações didático-metodológica no ensino de Língua Portuguesa. [Comunicação oral]. In: II Congresso Nacional de Variação/Diversidade Linguística e Letramentos (II CONVALLE), Universidade Federal do Piauí, 4 a 6 de setembro de 2018. p. 01-04.

LIMA, Francisco Renato; SILVA, Jovina da. Planejamento de ensino e aprendizagem na Educação Superior: um ato dialógico de articulação entre a teoria e a prática docente. Debates em educação, Maceió, v. 11, n. 5, p. 36-55, set./dez., 2019.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da educação. São Paulo: Cortez, 1994.

LUCKESI, Cipriano. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. 22. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Discurso e leitura. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

RAFAEL, Edmilson Luiz. Planejamento de ensino de Língua Portuguesa como objeto de estudo na formação de professores. Linguagem & Ensino, Pelotas, v. 22, n. 1, p. 14-38, jan./mar., 2019.

RESENDE, José Antônio Oliveira de. Construção crítica do texto. Guarapari: Ex Libris, 2007.

ROJO, Roxane; BARBOSA, Jacqueline Peixoto. Hipermodernidade, multiletramentos e gêneros discursivos. São Paulo: Parábola, 2015.

ROMÃO, José Eustáquio. Avaliação dialógica: desafios e perspectivas. São Paulo: Cortez, 1998.

SAMPAIO, Lucimar Pinheiro da Silva. Textos multimodais no ensino de Língua Portuguesa: a importância do livro didático. Revista Anhanguera, Goiânia v. 18, n. 1, p. 100-107, jan/dez., 2017.

SANTAELLA, Lucia. Leitura de imagens. São Paulo: Melhoramentos, 2012.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. Campinas: Autores Associados, 2008.

SAVIANI, Demerval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 11. ed. Campinas: Autores Associados, 2011.

SOARES, Magda. Concepções de linguagem e o ensino da Língua Portuguesa. In: BASTOS, Neusa Bastos (Org.). Língua Portuguesa: história, perspectivas, ensino. São Paulo: EDUC, 1998. p. 53-60.

STREET, Brian V. Literacy in theory and pratice. Cambridge: Cambridge University Press, 1984.

STREET, Brian V. Social literacies: critical approaches to literacy in development, ethnography and education. Harow: Pearson, 1995.

STREET, Brian V. Literacy and development: ethnographic perspectives on schooling and adult education. In: STREET, Brian V. (Ed.). Literacy and Development: Ethnographic perspectives. London and New York: Routledge, 2001.

STREET, Brian V. What’s “new” in New Litaracy Studies? Critical approaches to literacy in theory and practice. Current Issues in Comparative Education. Comlumbia: Teachers College, Columbia Univesity, vol. 5 (2), p. 77-91, 2003a. Disponível em: < http://people.ufpr.br/~clarissa/pdfs/NewInLiteracy_Street.pdf > Acesso em: 18 dez. 2020.

STREET, Brian V. Abordagens alternativas ao letramento e desenvolvimento. Teleconferência Brasil sobre o letramento, outubro de 2003b.

SUASSUNA, Lívia. Elementos para a prática da avaliação em Língua Portuguesa. Perspectiva, Florianópolis, v. 30, n. 3, 1125-1151, set./dez., 2012.

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gramática e interação: uma proposta para o ensino de gramática. 14. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

THOMAZI, Áurea Regina Guimarães; ASINELLI, Thania Mara Teixeira. Prática docente: considerações sobre o planejamento das atividades pedagógicas. Educar, Curitiba, Editora UFPR, n. 35, p. 181-195, 2009.

VASCONCELLOS, Celso dos S. Planejamento: Projeto de Ensino-Aprendizagem e Projeto Político-Pedagógico. 7. ed. São Paulo: Libertad, 2000.

Downloads

Publicado

07/03/2021

Como Citar

Lima, F. R., & Sousa, H. F. de. (2021). Dispersões teóricas sobre leitura e escrita em contextos multimodais: o trabalho com a linguagem em sala de aula - do planejamento de ensino a avaliação da aprendizagem. REVISTA ESTUDOS EM LETRAS, 2(1), 155–175. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/estudosletras/article/view/5793

Edição

Seção

Artigos