O passado transmutado: ficção e história em Torto Arado, de Itamar Vieira Junior

Visualizações: 13

Autores

  • Édila de Cássia Souza Santana UEMS- UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL UFMS - UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL / POS-GRADUAÇÃO

Palavras-chave:

“Romance histórico”; “Literatura brasileira”; “Ressignificação”.

Resumo

Compreender os diversos fios que tecem a memória de um país configura um exercício habilidoso que requer um olhar além da superfície. Esse olhar, quase microscópico, permite ver o emaranhado de fios constituintes de uma memória, da história de um país, alcançando contextos, espaços e vozes que foram ignorados no processo de tessitura de muitos discursos vigentes. A relação entre literatura e história é uma pauta significativa no exercício das tessituras textuais que privilegiam a inserção do plural, o discurso do outro, as vivências e as memórias entretecidas ao longo do tempo. Esse exercício configura uma importante possibilidade de reinterpretação do passado histórico de um país. Nesse sentido, esse trabalho analisa o romance histórico Torto Arado (2019), de Itamar Vieira Junior, visando compreender a relação entre ficção e história presente no romance e seus efeitos de sentidos.

Biografia do Autor

Édila de Cássia Souza Santana, UEMS- UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL UFMS - UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL / POS-GRADUAÇÃO

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Letras na área de concentração em Estudos Literários da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), campus de Três Lagoas. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Letras na área de concentração em Estudos Literários da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), campus de Três Lagoas. Possui graduação em Letras/Português pela Universidade Estadual de Montes Claros (2009). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Letras e Literatura. Atualmente trabalha como professora na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul UEMS/Cassilândia, atuando nas seguintes áreas: Literatura Comparada, Literatura e História e Literatura Brasileira.

Referências

BAKHTIN, M. M. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. 3º ed. São Paulo: Unesp, 1993.

BAKHTIN, Mikhail. Problemas da poética de Dostoievski. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997.

CANDIDO, A. Literatura e sociedade. São Paulo: Publifolha, 2002

ESTEVES, A. R. O romance histórico brasileiro contemporâneo: 1975-2000. São Paulo: Ed. UNESP, 2010.

KILOMBA, Grada. Memórias da plantação: episódios de racismo cotidiano. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019.

HUTCHEON, L. Poética do pós-modernismo: história, teoria, ficção. Tradução de Ricardo Cruz. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

KRISTEVA, J. Introdução à semanálise. Tradução de Lúcia Helena França Ferraz. 2.ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2005.

VIEIRA JUNIOR, Itamar. Torto Arado, São Paulo: Todavia, 2019.

Downloads

Publicado

2024-04-23

Como Citar

Souza Santana, Édila de C. (2024). O passado transmutado: ficção e história em Torto Arado, de Itamar Vieira Junior. REVISTA ESTUDOS EM LETRAS, 4(1). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/estudosletras/article/view/7461

Edição

Seção

Artigos