Ipê Roxo realiza Dossiê sobre a Pandemia Covid 19.

 

Certamente o ano de 2020 será historicamente lembrado pela pandemia da Covid 19. Em tempos de globalização acelerada, o vírus, que teve seu diagnóstico no final do ano anterior na China, rapidamente se espalhou pelo mundo causando uma onda catastrófica de doentes e mortes. O Brasil foi, por uma série de fatores, especialmente afetado pela Covid 19, sendo o sexto com maior número de mortos até então, desconsiderando ainda a grave questão da subnotificação. Tal crise propiciou uma série de consequências em diversos aspectos: na educação, na saúde, na economia, na política, na vida social e nas relações interpessoais. Certo é que sairemos diferentes desse episódio e compreender seus fatores, por meio da interdisciplinaridade, propicia um norte reflexivo para a análise das múltiplas dimensões impactadas pela pandemia e suas futuras consequências para a sociedade, a cultura e as pessoas.

Dessa maneira, a Revista Ipê Roxo objetiva estimular a reflexão crítica a respeito da temática, tendo como norte a diversidade de intersecções com a temática, incluindo metodologicamente a diversidade de formatos de trabalho, sendo aceitos artigos, ensaios, entrevistas, resenhas e relatos de experiência que versem sobre a pandemia Covid 19.

Os trabalhos poderão ser submetidos até 31 de Julho pelo portal do periódico: https://periodicosonline.uems.br/index.php/iperoxo

Prazos:

Submissões - até 31 de Julho;

Avaliação - 15 dias após o encerramento das submissões;

Publicação - 30 dias após o recebimento dos trabalhos corrigidos;

Proponentes:

 

  • Juliana Nazaré Luquez Viana

Professora Adjunta da UEMS Jardim, possui Graduação e Mestrado em Geografia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Doutorado em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (USP), com estágio de pesquisa na Université de Paris Sorbonne IV.

 

  • Marsiel Pacífico

Professor Adjunto da UEMS Jardim, possui Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), é Especialista em Neuroeducação (FCE) e possui Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)