SOCIOLINGUISTICA EDUCACIONAL E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA AS METODOLOGIAS EM/DE SALA DE AULA

EDUCATIONAL SOCIOLINGUISTICS AND ITS CONTRIBUTION TO CLASSROOM METHODOLOGIES

Visualizações: 95

Autores

DOI:

https://doi.org/10.61389/sociodialeto.v12i35.8089

Palavras-chave:

Educação, Ensino, Sociolinguística Educacional

Resumo

Propõe-se com o presente artigo promover uma discussão acerca da Sociolinguistica educacional e sua contribuição para as metodologias em/de sala de aula de forma que sejamos conduzidos a uma reflexão sobre a relevância dessa contribuição nas metodologias em sala de aula. Para tanto o estudo da sociolinguística educacional será nosso foco. Sendo assim, utilizaremos autores que falam a respeito do assunto que nos permita refletir sobre essa contribuição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiana da Silva Lira, PPGL/UNEMAT

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade do Estado de Mato Grosso.

Cristiane Schmidt, UFMS/PPGL-UNEMAT

Docente Permanente do Programa de Pós-graduação em Linguística da Universidade Estadual do Mato Grosso/UNEMAT - Unidade Cáceres. Orientadora a Nível de Mestrado e Doutorado. Docente Adjunto do Curso de Letras da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul/UFMS. Pós-Doutorado em Linguística, área de concentração em Análise do Discurso pela Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul/UEMS (2018). Doutora em Letras, área de concentração em Linguagem e Sociedade pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná/UNIOESTE (2016). Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS e Licenciada em Letras Português / Alemão pela Universidade do Vale do Sinos/UNISINOS/RS. Líder do Grupo de Pesquisa e Estudos de Narrativas de Sujeitos-Professores em Formação-SUPROF.

Referências

ALKMIM, Tânia Maria. Sociolinguística. Parte I. IN: MUSSALIM, Fernanda; BENTES, Ana Cristina. Introdução à linguística: domínios e fronteiras, v.1, 6ed. São Paulo: Cortez, 2006. p.21-47.

BAGNO, Marcos. Preconceito Linguístico: O que é, como se faz. 49ª edição. São Paulo: Loyola, 2007.

BARROS, Aidil de Jesus Paes & LEHFELD, Neide Aparecida de Souza. Projeto de Pesquisa: propostas metodológicas, 14. Ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 1990

BELINE, Ronald. A variação linguística. In: FIORIN, J. L. (org.). Introdução à Linguística - Objetos teóricos. 6ª ed. São Paulo: Contexto, 2014.

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. A linguística na escola. In: Cuiabá, 2004. Disponível em: <http://www.sbpcnet.org.br/livro/56ra/banco_conf_simp/ textos/StellaRicardo.htm>. Acesso em 24 de Out. 2019.

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Educação em língua materna: a sociolinguística na sala de aula. Parábola editorial: São Paulo, 2004.

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Nós cheguemu na escola e agora?:sociolinguística e educação. São Paulo: Parábola, 2005.

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. O professor pesquisador: introdução à pesquisa qualitativa. São Paulo: Parábola, 2008.

CALVET, Louis Jean. Sociolinguística: uma introdução crítica. 2ª ed. São Paulo: Parábola, 2002.

CALVET, Louis Jean. Sociolinguística: uma introdução crítica. São Paulo: Parábola, 2002

COELHO, IzeteLehmkuhl, [et al.].Sociolinguística. Florianópolis LLV/CCE/UFSC, 2012.

GERALDI, J. Wanderley. O texto na sala de aula: leitura & produção.2ed. Cascavel: Assoeste, 1984.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

LABOV, William. Padrões sociolinguísticos. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

LUCCHESI; Dante. A Teoria da Variação Linguística:um balanço crítico. Revista ESTUDOS LINGUÍSTICOS, São Paulo, 41, p. 793-805, 2012.

MARCONI, Maria de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de pesquisa. 3. Ed. São Paulo:Atlas, 1999.

MARCUSCHI, L. A..Da fala para a escrita: atividades de retextualização. 10. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

MARTELOTTA, M. E. da. Conceitos de gramática. In: MARTELOTTA, Mário Eduardo da (Org.). Manual de linguística. São Paulo: Contexto, 2010, p. 43-70.

MOLLICA, Maria Cecilia. Introdução à Sociolinguística: o tratamento da variação. São Paulo: Contexto, 2003.

RIBEIRO, Elisa. A perspectiva da entrevista na investigação qualitativa. In: Evidência, olhares e pesquisas em saberes educacionais. Número 4, maio de 2008. Araxá. Centro Universitário do Planalto de Araxá

TARALLO, Fernado. A pesquisa Sociolinguística. São Paulo, Ática. 1990.

ZILLES, Ana Maria Stahl; FARACO, Carlos Alberto (Org.). Pedagogia da variação linguística: língua, diversidade e ensino. São Paulo: Parábola, 2015.

Downloads

Publicado

17-04-2024

Como Citar

Lira, F. da S., & Schmidt, C. (2024). SOCIOLINGUISTICA EDUCACIONAL E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA AS METODOLOGIAS EM/DE SALA DE AULA: EDUCATIONAL SOCIOLINGUISTICS AND ITS CONTRIBUTION TO CLASSROOM METHODOLOGIES. WEB REVISTA SOCIODIALETO, 12(35), 1–15. https://doi.org/10.61389/sociodialeto.v12i35.8089

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.