DO DESCASO À SEDUÇÃO: A ESTRUTURA NARRATIVA EM O SOBRINHO DO MAGO, DE C.S LEWIS, COMO FONTE DE FORMAÇÃO DO LEITOR

Autores

  • Vinicius Carvalho da Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Rosana Cristina Zanelatto Santos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Palavras-chave:

As Crônicas de Nárnia, Conto maravilhoso, Leitor, Sedução.

Resumo

O presente artigo visa estudar as relações de prazer que se estabelecem entre a obra O sobrinho do Mago, de C.S Lewis, e o leitor, isto é, o processo de sedução realizado por meio da estrutura morfológica e sua construção no texto e para o texto. A construção morfológica da obra se dá por meio de 7 personagens básicas que desempenham papéis em uma ou mais esferas de ação, isto é, os comportamentos recorrentes dessas personagens determinam o futuro do herói, da família e do ambiente em que se passa a história. Sendo assim, a análise aqui tratada estuda o espaço, o tempo, as personagens e o enredo, tendo por perspectiva teórica a Morfologia do Conto, de Vladimir Propp. Aborda também os aspectos social e político para a contextualização e o que Iser (2002) chamou de o jogo do texto, o debate possível entre o texto e o leitor durante a leitura.

 

 

Biografia do Autor

Vinicius Carvalho da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Graduando em Letras na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Rosana Cristina Zanelatto Santos, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Docente na UFMS - Campo Grande. PQ - CNPq. Pesquisadora da FUNDECT.

Referências

ARISTÓTELES. Poética. Tradução Eudoro de Sousa. 2. ed. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1990. (Série Universitária. Clássicos de Filosofia).

BEZERRA, I. S. Entre a sedução e a desconfiança: o jogo do autor e do leitor em Les Faux-Monnyeurs de André Gide. Revista Criação & Crítica, n. 9, p. 95-110, nov. 2012.

CARDOSO FILHO, J. L. 40 Anos de estética da recepção: pesquisa e desdobramentos nos meios de comunicação. Revista Diálogos Possíveis, n. 4, p. 65-76, jul./dez. 2007.

ISER, W. O ato da leitura: uma teoria do efeito estético. Tradução Johannes Kretschmer. São Paulo: Ed. 34, 1996. (V. 1).

JAUSS, H. R. et al. A literatura e o leitor: textos de Estética da Recepção. Seleção, coordenação e tradução Luiz Costa Lima. 2. ed. re. e ampl. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

LEWIS, C.S. Um experimento na crítica literária. Tradução João Luis Ceccantini. São Paulo: Editora Unesp, 2009.

LEWIS, C.S. As Crônicas de Nárnia. Tradução Silêda Steuernagel e Paulo Mendes Campos. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2009. (Volume único).

MOTTA, L. G. Análise Crítica da Narrativa. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2013.

PROPP, V. Morfologia do conto maravilhoso. Tradução Jasna Paravich Sarhan. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2001.

Downloads

Publicado

2019-12-24

Como Citar

da Silva, V. C., & Santos, R. C. Z. (2019). DO DESCASO À SEDUÇÃO: A ESTRUTURA NARRATIVA EM O SOBRINHO DO MAGO, DE C.S LEWIS, COMO FONTE DE FORMAÇÃO DO LEITOR. VALITTERA - REVISTA LITERÁRIA DOS ACADÊMICOS DE LETRAS, 1(1), 66–77. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/valit/article/view/3716

Edição

Seção

Artigo