Interditos em Bom-Crioulo, de Adolfo Caminha: uma análise de discurso pornográfico

Visualizações: 7558

Autores

  • Jonhatahan Gabriel da Silva Sampaio INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ - IFCE CAMPUS CRATEÚS
  • Antonio Edson alves da Silv UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE https://orcid.org/0000-0001-8850-6716

Resumo

Este trabalho pretende identificar as manifestações de discurso pornográfico segundo Maingueneau (2010) no romance realista Bom-Crioulo (1895) do escritor Adolfo Caminha e analisar os textos através da identificação das suas formas de produção canônica, tolerada e interdita, perceber também como a pornografia nos rodeia mesmo que por vezes suavizada. Em concomitância pretende-se discutir o contexto histórico na época em que o livro foi publicado e o que acarretou sua categorização ao nível de obra marginalizada pela sociedade, assim também como a relevância do autor para a Literatura Cearense e a construção da identidade cearense na literatura através de teóricos como Candido (2010) e Marques (2018). Ao final deste estudo, poderemos ver a influência que a inserção de textos pornográficos possui dentro da Literatura e como isso auxiliou na marginalização de alguns autores brasileiros e sua retirada da classe mais prestigiada de obras brasileiras e cearenses.

Biografia do Autor

Jonhatahan Gabriel da Silva Sampaio, INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ - IFCE CAMPUS CRATEÚS

ESTUDANTE DO CURSO DE LETRAS-PORTUGUÊS DO IFCE CAMPUS CRATEÚS-CE

Antonio Edson alves da Silv, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE

PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA

MESTRE E DOUTORANDO EM LINGUÍSTICA APLICADA - UECE

ESPECIALISTA EM GESTÃO ESCOLAR

GRADUADO EM LETRAS

Referências

CÂNDIDO, Antônio. Literatura e sociedade. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul. 2006.

CAMINHA, Adolfo. Bom-Crioulo. São Paulo: DCL. 2005 [1896].

COSTA, Nelson Barros da (org.). Práticas Discursivas: exercícios analíticos. Campinas, SP: Pontes Editores, 2005.

FERREIRA, Ruberval. Guerra na língua: mídia, poder e terrorismo. Fortaleza: EdUECE,2007.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. 22. ed. São Paulo, SP: Loyola, 2012.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de discurso: princípios & procedimentos. 10. ed. Campinas, SP: Pontes, 2012.

MAINGUENEAU, Dominique. O Discurso Pornográfico. Trad. Marcos Marcionilo. São Paulo: Parábola Editorial, 2010 [2007].

MARQUES, Rodrigo. Literatura Cearense: outras histórias. Fortaleza. Dummar, 2018.

VERSA, Cezar Roberto; SOARES, Alexandre Sebastião Ferrari. Análise do Discurso e Literatura: um diálogo possível no romance O dia em que matei meu pai, de Mario Sabino. Entremeios: Revista de Estudos do Discurso. Universidade do Vale do Sapucaí (UNIVÁS), Pouso Alegre (MG), vol. 16, p. 259-273, jan. - jun. 2018

SILVA, Antonio Edson Alves da Silva. Análise do Discurso Pornográfico de Hilda Hilst em O Caderno Rosa de Lori Lamby. 2016. 34f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras). Crateús/CE: Instituto Federal do Ceará, 2016.

Downloads

Publicado

18-12-2020

Como Citar

Sampaio, J. G. da S., & da Silv, A. E. alves. (2020). Interditos em Bom-Crioulo, de Adolfo Caminha: uma análise de discurso pornográfico. VALITTERA - REVISTA LITERÁRIA DOS ACADÊMICOS DE LETRAS, 2(3), 71–80. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/valit/article/view/4993