VAI TER BÔNUS? A BONIFICAÇÃO POR MÉRITO E SEUS IMPACTOS NA CARREIRA E NA VIDA DOS PROFESSORES DO ESTADO DE SÃO PAULO

Mariana Esteves de Oliveira

Resumo


Neste texto apresentamos as formas pelas quais a política “avaliacionista” da educação pública paulista concorrem para o processo de precarização do trabalho docente. A partir de entrevistas orais com professores aposentados e questionários estruturados com professores ativos, além do cenário material engendrado pelos interesses da reestruturação produtiva do capital, observamos os sentidos que são atribuídos à política, onde se destaca a economia moral docente no que tange à consciência das injustiças operadas, ao sentimento de solidariedade, não obstante à dinâmica de fragmentação da categoria que tal sistema opera.

Palavras-chave


Precarização do trabalho docente. Bonificação. Avaliação.

Texto completo:

PDF

Referências


ALCANTARA, Melina Sant’Anna. Políticas de Bonificação e Indicadores de Qualidade: mecanismos de controle nas escolas estaduais paulistas. Dissertação de Mestrado em Educação: História, Política e Sociedade. PUC-SP, 2010.

FREITAS, Luiz Carlos. Os reformadores empresariais da educação e a disputa pelo controle do processo pedagógico na escola. In Revista Educação e Sociedade, Campinas, v. 35, nº. 129, p. 1085-1114. out.-dez., 2014.

LOUREIRO, Bráulio R. de C. Reforma educacional neoliberal: uma análise política da concessão de bônus-mérito do governo José Serra (2007-2010) aos professores da rede estadual paulista. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais). Universidade Estadual Paulista – UNESP, Marília/SP, 2011.

MENEZES, W. F. O “processo imbecilizador”: proletarização e humilhação docente como instrumento de política neoliberal na educação básica em São Paulo. In: VII Seminário Do Trabalho, 2010. ANAIS. Marília: Universidade Estadual Paulista, 2010. Disponível em: http://www.estudosdotrabalho.org/anais-vii-7-seminario-trabalho-ret-2010/trabalhoscompletos-viist-2010.html Acesso em: 10/08/2014.

THOMPSON, E. P. Costumes em comum. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

Fontes:

ENTREVISTA. Benedito Newton Assuiti. (Digital). Produção: Mariana Esteves de Oliveira, Andradina, 2016, 18 min.

ENTREVISTA. Maria do Carmo Melo Sanches. (Digital). Produção: Mariana Esteves de Oliveira, Andradina, 2016, 38 min.

ENTREVISTA. Marisa Mariani Pardo. (Digital). Produção: Mariana Esteves de Oliveira, Andradina, 2016, 34 min.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 GEOFRONTER

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.