A CONTRIBUIÇÃO DA GEOGRAFIA PARA EDUCAÇÃO INTERCULTURAL NOS MUNICÍPIOS DE AMAMBAI, CAARAPÓ E DOURADOS (MS): UMA PROPOSTA DE PESQUISA

Solange Rodrigues da Silva, Flaviana Gasparotti Nunes

Resumo


Esta proposta de pesquisa tem por objetivo central analisar as práticas dos professores de Geografia atuantes nas escolas indígenas dos municípios de Dourados (MS), Caarapó (MS) e Amambaí (MS) na tentativa de apontar possíveis geografias menores (derivas minoritárias dessas práticas) como potencialidades para a efetivação da educação intercultural. Visando contribuir para a reflexão sobre a educação intercultural, por meio da análise de práticas e percursos educativos desenvolvidos na área de Geografia, analisaremos as propostas pedagógicas das escolas indígenas desses municípios e identificaremo, nas aulas de Geografia das escolas indígenas estudadas, a existência (ou não) de práticas e percursos educativos que se caracterizem como possíveis geografia menores. Para atingirmos os objetivos propostos, estamos realizando os seguintes procedimentos metodológicos: levantamento e estudo bibliográfico sobre o tema; análise dos principais referenciais curriculares sobre educação escolar indígena no Brasil; identificação e mapeamento das escolas indígenas do munícipios selecionados; levantamento e análise dos projetos pedagógicos das escolas; realização de entrevistas semi-estruturadas com coordenadores pedagógicos e professores de Geografia das escolas indígenas; acompanhamento in loco das aulas de Geografia nas escolas indígenas dos municípios pesquisados. Como esta é uma pesquisa ainda em desenvolvimento, apresentamos nesse artigo, apenas parte da análise realizada até o presente momento.


Palavras-chave


Educação Intercultural, Geografias Menores, Escolas Indígenas

Texto completo:

PDF

Referências


CANDAU, V. M. F. Sociedade multicultural e educação: tensão e desafios. In: ______. (Org.). Cultura(s) e educação: entre o crítico e o pós-crítico. Rio de Janeiro: DP&A, 2005, p. 13-37.

______. Direitos humanos, educação e interculturalidade: as tensões entre igualdade e diferença. Revista Brasileira de Educação. 2008, vol.13, n.37, p. 45-56. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v13n37/05.pdf. Acesso em: 20/10/2014

_____. Diferenças Culturais, Cotidiano Escolar e Práticas Pedagógicas. In: Currículo sem Fronteiras. V. 11, n. 02, PP. 240-255, jul/dez 2011. Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2011.

CAVALCANTI, L. de S. A Geografia e a realidade escolar contemporânea: avanços, caminhos, alternativas. Anais do I Seminário nacional: currículo em movimento – Perspectivas Atuais. Belo Horizonte, novembro de 2010.

______. O ensino de geografia na escola. Campinas, SP: Papirus, 2012. p. 45 – 47

COTA, M. das G. Educação escolar indígena e a questão da formação de Professores de geografia. Geografares. Vitória, 2003, n. 4, p. 79-88.

FERREIRA, B. Educação Escolar ou educação indígena? In: TEDESCHI, L. A. et al. (Orgs.) Abordagens Interculturais. Porto Alegre: Martins Livreiro-Editor, 2008, p. 173-178.

FLEURI, R. M. Intercultura e educação. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro, Ago. 2003. n. 23, p. 16-35.

GALLO, S. Em torno de uma educação menor. Educação e Realidade. P 169-178 jul/dez, 2002.

______. Deleuze e a Educação. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. 104 p.

MACIEL, F. D. A Geografia na educação escolar indígena: uma análise com base na Escola Municipal Polo Indígena Mbo’eroy Guarani Kaiowá – Amambai (MS). Monografia (Licenciatura em Geografia). Dourados, MS: UFGD, 2014.

MARQUES, R. R. Educação na Aldeia Te’yikue, em Caarapó, Mato Grosso do Sul – a conquista do curso de Técnico em Agroecologia. Anais 4° Seminário de Agroecologia de Mato Grosso do Sul. 2012. Disponível em: http://www.aba-agroecologia.org.br. Acesso em: 22/10/2014

OLIVEIRA JUNIOR, W. M. Grafar o espaço, educar os olhos. Rumo a geografias menores. Revista Pro-Posições, Campinas, v. 20, n. 3(60), p. 17-28, set/dez. 2009.

PALADINO, M. Educação escolar indígena no Brasil contemporâneo: entre a “revitalização cultural” e a desintegração do modo de ser tradicional. Dissertação de mestrado. Programa de Estudos de Pós-Graduação em Antropologia Social, Museu Nacional/ Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2001.

SANTOS, D. O que é Geografia? São Paulo, 2007, apostilado.

SILVA, D. M. da. O ensino de Geografia na educação escolar indígena: reflexões com base na Escola Municipal Indígena Ñandejara Poló em Caarapó (MS). Dissertação (Mestrado em Geografia). Dourados, MS: UFGD, 2016.

SILVA, S. R. da. A Geografia na educação escolar indígena: limites e Possibilidades para a construção da educação Intercultural. Dissertação (Mestrado em Geografia). Dourados, MS: UFGD, 2013.

SOUZA, T. de. Educação escolar indígena e as políticas públicas no município de Dourados/ms (2001-2010). Dissertação (Mestrado em Educação). Campo Grande, MS: Universidade Católica Dom Bosco, 2013.

TROQUEZ, M. C. C. Professores índios e transformações socioculturais em um cenário multiétnico: a Reserva Indígena de Dourados (1960-2005). Dissertação (Mestrado História). Dourados, MS: UFGD, 2006.

TUBINO, F. Del Interculturalismo Funcional al Interculturalismo Crítico. 2004. Disponível em: www.pucp.edu.pe/ridei/pdfs/inter_funcional.pdf>. Acesso 01/10/2014.

RAMOS, A. D; KNAPP, C.; TEDESCHI, L. A. Para uma interculturalidade efetiva: um diálogo a partir dos estudos descoloniais. In: Losandro Antonio Tedeschi. (Org.). Leituras de gênero e interculturalidade. 1ed. Dourados, MS: Editora UFGD, 2013, v. 1, p. 523-543.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 GEOFRONTER

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.