EQUIPAMENTOS CULTURAIS EM JARDIM/MS: POR QUE VALORIZÁ-LOS?

Eduardo Henrique de Oliveira Lima, Evandro Dias da Silva

Resumo


Ao longo de mais de quatro anos trabalhando no Museu da CER-3 (Comissão de Estradas de Rodagem nº 3) e no Cemitério dos Heróis da Retirada da Laguna (CHRL), sempre somos questionados da real importância dos equipamentos culturais existentes no município de Jardim-MS. Estes locais salvaguardam a memória da formação territorial jardinense. Para se compreender quem é o seu povo, são paradas obrigatórias. São bens culturais que constituem, simultaneamente, patrimônio material e imaterial, zelados por aqueles que se dispõem a serem seus guardiões. Inclusive, estes bens são a salvaguarda perpétua da memória do desenvolvimento local. A partir da apresentação de referências teóricas, dados e experiências pessoais, este artigo se propõe a demonstrar a importância de valorizar a temática cultural.

Palavras-chave


Equipamento Cultural; Retirada da Laguna; CER-3; Formação Territorial

Texto completo:

PDF

Referências


Acervo Histórico da 4ª Companhia de Engenharia de Combate Mecanizada. Jardim, 2019.

ABREU, S.. Planejamento governamental: a SUDECO no espaço mato-grossense - contexto, propósitos e contradições. São Paulo, 2001, Tese (doutorado em Geografia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

ARRAIS, M. E.. A Marcha para o Oeste e o Estado Novo: a conquista dos sertões. 2016. 17f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) – Instituto de Ciências Humanas, Universidade de Brasília, Brasília, 2016.

CAMPESTRINI, H.; GUIMARÃES, A. V.. História de Mato Grosso do Sul. Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, 1991.

CORRÊA, R. L.. A dimensão cultural do espaço: alguns temas. Espaço e cultura, n. 1, p. 1-22, 1995.

COSTA, A. A.; FARIAS, P. S. C.. Formação Territorial do Brasil. Campina Grande: EdUEP, 2009.

DALMOLIN, J. V.; SOUZA, E. L.. Memorial Descritivo do Cemitério dos Heróis da Retirada da Laguna. Jardim: Livraria e Editora Tira-Teima, 2011.

DALMOLIN, J. V.. Memorial Histórico do Cambaracê. 2018.

D'ANGROGNE, M.. Heróis Esquecidos – Perfazendo o itinerário da Retirada da Laguna. 1926.

DOMINGUES, C. M.. A comissão de linhas telegráficas do Mato Grosso ao Amazonas e a Integração do Noroeste. XIV Encontro Regional da ANPUH-Rio Memória e Patrimônio. Rio de Janeiro:[s.n.], v. 19, 2010.

ESSELIN, P. M.; JÚNIOR, C. M. . A Retirada Da Laguna E A Guerra Da Tríplice Aliança Contra O Paraguai. Porto Alegre: FCM, 2018.

FILHO, L. C. R.; OTA, D. C.. Etnografia do cinema e cinejornal na Serra da Bodoquena: história e memória social nas construções identitárias de Jardim-Ms. Comunicação & Mercado. Dourados - MS, vol. 01, n. 02, p. 194-207, nov 2012.

GRANDE, N.. Arquitecturas da Cultura: Política, Debate, Espaço, Porto, 2009, Tese (Doutorado. em Arquitectura) - DARQ/FCTUC, Universidade de Coimbra.

GUIMARÃES, A. V.. Seiscentas Léguas a pé. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1999.

LÉVI-STRAUSS, C. "Aula Inaugural". In: ALBA ZALUAR (org.). Desvendando máscaras

sociais. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1975, p. 211-244.

OLIVEIRA, F. Crítica à razão dualista/O ornitorrinco. São Paulo, Boitempo, 2003.

QUEIROZ, O. Guia Lopes da Laguna e Jardim. 1955.

RIGHI, M. G.. O Homem espiritual: um estudo do sagrado - a metafísica do desejo e a formação do humano, São Paulo, 2015, Dissertação (Mestrado em Ciência da Religião) - Pontifícia Universidade Católica.

TAUNAY, A. E. A Retirada da Laguna. 1874.

__________ . Dias de Guerra e de Sertão. Comp. Melhoramentos de S. Paulo, 1927.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 GEOFRONTER

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GEOFRONTER - ISSN 2447-9195