REFLEXOS DAS INTERVENÇÕES HUMANAS EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA URBANA: UMA ANÁLISE DE USO E OCUPAÇÃO ATRAVÉS DE ÍNDICES DE QUALIDADE DE ÁGUA

Sarah Couto de Freitas

Resumo


Os espaços contemporâneos lidam com processos de urbanização, geração de resíduos, produção industrial, produção de alimentos em área urbana com manejo inadequado do solo, entre outros. A bacia hidrográfica, unidade territorial de planejamento, reflete tais dinâmicas na qualidade de água dos seus cursos hídricos. Para avaliar os impactos do uso e ocupação dados à uma bacia hidrográfica urbana, foram utilizados 2 índices biológicos, BMWP e ASPT, que atribuem valores à qualidade de água e indicam ações necessárias na gestão hídrica. Ambos os índices classificaram os córregos de uma bacia urbana como péssimos e provável poluição severa, com urgência de medidas mitigatórias.

Palavras-chave


Índices Biológicos; Bacia Hidrográfica do Córrego Segredo; Macroinvertebrados Bentônicos

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, E.; SILVA, P., Análise ambiental das bacias hidrográficas do espaço urbano de Campo Grande/MS, in: XXI Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, nov. 2015.

CAMPO GRANDE. Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano – PLANURB. Perfil Socioeconômico de Campo Grande/Instituto Municipal de Planejamento Urbano – PLANURB. 24 ed. Campo Grande, 2017.

CHALAR, G. Composicíon y abundancia Del zoobentos Del Arroyo Toledo (Uruguay) y su relación com La calidad de água. Revista Chilena de História Natural. v. 67, p. 129-141, 1994.

FREITAS, Sarah Couto de; ANDRADE, Maria Helena da Silva. Áreas Úmidas Antropogênicas em Áreas de Preservação Permanente. In: XVII Encontro de Geógrafos da América Latina. 2019.

FREITAS, Sarah Couto de; ANDRADE, Maria Helena da Silva; ELEUTÉRIO, Alan dos Santos; MAZZO, Augusto Ricardo Verginelli. Qualidade Ecológica da Água de uma Bacia Hidrográfica Urbana e a Relação com o Uso e Ocupação da Terra. In: Workshop Internacional de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável em Bacias Hidrográficas. 2019.

GONCALVES, Fábio Bertolini; MENEZES, Márcia Santos de. Análise comparativa de índices bióticos de avaliação de qualidade de água, utilizando macroinvertebrados, em um rio litorâneo do estado do Paraná, sul do Brasil. Biota Neotrop., Campinas , v. 11, n. 4, p. 27-36, Dec. 2011 . Available from . access on 26 Sept. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/S1676-06032011000400002.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico 2010. Disponível em: Acesso em: jun./2019.

_____. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades. Disponível em: Acesso em: agosto/2019.

JACOBI, Pedro Roberto; BARBI, Fabiana. Democracia e participação na gestão dos recursos hídricos no Brasil. Revista Katálysis, v. 10, n. 2, p. 237-244, 2007.

JUNQUEIRA, M. V. et al. Biomonitoramento da qualidade das águas da Bacia do Alto Rio das Velhas (MG/Brasil) através de macroinvertebrados. Acta Limnologica Brasiliensia, v. 12, n. 1, p. 73-87, 2000.

LEAL, A. C. et al. Gestão das Águas no Pontal do Paranapanema - São Paulo. 2000. Tese (Doutorado em Geociências) – Instituto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo.

MMA. Ministério do Meio Ambiente. Dispõe sobre a Definição de Áreas Úmidas Brasileiras e sobre o Sistema de Classificação destas Áreas. Recomendação nº7 de 11 de junho de 2015. Brasília: MMA, 2015.

MONTEIRO, T. R.; OLIVEIRA, L. G.; GODOY, B. S. Biomonitoramento da qualidade de água utilizando macroinvertebrados bentônicos: adaptação do índice biótico BMWP à bacia do rio Meia Ponte-GO. Oecologia brasiliensis (online), 12 (3): 553-563, Rio de Janeiro, 2008.

OLIVEIRA, P. T. S de et al. Geoprocessamento como ferramenta no licenciamento ambiental de postos de combustíveis. Revista Sociedade & Natureza, v. 20, n. 1, p. 87-99, 2008.

SADIN, L. JOHSON, R.K. The statistical power of selected indicator metrics using macroinvertebrates for assessing acidification and eutrophication of running waters. In: Jungwirth, M., et al. Assessing the Ecological Integrity of Running Waters. Springer, Dordrecht, 2000. p. 233-243.

SILVA, Kelves Williames dos Santos; EVERTON, Nafitalino dos Santos; MELO, Mauro André Damasceno de. Aplicação dos índices biológicos Biological Monitoring Working Party e Average Score per Taxon para avaliar a qualidade de água do rio Ouricuri no Município de Capanema, Estado do Pará, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude, Ananindeua , v. 7, n. 3, p. 13-22, set. 2016 . Disponível em . acessos em 26 set. 2019. http://dx.doi.org/10.5123/S2176-62232016000300002.

SOUZA, Francine Novais. Utilização de Insetos Aquáticos como Indicadores da Qualidade das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Almada – Bahia, 2013. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente) – Programa de Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus.

TUCCI, C. E. M. Gestão de águas pluviais urbanas. Programa de Modernização do Setor Saneamento, Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental. Brasília: Ministério das Cidades, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 GEOFRONTER

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.