A FORMAÇÃO TERRITORIAL DA CONURBAÇÃO GUIA LOPES - JARDIM-MS: DA LAGUNA À CER-3

Autores

  • Eduardo Henrique de Oliveira Lima Exército Brasileiro
  • Evandro Dias da Silva Exército Brasileiro

Palavras-chave:

Formação Territorial, Conurbação, Retirada da Laguna, CER-3, Integração

Resumo

Este artigo busca analisar a epopeia da formação territorial dos municípios de Guia Lopes da Laguna e Jardim, separados e unidos pelo rio Miranda. Esta conurbação tem origem na ação dos militares do Exército, tendo como recorte temporal o período que vai da fundação da Fazenda Jardim (1858), ao funcionamento da Comissão de Estradas de Rodagem nº 3 (CER-3), entre 1945 e 1984. A questão central deste trabalho é analisar o surgimento e o desenvolvimento de Guia Lopes da Laguna e de Jardim, localizadas na porção Sudoeste do Mato Grosso do Sul. Para tanto, traçamos um panorama histórico-geográfico desse espaço, para explicar os processos pelos quais o Exército Brasileiro atuou como facilitador da integração, ocupação, e consequente povoamento da desta porção territorial ao restante do país.

Biografia do Autor

Eduardo Henrique de Oliveira Lima, Exército Brasileiro

Licenciado em Geografia pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Política, Geopolítica, Geografia do Mato Grosso do Sul, Formação Territorial do Brasil, Organização do Espaço Brasileiro, e História Regional do Mato Grosso do Sul. Pesquisador: da Guerra da Tríplice Aliança, com enfoque nos eventos da Epopeia da Retirada da Laguna; da formação territorial do Mato Grosso do Sul, com ênfase na implementação do modal rodoviário no Sudoeste do Mato Grosso do Sul pela Comissão de Estradas de Rodagem nº 3 (CER-3). Atualmente, colabora com a gestão  da Sala de Exposição da Retirada da Laguna, em Jardim-MS

Evandro Dias da Silva, Exército Brasileiro

Licenciado em História pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Tem experiência na área de História, com enfoque em História Regional. Pesquisador da formação e desenvolvimento do Sudoeste de Mato Grosso do Sul, com ênfase nos municípios de Jardim e Guia Lopes da Laguna. Tem grande experiência na gestão de projetos culturais, tendo participado como pesquisador no projeto de revitalização do Museu Marechal Machado Lopes, em Aquidauana-MS, e, atualmente como gestor da Sala de Exposição da Retirada da Laguna, em Jardim-MS.

Referências

ALVES, Gilberto Luiz. MATO GROSSO E A HISTÓRIA: 1870-1929 (Ensaio sobre a transição do domínio econômico da casa comercial para a hegemonia do capital financeiro). Boletim Paulista de Geografia, n. 61, p. 5-82, 2017.

ALVES JR, Gilberto Torres. O planejamento governamental e seus reflexos na estrutura fundiária de Mato Grosso. Caminhos de Geografia, v. 4, n. 9, p. 17-30, 2003.

AMAYO, Enrique. A Guerra do Paraguai em perspectiva histórica. Estudos avançados, v. 9, n. 24, p. 255-268, 1995.

CAMPESTRINI, H.; GUIMARÃES, A. Vaz. História de Mato Grosso do Sul. Campo Grande: TJMS, 1991.

COLAVITE, Ana Paula; BARROS, Mirian Vizintim Fernandes. Geoprocessamento aplicado a estudos do caminho de Peabiru. Revista da ANPEGE, v. 5, n. 05, p. 86-105, 2009.

COSTA, W. M. da. O Estado e as políticas territoriais no Brasil. 11 ed. São Paulo: Editora Contexto, 2013.

DOMINGUES, Cesar Machado. A comissão de linhas telegráficas do Mato Grosso ao Amazonas e a Integração do Noroeste. XIV Encontro Regional da ANPUH-Rio Memória e Patrimônio. Rio de Janeiro:[sn], v. 19, 2010.

ESSELIN, Paulo Marcos. A pecuária bovina no processo de ocupação e desenvolvimento econômico do pantanal sul-mato-grossense (1930-1910). Dourados: Ed. UFGD, 2011.

FILHO, Orlando de Miranda. A Ocupação do Sul de Mato Grosso na Guerra do Paraguai (1964-1870). Porto Alegre: FCM Editora. 2016.

FONSECA, Vinicius Rajão da. Discussões acerca da necessidade de instalação de colônias agrícolas no sul de Mato Grosso (1889-1920). Fronteiras: Revista Catarinense de História, n. 23, p. 145-145, 2014.

GUILLEN, Isabel C. Martins. A luta pela terra nos sertões de Mato Grosso. Estudos Sociedade e Agricultura, n. 12, p. 148-168, abr. 1999.

GUIMARÃES, Acyr Vaz. Seiscentas Léguas a pé. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1999.

GOMES, L. 1808: como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a história de Portugal e do Brasil. Globo Livros, 2014.

HARVEY, David. Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. 15. ed. Tradução de Adail Ubirajara Sobral e Maria Stela Gonçalves. Rio de Janeiro: Edições Loyola, 2006.

ISUANI, E. A. Três enfoques sobre o conceito de Estado. Revista de Ciência Política, v. 27, n. 1, p. 35-48, 1984.

JUNIOR, V. J. Wesz et al. Transformações agrárias em Mato Grosso (Brasil): um olhar a partir dos Censos Agropecuários (1940-2006). História Agrária. Revista de Agricultura e História Rural, n. 72, p. 167-194, 2017.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2003. 5ª ed.

LENHARO, A. Colonização e trabalho no Brasil: Amazônia, Nordeste e Centro-Oeste.

Campinas: Unicamp, 1986.

LIMA, Eduardo H. de O.; MATTOS, E. dos S..CER-3: Pavimentando a identidade brasileira no sul do então Mato Grosso. Geofronter, Campo Grande, n. 4, v. 4, p. 100-123, 2018.

______________; SILVA, Evandro Dias da. Equipamentos culturais em Jardim-MS: por que valorizá-los?. Geofronter, Campo Grande, n. 5, v. 4, p. 21-50, 2019.

MAESTRI, Mário. Mar Del Plata. Porto Alegre: FCM, 2016.

MARTINS, G. R. Breve painel etno-histórico do Mato Grosso do Sul. Campo Grande: UFMS/FNDE, 1992.

MATTOS, Carlos de Meira. Geopolítica. v 3. Rio de Janeiro: FGV, 2011.

MATO GROSSO DO SUL. Plano de recursos hídricos da bacia hidrográfica do rio Miranda. Campo Grande: IMASUL, Deméter Engenharia Ltda, 2015.

MORAES, Antonio Carlos Robert. Notas sobre formação territorial e políticas ambientais no Brasil. Revista Território, v. 4, n. 7, p. 43-50, 1999.

NOGUEIRA, R. J. Batista. Fronteira: espaço de referência identitária. Ateliê Geográfico, v. 1, n. 2, p. 27-41, 2007.

QUEIROZ, Odilon. Guia Lopes da Laguna e Jardim. 1955

RODRIGUES, A. de J. Geografia: introdução à ciência geográfica. São Paulo: Avercamp, 2008.

SANTOS, Inácio Alvarez. Jardim, 38 Anos de História. Editora Apa, 198-.

TAUNAY, Alfredo D.’Escragnolle. Visconde de. A Retirada de Laguna: Episódios da Guerra do Paraguay. Rio de Janeiro: Ediouro, 1871.

______________. Memórias. São Paulo: Edições melhoramentos, 1994.

TESSARI, Leandro Marcos. Processo de expansão urbana e conurbação em uma aglomeração urbana não-metropolitana no interior paulista. 2009. 163 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2009.

ZANETTINI ARQUEOLOGIA. Projeto Arqueológico Santiago de Xerez, Município de Aquidauana – Mato Grosso Do Sul. Relatório Final. São Paulo: Zanettini Arqueologia, 2010.

Downloads

Publicado

05/03/2021

Como Citar

Lima, E. H. de O., & Silva, E. D. da. (2021). A FORMAÇÃO TERRITORIAL DA CONURBAÇÃO GUIA LOPES - JARDIM-MS: DA LAGUNA À CER-3. GEOFRONTER, 7(1). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/GEOF/article/view/5456

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)