FORMAÇÃO E DINÂMICA SOCIOESPACIAL DO MUNICÍPIO DE GANDU - BA

Autores

Palavras-chave:

Aspectos Socioespaciais, Crise do Cacau, Relação Campos-Cidade.

Resumo

Ao longo do tempo o município de Gandu tem passado por várias transformações que afetaram o seu dinamismo demográfico e socioeconômico. Por sua vez, essas mudanças têm sido reflexo das crises que ocorreram na lavoura cacaueira ao longo do tempo, principalmente, a última que foi causada pelo fungo vassoura de bruxa. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo fazer uma análise da formação socioespacial do município de Gandu, dando ênfase aosaspectos: demográfico e socioeconômico. Os procedimentos metodológicos usados para realização dessa pesquisa foram: a revisão de literatura, o levantamento de dados secundários e a construção de uma base cartográfica que resultou no mapa de localização espacial do município de Gandu. Como resultado obtido, constatou - se que o município sofreu pertinentes alterações socioespaciais, característico do processo de urbanização contemporâneo.

Biografia do Autor

Ecirio Barreto Oliveira, Universidade do Estado da Bahia

Licenciado em Geografia pela Universidade do Estado da nabia, UNEB Campus V. Especialista em Ensino de Geografia pela Faculdade de Ciência Educacionais. Mestrando em Estudos Territoriais pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB Campus I.  Professor de Geografia da Rede Pública Estadual da Bahia.

Gilmar Alves Trindade, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC - BA

Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Santa Cruz - Bahia(1993) e Mestrado em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (2001). Atualmente é professor da Universidade Estadual de Santa Cruz. Concluiu Doutorado na Universidade Federal de Sergipe (UFS) em Dezembro de 2011, defendendo a Tese "Aglomeração Itabuna - Ilhéus: cidade, região e rede urbana". Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Ensino de Geografia e produção do espaço urbano e regional. Atua especialmente nas seguintes áreas: Geografia Urbana; Redes, cidades e Territorialidades no sul da Bahia; Epistemologia geográfica e Fundamentos e Metodologias do ensino de Geografia. Possui artigos publicados em revistas científicas e livros publicados e em co-autoria com colegas geógrafos.

Referências

ALVES, Flamarion Dutra; VALE, Ana Rute do. A RELAÇÃO CAMPO-CIDADE E SUAS LEITURAS NO ESPAÇO. ACTA Geográfica, Boa Vista, Ed. Esp. Geografia Agrária, 2013. p. 33-41. Disponível em <https://revista.ufrr.br/actageo/article/view/1938> Acesso em: 20. Jan. 2020.

CORRÊA, Roberto Lobato. Região e organização espacial. 5. ed São Paulo: Ática, 1995.

______. Perspectivas da urbanização brasileira – uma visão geográfica para o futuro próximo. In: PEREIRA, Elson Manoel; DIAS, Leila Christina Duarte (Orgs). As cidades e a urbanização no Brasil: passado, presente e futuro. Florianópolis: Insular, 2011.

COUTO, V.A. O território do cacau no contexto da mundialização. Bahia Análise & Dados, Salvador, v.9, n4, p.38-52.mar.2000. Disponível em: < http://www.sei.ba.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=981&Itemid=284> Acesso em: 20. Jan. 2020.

DEÁK, Csab; SCHIFFER, Sueli Ramos.O processo de urbanização no Brasil: Falas e façanhas.In: DEÁK , Csab; SCHIFFER, Sueli Ramos (orgs). O processo de urbanização no Brasil. 2. ed. São Paulo: EDUSP, 2010.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. IBGE CIDADES, 2020. Disponível em < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/gandu/panorama > Acesso em: 23. Jan. 2020.

______. Sistema IBGE de Recuperação Automática – SIDRA, 1970-2010. Disponível em < https://sidra.ibge.gov.br/tabela/200#resultado > Acesso em: 25. Jan. 2020.

______. Sistema IBGE de Recuperação Automática – SIDRA,1974-2018. Disponível em: < https://sidra.ibge.gov.br/Tabela/1613 > Acesso em: 23. Jan. 2020.

______. Gandu-BA. 2019.Disponível em:<https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/

dtbs/bahia/gandu.pdf>. Acesso em: 16 Jan. 2020.

______. Itamari-BA. 2019, Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/itamari/historico > Acesso em:16. Jan. 2020.

______. Nova Ibiá.2019. Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/nova-ibia/historico > Acesso em: 17. Jan. 2020.

NEVES, Karina Fernanda Travagim Viturino. Formação territorial do sul da Bahia e produção não-convencional do cacau. 2018. 250f. Tese (Doutorado em Geografia) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-14122018-125956/publico/2018_KarinaFernandaTravagimViturinoNeves_VCorr.pdf > Acesso em: 28. Jan. 2020.

RAFFESTIN, Claude. Por uma geografia do poder. São Paulo: Ática, 1993.

SANTOS, Milton. Zona do Cacau: introdução ao estudo geográfico. 2. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1957.

______. Espaço e método. 4. ed São Paulo: Nobel, 1997

______. Metamorfoses do espaço habitado: fundamentos teóricos e metodológicos da geografia. 6. ed. São Paulo: EDUSP, 2008.

______. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. Santos, Milton (Org). – 4.ed.5reimpr. –São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2009.

______. Da Totalidade ao Lugar. Santos, Milton (Org). – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005.

SEI. SUPERITENDÊNCIA DOS ESTUDOS SOCIAIS E ECONÔMICOS DA BAHIA. Consulta ao banco de dados, 2016. Disponível em: <http://sim.sei.ba.gov.br/sim/tabelas.wsp#.> Acesso em: 28. Jan. 2020.

______. Consulta ao banco de dados, 2002 - 2017. Disponível em < http://sim.sei.ba.gov.br/sim/tabelas.wsp# > Acesso em : 28 de Jan. 2020.

Consulta ao banco de dados.2010. Disponível em :< http://sim.sei.ba.gov.br/metaside/consulta/frame_metadados.wsp?tmp.tabela=t81 > Acesso em:17 Dez. 2019.

______. Consulta ao banco de dados. 2016. Disponível em :< http://sim.sei.ba.gov.br/metaside/consulta/frame_metadados.wsp?tmp.tabela=t85 > Acesso em:17 Dez. 2019.

______. Consulta ao banco de dados. 2014. Disponível em :< http://sim.sei.ba.gov.br/metaside/consulta/frame_metadados.wsp?tmp.tabela=t38 Acesso em:17 Dez. 2019.

______. Território de Identidade do Baixo Sul, 2016. Disponível em < http://www.sei.ba.gov.br/site/resumos/indicadores/indicadores_2911204.pdf > Acesso em: 28. Jan. 2020.

SILVA, Adriana Oliveira da. ESCREVENDO A CIDADE: TRAJETÓRIA DA CONSTRUÇÃO DE GANDU – 1930-1958. Anais do III Encontro Estadual de História: Poder, cultura e diversidade [CD-ROM]/Organização Jairo Carvalho do Nascimento e Luiz Henrique dos Santos Blume. Associação Nacional de História-Seção Bahia.Caetité: UNEB,2007.

SOUZA, Marcelo Lopes de. Mudar a cidade: uma introdução crítica ao planejamento e à gestão urbanos. 4. Ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

TRINDADE, Gilmar Alves. Aglomeração Itabuna – Ilhéus: rede urbana regional e interações espaciais. TRINDADE, Gilmar Alves (orgs) – Ilhéus/BA: Editus, 2014.

______. Aglomeração Itabuna –Ilhéus: cidade, região e rede urbana.2011. 361 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Núcleo de Pós-Graduação em Geografia – NPGEO, Universidade Federal de Sergipe – UFS, São Cristovão, Dez. de 2011. Disponível em: < http://www.biblioteca.uesc.br/biblioteca/bdtd/732820572t.pdf > Acesso em: 22. Jan. 2020.

Downloads

Publicado

05/03/2021

Como Citar

Oliveira, E. B., & Trindade, G. A. (2021). FORMAÇÃO E DINÂMICA SOCIOESPACIAL DO MUNICÍPIO DE GANDU - BA. GEOFRONTER, 7(1). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/GEOF/article/view/5544

Edição

Seção

Artigos