UNIDADES DE CONSERVAÇÃO NO VALE DO RIO ARAGUAIA, GOIÁS-BRASIL: CONSOLIDAÇÃO E AMPLIAÇÃO COMO ESTRATÉGIAS DE POLÍTICA AMBIENTAL PARA A REGIÃO

Autores

Palavras-chave:

Unidades de Conservação, Recursos Naturais, Hidrografia, Meio Ambiente.

Resumo

O Desenvolvimento urbano, o crescimento demográfico e as alterações ambientais têm sérios impactos nas reservas de recursos naturais em todo o mundo. O mesmo acontece de forma acentuada no vale do Rio Araguaia no Estado de Goiás, onde uma estratégia para minimizar essas degradações seria a criação de mais Unidades de Conservação (UCs). A pesquisa fundamentou-se em estudos de casos, objetivando avaliar o quantitativo de UCs nas adjacências do Rio Araguaia. Os resultados revelaram a existência de apenas cinco unidades de conservação adjacentes ao Rio Araguaia, sendo duas unidades de proteção integral (Parque Nacional das Emas e Parque Estadual do Araguaia) e três unidades de Uso Sustentável (Floresta Estadual do Araguaia, Reserva Extrativista Lago do Cedro e área de proteção ambiental do Encantado). Com a finalidade de preservar e conservar essa importante região do Centro Oeste do Brasil, a implantação de um número maior de Unidades de Conservação e a consolidação das unidades existentes, torna-se uma estratégia política ambiental essencial para a efetiva proteção da biodiversidade e dos recursos naturais da região.

Biografia do Autor

Rildo Vieira de Araújo, Instituto Federal de Mato Grosso - Barra do Garças

Prof. Dr. em Ciências Ambientais

Ana Cristina de Almeida Ribeiro, Universidade Federal de Mato Grosso

Graduada em Biologia

Francisco Sousa Lira, Universidade Federal de Goiás

Mestrando em Ciências Ambientais

Romildo Camargo Martins, Universidade Católica Dom Bosco - Campo Grande

Doutorando no Departamento de Ciências Ambientais e Sustentabilidade Ambiental – Universidade Católica Dom Bosco -MS

Gabriel Paes Herrera, Finance and Economics. Griffith University

Doutorando Department of Accounting

Reginaldo Brito Costa, Universidade Católica Dom Bosco – Campus Mato Grosso do Sul

Prof. Dr. em Ciências Ambientais e Sustentabilidade Ambiental

Referências

AGÊNCIA BRASIL. Parque Nacional de Itatiaia comemora 80 anos com novidades para os visitantes. 2017. Disponível em< https://www.itatiaia.com.br/noticia/parque-nacional-de-itatiaia-comemora-80-anos>. Acesso em: 2 abr 2021.

AUSTRIA. Environmental Protection. 2021. Disponível em https://www.austria.org/environmental-protection. Acesso em: 3 abr 2021.

ICMBIO. Parque Nacional do Itatiaia celebra 78 anos de criação. Comunicação ICMBio. 2015.Disponível em :< https://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/6855-parque-nacional-do-itatiaia-celebra-78-anos-de-criacao> Acesso em: 3 abr 2021.

ICMBIO. História O Parque Nacional Da Chapada Dos Veadeiros. 2021.Disponível em:<https://www.icmbio.gov.br/parnachapadadosveadeiros/quem-somos/historia.html>. Acesso em: 2 abr 2021.

IMB. Instituto Mauro Borges. Goiás - Visão Geral. 2021. Disponível em: https://www.imb.go.gov.br/sobre-goias.html. Acesso em: 2 fev 2020.

IMB. Instituto Mauro Borges. SIEG. 2021. Geoinformação. Disponível em<https://www.imb.go.gov.br/geoinforma%C3%A7%C3%A3o.html>.

MARCUZZO, Suzane Bevilacqua; VIERA Márcio (April 17th 2015). Ecological Restoration in Conservation Units, Biodiversity in Ecosystems - Linking Structure and Function, Yueh-Hsin Lo, Juan A. Blanco and Shovonlal Roy, IntechOpen, DOI: 10.5772/59090. Available from: https://www.intechopen.com/books/biodiversity-in-ecosystems-linking-structure-and-function/ecological-restoration-in-conservation-units. Acesso em: 2 abr 2021.

MMA. Ministério do meio Ambiente. Unidades de conservação ajudam a preservar recursos hídricos. Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA), 2015.Disponível em: http://arpa.mma.gov.br/unidades-de-conservacao-ajudam-a-preservar-recursos-hidricos/. Acesso em: 2 abr 2021.

NATIONAL GEOGRAPHIC. Conservation is the act of protecting Earth’s natural resources for current and future generations. 2019.Disponível em:< https://www.nationalgeographic.org/encyclopedia/conservation/>. Acesso em: 2 abr 2021.

NATIONAL PARK FOUNDATION. Our National Parks History: Yellowstone Information. Washington, 2021.

PAIVA, A. V. M. (2003) Aspectos Legais das Áreas de Proteção Ambiental: Conceito

Lega, Plano de Manejo, Zonas de Amortecimento, Conselho, Limitações a Propriedade e Indenização. In: GUAPYASSÚ, Sandra Maria dos Santos (Ed.). Gerenciamento de Áreas de Proteção Ambiental no Brasil. Curitiba: Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, 2003.144p.

PUCB. Painel Das Unidades de Conservação Brasileiras. Dados das

unidades de conservação cadastradas no estado de Goiás.2021. Disponível em: https://app.powerbi.com/view?r=eyJrIjoiMjUxMTU0NWMtODkyNC00NzNiLWJiNTQtNGI3NTI2NjliZDkzIiwidCI6IjM5NTdhMzY3LTZkMzgtNGMxZi1hNGJhLTMzZThmM2M1NTBlNyJ9. Acesso em: 18 abr 2021.

SAGRES. Ronaldo Caiado assina decreto de criação do Parque Estadual Águas do Paraíso. 2020.Disponível em < https://sagresonline.com.br/ronaldo-caiado-assina-decreto-de-criacao-do-parque-estadual-aguas-do-paraiso/>. Acesso em: 2 abr 2021.

SECOM. Caiado assina acordo que destina R$ 11 mi ao Juntos pelo Araguaia. 2021.Disponível em: <https://www.goias.gov.br/servico/33-meio-ambiente/124611-no-dia-mundial-da-%C3%A1gua,-governador-assina-protocolo-de-inten%C3%A7%C3%B5es-que-destina-r$-11-milh%C3%B5es-ao-programa-juntos-pelo-araguaia.html>.

SEDAM. Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental. Unidade de proteção integral. 2021. Disponível em: <http://cuc.sedam.ro.gov.br/unidades-de-conservacao-de-protecao-integral/>. Acesso em: 11 abr 2021.

SEMAD. Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás. Floresta Estadual do Araguaia (FLOE Araguaia). Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás, 2020. Disponível em: https://www.meioambiente.go.gov.br/component/content/article/118-meio-ambiente/unidades-de-conserva%C3%A7%C3%A3o/1158-floresta-estadual-do-araguaia-floe-araguaia.html?Itemid=101. Acesso em: 2 abr 2021.

SNIF. Sistema Nacional de Informações Florestais. Unidades de Conservação - Tabelas e Gráficos. 2020.Disponível em< https://snif.florestal.gov.br/pt-br/dados-complementares/225-sistema-nacional-de-unidades-de-conservacao-tabelas-e-graficos> Acesso em: 09 abr 2021.

SNIF. Sistema Nacional de Informações Florestais. Unidades de Conservação. Disponível <https://snif.florestal.gov.br/pt-br/?option=com_content&view=article&id=211:sistema-nacional-de-unidades-de-conservacaoo&catid=91> Acesso em: 09 abr 2021.

SUEZ. Water resources preservation. SUEZ in the world. Paris. 2018. Disponível em <https://www.suez.com/en/WHAT-WE-DO> Acesso em: 30 nov 2018.

UC. Unidades de Conservação no Brasil. Reserva Extrativista Lago do Cedro. 2010. Disponível em:< https://uc.socioambiental.org/pt-br/arp/4511>. Acesso em: 12 abr 2021.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre, RS: Bookman, 2005. 212 p.

Downloads

Publicado

05/11/2021

Como Citar

Araújo, R. V. de, Ribeiro, A. C. de A., Lira, F. S., Martins, R. C., Herrera, G. P., & Costa, R. B. (2021). UNIDADES DE CONSERVAÇÃO NO VALE DO RIO ARAGUAIA, GOIÁS-BRASIL: CONSOLIDAÇÃO E AMPLIAÇÃO COMO ESTRATÉGIAS DE POLÍTICA AMBIENTAL PARA A REGIÃO. GEOFRONTER, 7(1). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/GEOF/article/view/6693

Edição

Seção

Artigos