O ESPAÇO SAGRADO

Autores

Palavras-chave:

Sagrado; Espaço Sagrado; Geografia.

Resumo

O presente texto pretende discutir a noção de espaço sagrado – fundamental para os estudos de geografia da religião, e também aproveitada por outros campos do conhecimento. Nesse domínio, geógrafos e outros cientistas, sobretudo sociólogos, são referenciais. As faculdades do sagrado, a qualificação que proporciona ao espaço e a experiência humana com este fenômeno formam o temário apresentado. De caráter singular, o lugar sagrado é ainda visto em sua qualidade incomum. Da interação do homem com o espaço sagrado, reconhece-se a multiplicidade de fontes pelas quais os crentes admitem as santidades dos lugares, dando mote ao conhecimento de certa categorização de espaços sagrados.

Referências

BERGER, Peter Ludwig. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo: Paulus, 1985.

CARBALLO, Cristina Teresa. Hierópolis como espacios em construcción: las prácticas peregrinas en Argentina. In: ROSENDAHL, Z. (Org.). Trilhas do sagrado. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2010.

CLAVAL, Paul. A geografia cultural. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1999.

CORRÊA, Aureanice de Mello. Irmandade da Boa Morte como manifestação cultural afro-brasileira: de cultura alternativa à inserção global. 323 f. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2004.

CORRÊA, Roberto Lobato. Formas simbólicas e espaço – algumas considerações. Aurora Geography Journal, v.1, p.11-19, 2007.

COSTA, Otávio José Lemos. Canindé e Quixadá: construção e representação de dois lugares sagrados no sertão cearense. 216 f. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2011.

DARDEL, Eric. O homem e a terra: a natureza da realidade geográfica. São Paulo: Perspectiva, 2011.

DURKHEIM, Émile. As formas elementares da vida religiosa. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

ELIADE, Mírcea. O sagrado e o profano. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

GIL FILHO, Sylvio Fausto. Espaço sagrado: estudos em geografia da religião. Curitiba: Ibpex, 2008.

MERCIER, Guy. La ville entre la science et la foi. In: Géographie et Cultures, n. 23. Paris, 1997. pp. 5-22.

PARK, Chris. Religion and geography. In: Hinnells, J. (ed). Routledge Companion to the Study of Religion. London: Routledge, 2004. p. 1-29.

ROSENDHAL, Zeny. Espaço e religião: uma abordagem geográfica. Rio de Janeiro: UERJ, NEPEC, 1996.

______. O sagrado e sua dimensão espacial. In: CASTRO, Iná Elias de; GOMES, Paulo César da Costa; CORRÊA, Roberto Lobato (Org). Olhares geográficos: modos de ver e viver o espaço. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

______. Tempo e temporalidade, espaço e espacialidade: a temporalização do espaço sagrado. Espaço e Cultura, UERJ, RJ, n. 28, p. 09-25, Jan./Jun.; 2014.

SANTOS, Maria da Graça Mouga Poças. Espiritualidade, Turismo e Território: Estudo Geográfico de Fátima. Estoril: Principia, 2006.

STUMP, Roger W. The geography of religion: faith, place, and space. Lanham, Rowman & Littlefield Publishers, 2008.

TUAN, Yi-Fu. Sacred space. Exploration of na idea. In: BUTZER, K. (org.). Dimension of human geography. Chicago: The University of Chicago/Departamento of Geography, 1979.

______. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. Tradução por Lívia de Oliveira. São Paulo: Difel, 1983.

WEBER, Max. Economia e sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. Brasília, DF: Editora UNB, 2004.

Downloads

Publicado

28/06/2022

Como Citar

Souza, J. A. X. de . (2022). O ESPAÇO SAGRADO. GEOFRONTER, 8. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/GEOF/article/view/7036

Edição

Seção

Artigos