ANÁLISE DO USO E COBERTURA DA TERRA EM DOIS PERÍODOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO IMBIRUSSU EM CAMPO GRANDE-MS

Autores

Palavras-chave:

Recursos Hídricos, Sensoriamento Remoto, Geotecnologias

Resumo

O presente estudo teve como objetivo analisar as transformações na paisagem na bacia hidrográfica do Córrego Imbirussu nos anos 1990 e 2018 e o impactos decorrentes da urbanização. A classificação do uso e cobertura da terra foi efetuada a partir de imagens dos satélites LANDSAT-5 TM (1990) E LANDSAT-8 OLI (2018) satélites, cena 224, ponto 74, disponíveis no repositório da USGS. O método de classificação supervisionada utilizado foi a supervisionada, com o classificador Bhattacharya, no programa Spring 5.5.5, as classes de uso e cobertura mapeadas foram: Área Urbana, Pastagem, Solo Exposto, Vegetação Arbórea. Em 1990 predominava na Bacia Hidrográfica Área Urbana, Pastagem e Solo Exposto, em 2018 os resultados mostram um crescimento considerável de área urbanizada de 10,5%, durante o período de 28 anos, as classes que mais perderam área foram Pastagem e Solo Exposto que somadas tem um percentual de 17,2%. Posteriormente, os resultados indicaram um crescimento considerável de área urbanizada, que conforme a análise corrobora diretamente com o processo de degradação do corpo hídrico, que sofre com vários impactos ambientais, isso mostra a necessidade de novas metodologias e pesquisas para minimização ou mitigação de impactos, nos cursos d’água e nascentes, principalmente em áreas urbanizadas.

Referências

BARBOSA, L.T. et al. Urbanização e mudanças na paisagem da Bacia Ambiental Imbirussu, Campo Grande- MS. In: Anais 5º Simpósio de Geotecnologias no Pantanal, 2014. Disponível em: <https://www.geopantanal.cnptia.embrapa.br/2014/cd/p102.pdf> Acesso em: 4 set. 2019.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Manual técnico de uso da terra. 2 ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2006. 95p. (Manuais Técnicos em Geociências, n. 7.).

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Mudanças na cobertura e uso da terra: 2000-2010-2012. Rio de Janeiro/RJ: IBGE. Coordenação de Recursos Naturais e Estudos Ambientais, 44p, 2015.

BRAISL. Instituto Nacional De Pesquisas Espaciais (INPE). Tutorial Spring 5.5.5. Disponível

em : <http://www.dpi.inpe.br/spring/portugues/manuais.html> Acesso em: 15 set. 2019.

BRASIL. 2012. Lei nº 12.651, de 25 de Maio de 2012. Novo Código Florestal. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 28 maio, 2012. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12651.htm>

BRASIL. Lei nº 9433, de 8 de janeiro de 1997. Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos, cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, regulamenta o inciso XIX do art. 21 da Constituição Federal, e altera o art. 1º da Lei nº 8.001, de 13 de março de 1990, que modificou a Lei nº 7.990, de 28 de dezembro de 1989. Disponível em:

<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9433.htm>.Acesso em: 18 set. 2019.

CAMPO GRANDE. Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMADUR). Parque Linear do Imbirussu. Disponível em:

<http://www.campogrande.ms.gov.br/semadur/canais/parques-municipais/ >.Acesso em: 18 set. 2019.

CAMPO GRANDE. Instituto Municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente (PLANURB). Diagnóstico Ambiental Analítico das Bacias Ambientais. In: Plano Diretor de Drenagem Urbana de Grande Campo Grande, PMCG. 2008. 53p. Disponível em:

<http://www.campogrande.ms.gov.br/planurb/wp-content/uploads/sites/18/2016/12/Plano- Diretor-de-Drenagem-Urbana.pdf> Acesso em: 18 set. 2019.

CAMPO GRANDE. Instituto Municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente (PLANURB). Plano municipal de saneamento básico de Campo Grande. Campo Grande, PMCG. 2013. 131p. Disponível em: < http://www.campogrande.ms.gov.br/planurb/downloads/plano-municipal-de- saneamento-basico-de-campo-grande/> Acesso em: 22 set.2019.

CARMO, J. C. do. Processo de Industrialização no município de Campo Grande/MS e políticas de educação profissional. In: Seminário Nacional de Estudos e Pesquisas “História, Sociedade e Educação no Brasil”. 2012, João Pessoa. Anais... João Pessoa: Universidade Federal do Paraíba, 2012. P. 1885-1902. Disponível em:

<http://www.histedbr.fe.unicamp.br/acer_histedbr/seminario/seminario9/PDFs/2.76.pdf>. Acesso em: 15 set. 2019.

FLORENZANO, T. G. Imagens de Satélite para estudos Ambientais. 3 ed. São Paulo: Oficina de Texto. 2011. 114 p; 115p.

HUTCHINSON, M. F. A new procedure for gridding elevation and stream line data with automatic removal of spurious pits. Journal of Hydrology, v. 106, n. 3-4, p. 211-232, 1989.

JENSON, S. K.; DOMINGUE, J. O. Extracting Topographic Structure from Digital Elevation Data for Geographic Information System Analysis. Photogrammetric Engineering and Remote Sensing, v. 54, n. 11, p. 1593-1600, 1988.

MOREIRA, M. A. Fundamentos do sensoriamento e metodologias de aplicação. 4.ed. atual.e ampl. Ed. UFV, 422p. Viçosa-MG: 2011.

PIRAJÁ, R. V. Análise multitemporal da Bacia Ambiental do Imbirussu em Campo Grande-MS. 2013. 47 p. Dissertação (Mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional) – Universidade Anhanguera Uniderp, Campo Grande. 2013.

RODRIGUES, A. C. M. Mapeamento Multitemporal do uso e cobertura do solo do município de São Sebastião-SP, utilizando técnicas de segmentação e classificação de imagens TM-Landsat e HRV- SPOT. São José dos Campos: INPE, 2000, 94p.

SANTOS, R. F. dos. Planejamento ambiental: Teoria e Prática. São Paulo: Oficina de Textos, 2004.

US Geological Survey. Departamento de Pesquisas Geológicas dos Estados Unidos. Imagens dos Satélites LANDSAT TM 5 e 8 OLI. Bandas 3, 4, 5 e 6. Órbita/Ponto 225/074. Disponível em:< https://earthexplorer.usgs.gov/>.

TUCCI, CEM. Controle de Enchentes. In: Hydrologia: Ciência e Aplicação. ABRH Edusp Editora da Universidade, 1993.

Downloads

Publicado

02/08/2022

Como Citar

Pereira, E. (2022). ANÁLISE DO USO E COBERTURA DA TERRA EM DOIS PERÍODOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO IMBIRUSSU EM CAMPO GRANDE-MS. GEOFRONTER, 8. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/GEOF/article/view/7094

Edição

Seção

Artigos