A CENTRALIDADE NO NORDESTE GOIANO E SUA INFLUÊNCIA REGIONAL NO OESTE BAIANO: O CASO DE POSSE – GOIÁS

Autores

Palavras-chave:

Centralidade Urbana, Influência Regional, Posse - Goiás

Resumo

Compreender a Centralidade das pequenas cidades e o impacto decorrente das ações de influência na produção do espaço além das características do ordenamento territorial, a sintetizar integração campo-cidade é imprescindível ao olhar geográfico na busca pela interpretação, compreensão do fenômeno geográfico por via de seu arcabouço teórico-metodológico. Objetiva-se apresentar e discorrer sobre os aspectos inerentes ao município de Posse – GO e seu raio de influência, espaço com prolongamentos na região do oeste baiano atingindo os distritos de Arrojolândia e Vila Rosário, em Correntina, Bahia. Captar os movimentos espaciais, apresentar os agentes da produção do espaço a buscar, através da leitura do território, os processos de uso e ocupação e seus consequentes impactos nessa região de influência. Utilizou-se da pesquisa qualitativa a tratar os dados obtidos na pesquisa bibliográfica e em pesquisas de campo nos anos de 2018 e 2019 na região.

Referências

ABU-LUGHOD, Janet. The city is dead-long live the city: Some thoughts on urbanity. Monograph 12. Berkeley: Center for Planning and Develop¬ment Research, University of California, Berke¬ley, 1969.

BECKER, Bertha Koiffmann; EGLER, Claudio Antonio Gonçalves. Brasil - uma nova potência regional na economia-mundo. 3ª. ed., Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998.

BEZZI, Meri Lourdes. Região: Uma (Re)visão Historiográfica - da Gênese aos Novos Paradigmas. Editora UFSM, 2004.

BRENNER, Neil. Teses sobre a urbanização (Theses on urbanization). Revista Eletrônica e-metropolis. n. 19. Ano 5 | dezembro de 2014.

CASTELLS, Manuel. The urban question: A Marxist approach. Translated by Alan Sheridan. Cambridge, Mass.: MIT Press, 1977.

_______________. A questão urbana. São Paulo: Paz e Terra, 2009.

CORRÊA, Roberto Lobato. A rede urbana. São Paulo: Editora Ática, 1994.

_______________. O Espaço Urbano. 4ª ed. 4ª. reimp. São Paulo: Editora Ática, 2003.

______________. Inovações espaciais urbanas: algumas reflexões. Cidades. Presidente Prudente, v. 7, nº 11, p.151-162, 2010.

DELGADO, Guilherme Costa. Capital financeiro e agricultura no Brasil. São Paulo: ICONEUNICAMP, 1985.

ELIAS, Denise. Globalização e Agricultura. São Paulo: EDUSP, 2003.

____________. Agronegócio e Novas Regionalizações no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais (ANPUR). Recife, v. 13, nº. 02, p. 153-167, novembro 2011.

____________. Relações Campo-Cidade, Reestruturação Urbana e Regional no Brasil. XII Colóquio Internacional de Geocrítica. Independencias y construccíon de Estados Nacionales: Poder, Territorialización y Socialización, Siglos XIX-XX. Universidad Nacional de Colombia. Bogotá: 2012.

____________. Agronegócio e reestruturação urbana e regional no Brasil. In: BÜHLER, E.A., GUIBERT, M., and OLIVEIRA, V.L., comps. Agriculturas empresariais e espaços rurais na globalização: abordagens a partir da América do Sul [online]. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2016, pp. 63-81. Estudos rurais series. ISBN: 978-65-5725-004-4. https://doi.org/10.7476/9786557250044.0004.

EMBRAPA. O mundo rural no Brasil do século 21: a formação de um novo padrão agrário e agrícola. Antônio Márcio Buainain, Eliseu Alves, José Maria da Silveira, Zander Navarro, editores técnicos. Brasília, DF: Embrapa, 2014. Disponível em: <https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/994073/o-mundo-rural-no-brasil-do-seculo-21-a-formacao-de-um-novo-padrao-agrario-e-agrícola>.Acesso em: 15 de maio de 2022.

HAESBAERT, Rogério. Des-territorialização e identidade: a rede gaúcha no “Nordeste”. Niterói, EDUFF, 1997.

LENCIONI, Sandra. Região e Geografia. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2009.

LEFEBVRE, Henri. A revolução urbana. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1999.

MARTINDALE, Don. 1958. Prefatory remarks: The theory of the city. In The city, by Max Weber, translated and edited by Don Martindale and Gertrud Neuwirth, 9–64. Glencoe, Ill.: Free Press.

OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de. Geografia Agrária: perspectivas no início do século XXI. In: OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de; MARQUES, M.I.M (Orgs.). O campo no século XXI: território de vida, de luta e de construção social. São Paulo: Editora Casa Amarela e Editora Paz e Terra, 2004, p.29-70.

PIAUINEGOCIOS. Localização da região do MATOPIBA. Piauí Negócios, 2022. Disponível em: <https://www.pinegocios.com.br/thumbs.php?w=600&imagem=images/noticias/342/matopiba1.jpg>. Acesso em: 15 de maio de 2022.

SANTOS, Milton. Espaço e sociedade: ensaios. Petrópolis: Vozes, 1982.

_____________. O Trabalho do geógrafo no terceiro mundo. 5ª ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2009.

_____________. Metamorfoses do Espaço Habitado: Fundamentos Teóricos e Metodológicos da Geografia. 6ª ed. 1ª. reimp. – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2012.

_____________. A Urbanização brasileira. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2013.

_____________. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. 4ª ed. 8ª. reimp. – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2014a.

_____________. Espaço e Método. 5ª ed. 2ª. reimp. – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2014b.

SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão. Centro e as formas de expressão da Centralidade urbana. Revista de Geografia, São Paulo, v.10, p.1-18. Universidade Estadual Paulista/UNESP, 1991.

______________. Novas formas comerciais e redefinição da Centralidade intra-urbana. In: SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão. (Org.) Textos e contextos para a leitura geográfica de uma cidade média. São Paulo: Universidade Estadual Paulista/UNESP, 2001.

Downloads

Publicado

2022-10-24

Como Citar

Ribeiro Mello, L., & Oliveira da Silva Brandão, J. (2022). A CENTRALIDADE NO NORDESTE GOIANO E SUA INFLUÊNCIA REGIONAL NO OESTE BAIANO: O CASO DE POSSE – GOIÁS. GEOFRONTER, 8. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/GEOF/article/view/7217

Edição

Seção

Artigos