DINÂMICA ESPAÇO-TEMPORAL DA AGROPECUÁRIA EM MUNICÍPIO COM ECONOMIA DE BASE MINERAL NA AMAZÔNIA BRASILEIRA

O CASO DE CANAÃ DOS CARAJÁS, ESTADO DO PARÁ

Visualizações: 141

Autores

DOI:

https://doi.org/10.61389/geofronter.v10.8311

Palavras-chave:

Análise socioeconômica, Dinamismo econômico, Mineração, Atividade agropecuária

Resumo

O município de Canaã dos Carajás, em sua origem tinha o setor agrícola como a principal atividade econômica. Contudo, com a instalação de projetos de mineração, houve uma alteração na dinâmica econômica do município, resultando em transformações nas esferas econômica, social e cultural. Neste sentido, esta pesquisa teve por objetivo avaliar o padrão de uso do solo nos períodos de 1985, 1995, 2005, 2015 e 2021 e suas consequências socioeconômicas, na hipótese de que a mineração afetou o crescimento da atividade agropecuária e consequentemente na diversificação dos produtos e manutenção dessa atividade. Para avaliação da dinâmica de uso e cobertura do solo, foi utilizada a base de dados MapBiomas coleção 7, com imagens referentes aos anos de 1985, 1995, 2000, 2015 e 2021 e posterior análise e processamento dos dados através do software ArcMap versão 10.5.1. Em relação a análise socioeconômica e do setor agropecuária do município, foram utilizados dados secundários obtidos do Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA, no período de 1997 a 2020. Os dados revelaram que até o ano de 2001, a economia do município era baseada no setor agropecuário e a partir de 2002, com o advento da mineração, houve uma mudança na dinâmica econômica, com o setor agropecuário gradativamente perdendo espaço. Porém mesmo com a mudança de foco econômico, houve uma forte expansão da área destinada à atividade agropecuária no município. Logo, o investimento no setor agropecuário pode ser uma alternativa para a diversificação da economia local, dada a aptidão do município.

Biografia do Autor

Erika da Silva Chagas, Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)

Engenheira Agrônoma, Mestra em Agronomia pelo Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal Rural da Amazônia (PGAGRO-UFRA).

Marcos Antônio Souza dos Santos, Universidade Federal Rural da Amazônia

Engenheiro Agrônomo, Doutor, Professor do Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal Rural da Amazônia (PGAGRO-UFRA).

Andréa Hentz de Mello, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)

Engenheira Agrícola, Doutora em Agronomia, Professora do Programa de Pós-Graduação em Dinâmicas Territoriais e Sociedade da Amazônia da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA).

Referências

AQUINO, J. R.; SCHNEIDER, S. 12 anos da política de crédito do Pronaf no Brasil (1996-2008): uma reflexão crítica. Revista de Extensão e Estudos Rurais, v. 1, n. 2, p. 309-347, 2011.

BECKMANN, E.; SANTANA, A. C. Indicadores da Modernização Agrícola do Estado de Mato Grosso. Extensão Rural. v. 24, n. 1, p. 100-119, 2017.

BOYLE, P. Population geography: Migration and inequalities in mortality and morbidity. Progress in Human Geography, v. 28, p. 767–776. 2004.

CABRAL, E. R.; ENRÍQUEZ, M. A. R. D. S.; SANTOS, D. V. D. Canaã dos Carajás-do leite ao cobre: transformações estruturais do município após a implantação de uma grande mina. CETEM/MCTI, 2011.

CANAÃ DOS CARAJÁS. Plano Diretor Participativo de Canaã dos Carajás: Metodologia e Diagnóstico. Diagonal Urbana Consultoria. v. 1. 380 p. 2007. Disponível em: <http://www.canaadoscarajas.pa.gov.br/transparencia/arquivos/Plano_Diretor_Participativo-Metodologia_e_Diagnostico.pdf>

CASTRO, C. N. D.; PEREIRA, C. N. Agricultura familiar, assistência técnica e extensão rural e a política nacional de Ater. Intituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA. 48 p. 2017.

CHAMEN, W. T.; MOXEY, A. P.; TOWERS, W.; BALANA, B.; HALLETT, P. D. Mitigating arable soil compaction: A review and analysis of available cost and benefit data. Soil and Tillage Research, v. 146, p. 10-25, 2015.

CONTENTE, S. C. O sentido do neoextrativismo: a relação entre o Estado, a Vale e o desenvolvimento social em Canaã dos Carajás–PA. Revista IDeAS, v. 12, n. 1, p. e018005-

e018005, 2018.

COSTA da, N. A.; MOURA CARVALHO, L. O. D.; TEIXEIRA, L. B. Sistemas de Manejo das Pastagens Cultivadas. (in) DA COSTA, N. A.; MOURA CARVALHO, L. O. D.; TEIXEIRA, L. B.; SIMÃO NETO, M. (Ed.) Pastagens Cultivadas na Amazônia. Embrapa Amazônia Oriental. p. 36 – 51. 2000.

CRAVO, M. D. S.; CORTELETTI, J.; NOGUEIRA, O. L.; SMYTH, T. J.; DE SOUZA, B. D. L. Sistema Bragantino: agricultura sustentável para a Amazônia. Embrapa Amazônia Oriental - Documentos 215. p. 102. 2005.

CRUZ da, T. M. Avanço da mineração e a resistência camponesa em Canaã dos Carajás. Caderno Eletrônico de Ciências Sociais: Cadecs, v. 5, n. 1, p. 94-114, 2017.

DIAS-FILHO, M. B. Degradação de Pastagens: Processos, Causas e Estratégias de Recuperação. MBDF. 4° ed. 215 p. 2011.

DRUMMOND, J. A. Investimentos privados, impactos ambientais e qualidade de vida num empreendimento mineral amazônico: o caso da mina de manganês de Serra do Navio (Amapá). História, Ciências, Saúde-Manguinhos, v. 6, p. 753-792, 2000.

EMBRAPA – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Mapa de solos e de aptidão agrícola das áreas alteradas do Estado do Pará. 19 p. Agosto, 2016, Disponível em: <https://www.embrapa.br/documents/1354300/0/Mapas+de+solos+e+aptid%C3%A3o+agr%C3%ADcola+das+%C3%A1reas+alteradas+do+Par%C3%A1/80b10a04-8d10-419a-918d-8b22773ee44a > Acesso em: 05/02/2024.

ENRIQUEZ, M. A. Contradições do desenvolvimento e o uso da CFEM em Canaã dos Carajás (PA). Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas, 48 p. 2018. Disponível em: <https://ibase.br/wp-content/uploads/2021/12/Contradicoes-do-Desenvolvimento-e-o-uso-da-CFEM-em-Canaa-dos-Carajas-PA_2018_web-espelhado.pdf> Acesso em: 07/02/2024.

FAPESPA. Fundação Amazônia de Amparo e Estudos e Pesquisas. Estatísticas Municipais Paraenses: Canaã dos Carajás. Diretoria de Estatística e de Tecnologia e Gestão de Informação. n° 2. p. 65. 2021.

HÉBETTE, J. Cruzando a fronteira: 30 anos de estudo do campesinato na Amazônia. V. 1. Editora EDUFPA, Belém, 2004.

HILSON, G. An overview of land use conflicts in mining communities. Land use policy, v. 19, n. 1, p. 65-73, 2002.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Agropecuário 2006 e 2017. <https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/22827-censo-demografico-2022.html?=&t=resultados>. Acessado em 30, Janeiro de 2023.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. PPM - Produção Pecuária Municipal. Sistema IBGE de Recuperação Automática. 2020. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/ppm/tabelas> Acesso em: 14/08/2022

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. PAM - Produção Agrícola Municipal. Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA. 2020. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/pam/tabelas> Acesso em: 13/08/2022

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. PIB - Produto Interno Bruto dos Municípios. Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA. 2020. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/pib-munic/tabelas> Acesso em: 14/08/2022.

MALONE, A., SMITH, N. M., & ZEBALLOS, E. Z. Coexistence and conflict between artisanal mining, fishing, and farming in a Peruvian boomtown. Geoforum, v. 120, p. 142-154, 2021.

MANCINI, L., & SALA, S. Social impact assessment in the mining sector: Review and comparison of indicators frameworks. Resources Policy, v. 57, p. 98-111, 2018.

MAPBIOMAS. Projeto de Mapeamento Anual do Uso e Cobertura da Terra no Brasil - (2021). Coleção 6 de Metodologia (1985 - 2020). Disponível em: <https://mapbiomas.org/visao-geral-da-metodologia>. Acesso em: 08/09/2022

MATLABA, V. J., MANESCHY, M. C., FILIPE DOS SANTOS, J., & MOTA, J. A. Socioeconomic dynamics of a mining town in Amazon: a case study from Canaã dos Carajás, Brazil. Mineral Economics. v. 33, n. 3, p. 375-388, 2020. DOI:10.1007/s13563-018-0159-6.

MEDEIROS, L. F. Dinâmicas territoriais e produção do espaço no município de Canaã dos Carajás antes e depois da chegada da mineração. Boletim Amazônico de Geografia. v. 03, n. 05, p. 112-130. 2016.

NASCIMENTO NETO, P. L. Emancipação e crescimento de Canaã dos Carajás-PA: uma abordagem para o ensino de história local. Gnosis Carajás, v. 1, n. 2, p. 1-8, 2021.

OLIVEIRA, G. R.; DE ARAÚJO, F. M.; DE QUEIROZ, C. C. A importância da assistência técnica e extensão rural (ATER) e do crédito rural para a agricultura familiar em Goiás. Boletim Goiano de Geografia, v. 37, n. 3, p. 528-551, 2017.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANAÃ DOS CARAJÁS - PMCC. Diagnóstico Socioeconômico do Município de Canaã dos Carajás, Estado do Pará. Canaã dos Carajás-PA: SEBRAE/SEMDEC, p, 1-119. 2016.

RESOSUDARMO, B. P., RESOSUDARMO, I. A. P., SAROSA, W., & SUBIMAN, N. L. Socioeconomic conflicts in Indonesia's mining industry. Exploiting Natural Resources: Growth, Instability, and Conflict in the Middle East and Asia, p. 33-48, 2009.

RIVERO, S., ALMEIDA, O., ÁVILA, S., OLIVEIRA, W. Pecuária e desmatamento: uma análise das principais causas diretas do desmatamento na Amazônia. Nova economia, v. 19, p. 41-66, 2009.

RODRIGUES, R. L.; DOS SANTOS, M. M.; DA CRUZ, T. M. Mineração e conflitos pela posse da terra em Canaã dos Carajás: O caso do acampamento Planalto Serra Dourada. Revista de Extensão e Estudos Rurais, v. 7, n. 2, p. 117-140, 2018.

SANTANA, M.; DE LIMA, M. C. D.; JÚNIOR, J. P. F.; DOS SANTOS, É. G.; DE ALBUQUERQUE SANTANA, A. M. M.; DO NASCIMENTO, J. B. Diagnóstico socioeconômico e produtivo da avicultura caipira no estado do Acre. Revista de Agroecologia no Semiárido, v. 4, n. 5, p. 10-22, 2020.

SANTOS dos, N. K. F.; DE MELLO, A. H.; DA SILVA, J.; ARAÚJO, É. V. N.; AMORIM, I. A.; MATOS, T. E. S.; SANTOS, J. S.; OLIVEIRA, A. P. A ocupação territorial da Amazônia e do sudeste Paraense: Políticas e projetos de desenvolvimento, reforma agrária e impactos socioambientais. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 4, p. 18424-18439, 2020.

SILVA, H.; DINIZ, S.; FERREIRA, V. Circuitos da Economia Urbana e economia dos setores populares na fronteira amazônica: o cenário atual no sudeste do Pará. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, v. 15, n. 2, p. 61-76, 2013.

SILVA, B. H. R., & SILVA, R. N. F. Avaliação de impactos ambientais em áreas de mineração com o uso do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI): estudo de caso para a região de Paracatu (Minas Gerais). Revista Brasileira de Sensoriamento Remoto, v. 2, n. 3, 2021.

SIMIONI, F. J.; ZILLIOTTO, T. C. Influência das Inovações Tecnológicas em Unidades de Produção Familiares da Região Oeste de Santa Catarina. Revista de economia e agronegócio, v. 10, n. 3, 2012.

SIMÕES, A. R. P.; DA SILVA, R. M.; DE OLIVEIRA, M. V. M.; CRISTALDO, R. O.; BRITO, M. C. B.Avaliação econômica de três diferentes sistemas de produção de leite na região do Alto Pantanal Sul-mato-grossense. Agrarian, v. 2, n. 5, p. 153-167, 2009.

SILVA da, S. S.; ANTONIAZZI, E. A.; NOVAK, M. A. L. O Pronaf como instrumento de fixação do agricultor familiar no campo, evitando o êxodo rural. Desenvolvimento Socioeconômico em Debate, v. 5, n. 2, p. 66-93, 2019.

SILVA da, J. M. P.; DA SILVA, C. N.; CHAGAS, C. A. N.; MEDEIROS, G. R. N. Territorial Planning in the Amazonian Mining Towns of the State of Para (Brazil). Modern Economy, v. 5, n. 11, p. 1053-1063, 2014.

SONTER, L. J., HERRERA, D., BARRETT, D. J., GALFORD, G. L., MORAN, C. J., SOARES-FILHO, B. S. Mining drives extensive deforestation in the Brazilian Amazon. Nature communications, v. 8, n. 1, p. 1-7, 2017.

SOUZA FILHO, H. M., BUAINAIN, A. M., DA SILVEIRA, J. M. F. J., & VINHOLIS, M. D. M. B. Condicionantes da adoção de inovações tecnológicas na agricultura. Cadernos de Ciência & Tecnologia, v. 28, n. 1, p. 223-255, 2011.

STARK, O. The migration of labor. Oxford: Blackwell. p. 406. 1991.

TEIXEIRA, J. B. G. Carajás: Geologia e Ocupação humana. Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2006.

WERNER, T. T., BEBBINGTON, A., GREGORY, G. Assessing impacts of mining: Recent contributions from GIS and remote sensing. The Extractive Industries and Society, v. 6, n. 3, p. 993-1012, 2019.

Downloads

Publicado

2024-03-05

Como Citar

Chagas, E. da S., Santos, M. A. S. dos, & Mello, A. H. de. (2024). DINÂMICA ESPAÇO-TEMPORAL DA AGROPECUÁRIA EM MUNICÍPIO COM ECONOMIA DE BASE MINERAL NA AMAZÔNIA BRASILEIRA: O CASO DE CANAÃ DOS CARAJÁS, ESTADO DO PARÁ. GEOFRONTER, 10, e8311. https://doi.org/10.61389/geofronter.v10.8311

Edição

Seção

Artigos

Dados de financiamento