A Contribuição da Crítica Oswaldina para os Estudos da Literatura e da Cultura no Contexto Latino Americano

Visualizações: 583

Autores

  • Lourdes Kaminski Alves Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Unioeste

Palavras-chave:

Antropofagia, Formulação crítica, Contribuição modernista.

Resumo

Nas obras pós 1930, o conceito de antropofagia é retomado sob o viés do Oswald crítico, afastado dos primeiros ideais modernistas. Em seus textos são constatados aspectos de uma crítica da escritura, ou seja, um discurso crítico que se aproxima da linguagem literária, em que o autor reflete sobre as principais contribuições do modernismo brasileiro e analisa como a literatura se relaciona com a sociedade, além de discutir questões políticas e culturais que pautavam o mundo e a literatura de sua época e que aparecem de forma mimética em sua produção literária, também, pós 1930, incluindo-se aí, as peças de teatro, O rei da vela, O homem e o cavalo, A morta e a obra ensaística, considerada por ele, mais madura por ser capaz de apreender o atraso da cultura brasileira neutralizado pelo empenho modernista.

Biografia do Autor

Lourdes Kaminski Alves, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Unioeste

Doutora em Letras pela UNESP/Campus de Assis/SP e Bolsista produtividade em pesquisa da Fundação Araucária.  Pós-doutoramento em Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - (Linha de Pesquisa Tradição e ruptura na literatura- PPGL/PUC-Rio). Pós-douramento na UFRJ, (Programa de Pós-Graduação em Letras Neolatinas). Líder do Grupo de Pesquisa Confluências da Ficção, História e Memória na Literatura nas diversas Linguagens/CNPq. Docente do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras da UNIOESTE/Campus de Cascavel/PR.

Referências

ANDRADE, Oswald de. A Utopia Antropofágica. São Paulo: Globo, 1990.

_____. Memórias sentimentais de João Miramar. São Paulo: Globo, 2004.

_____. Serafim Ponte Grande. São Paulo: Globo, 2001.

______. Poesia Pau Brasil. São Paulo: Globo, 2003.

______. A morta. São Paulo: Globo, 1995.

______. O homem e o cavalo. São Paulo: Globo, 1990.

______. O rei da vela. São Paulo: Globo, 2003.

______. Ponta de lança. São Paulo: Globo, 2004.

_____. Um homem sem profissão. São Paulo: Globo, 2002.

_____. Telefonema. São Paulo: Globo, 1996.

______. Estética e política. Organização Maria Eugenia Boaventura. São Paulo: Globo, 1991.

ALMEIDA, F. M. C. “Só a antropofagia nos une”. In: MATO, Daniel (coord.). Estudios y otras prácticas intelectuales latinoamericanas en Cultura y Poder. Caracas: Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (CLACSO) y CEAP, FACES, Universidad Central de Venezuela, 2002, pp. 121-132. Disponível em <http://globalcult.org.ve/pdf/Ferreira.pdf>. Acesso em 20 fev. 2011.

BERND, Zilá. Literatura e identidade nacional. Porto Alegre, RS: Editora da UFRGS, 2003.

_____.(Org.). Americanidade e transferências culturais. Porto Alegre: Movimento, 2003.

BLANCHOT, Maurice. O Espaço Literário. Rio de Janeiro: Rocco, 1987.

CAMPOS, Haroldo. Da razão antropofágica: diálogo e diferença na cultura brasileira. In: Boletim bibliográfico, Biblioteca Mário de Andrade, v.44, janeiro./dezembro, São Paulo, 1983.

CANDIDO, Antonio. Vários Escritos. São Paulo: Duas Cidades, 1977.

HUTCHEON, Linda. Poética do Pós-modernismo. Trad. Ricardo Cruz. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

NUNES, Benedito. Oswald canibal. São Paulo: Perspectiva, 1979.

ROSENFELD, Anatol. O teatro épico. São Paulo: Perspectiva, 1998.

SANTIAGO, Silviano. Sobre plataformas e testamentos. In: ANDRADE, Oswald de. Ponta de lança. São Paulo: Globo, 2004. (Apresentação).

SANTIAGO, Silviano. Uma literatura nos trópicos: ensaios sobre dependência cultural. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Literatura comparada, intertexto e antropofagia. In: ______. Flores da escrivaninha: ensaios. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

_____. Texto, crítica, escritura. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

TELES, Gilberto Mendonça. Vanguarda européia e modernismo brasileiro – apresentação e crítica dos principais manifestos vanguardistas. 19.ed. rev. e amp. Petrópolis: Vozes, 2009.

FONTES:

Centro de documentação cultural Alexandre Eulálio (CEDAE) da Unicamp.

- Fundo Oswald de Andrade.

Centro de documentação da Funarte

- Pasta Oswald de Andrade

- Pasta O Rei da Vela

Klaxon, mensário de arte moderna. Introdução de Mário da Silva Brito. “Escolas e ideias”. São Paulo: Livraria Martins Editora/ Secretaria da Cultura, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, 1976 (edição fac-símile).

REVISTA DE ANTROPOFAGIA (1928-1929). "Revista de Antropofagia" (1928-1929) na Brasiliana USP: 26 números. Disponível em: http://www.brasiliana.usp.br/node/438. Acesso em 10 de fevereiro de 2012.

Downloads

Publicado

2016-08-15

Como Citar

ALVES, Lourdes Kaminski. A Contribuição da Crítica Oswaldina para os Estudos da Literatura e da Cultura no Contexto Latino Americano. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, [S. l.], v. 1, n. 12, p. 58–75, 2016. Disponível em: https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/1119. Acesso em: 17 abr. 2024.