Escrever a coleção. Histórias de viagem de uma galeria de arte na provincia.

Visualizações: 577

Autores

  • Juan Cruz Pedroni Instituto de Historia del Arte Argentino y Americano. Facultad de Bellas Artes, Universidad Nacional de La Plata.

Palavras-chave:

Literatura de viaje, Escritura sobre arte, Coleccionismo de arte.

Resumo

A prática de colecionar peças de arte foi atravessada historicamente por práticas de escritura: inscrições na materialidade dos objetos colecionados, confecção de catálogo e inventários e elaboração de resenhas críticas; ditas práticas constroem o colecionador e/ou seus objetos como protagonistas, e os encenam no espaço público dos médios gráficos. Esta produção textual pode ser localizada dentro do território que engloba o conceito de literatura sobre arte, porém ela possui um rasgo característico ao se tornar permeável frente a uma multiplicidade de tradições narrativas e de gêneros textuais, entre os quais, o mais insistente e universalizado é o relato de viagens.

Neste artigo científico propõe-se uma aproximação à literatura de viagens analisando um corpus de textos que tomaram a coleção de arte do argentino Ignacio Aquarone, entre as décadas de 1940 e 1980, como objeto.  Expõe-se como hipótese de leitura a ideia de que as figuras literárias da viagem aportaram esquemas de imaginação que permitiram tematizar à coleção com um posicionamento geográfico periférico, excepcionalmente eficaz nos seus poderes de representação. 

Biografia do Autor

Juan Cruz Pedroni, Instituto de Historia del Arte Argentino y Americano. Facultad de Bellas Artes, Universidad Nacional de La Plata.

Profesor en Historia de las Artes y maestrando en Estética y Teoría de las Artes. Becario de investigación por la Universidad Nacional de La Plata y adscripto a la cátedra de Historiografía del Arte.

Downloads

Publicado

2016-08-15

Como Citar

PEDRONI, Juan Cruz. Escrever a coleção. Histórias de viagem de uma galeria de arte na provincia. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, [S. l.], v. 1, n. 12, p. 173–192, 2016. Disponível em: https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/1128. Acesso em: 25 maio. 2024.