O Processo, a culpa, o cão

Autores

  • Alecsandra Leite Pereira Harper Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS
  • Rosana Cristina Zanelatto Santos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS/CNPq

Palavras-chave:

herói, mal-estar, culpa, não-lugar.

Resumo

É inegável a importância das obras de Franz Kafka para a intelectualidade vigente e para a literatura contemporânea. Este artigo destaca O processo, que narra a história de Josef K. e seus desdobramentos no percurso do processo ao qual é submetido, buscando relacionar o mal-estar e o sentimento de culpa ao protagonista, tendo por base teórica a perspectiva freudiana e os estudos sobre o não-lugar do herói. A metodologia de investigação é a da pesquisa bibliográfica, buscando as confluências entre o fenômeno literário e categorias psicanalíticas e filosóficas, explorando uma perspectiva que corrobora o caráter multissignificativo do universo kafkiano. Os resultados indicam que o mal-estar e seus correlatos inquietude e desconforto apresentam-se por todo o périplo narrativo de Josef K. e que a culpa está sumariamente entrelaçada a esses temas. Assim, torna-se impossível a adequação do sujeito ao ideal de universalidade imposto a si pelo entorno e por si mesmo. As conclusões apontam K. como herói desorientado, vivendo numa incongruência entranhada na própria linguagem, resultando na desorientação e na cativação do leitor. O ato final de O processo mostra o sujeito ocupando a posição extrema do não-lugar. O herói acaba por sucumbir aos mais profundos sentimentos de mal-estar e de culpa de maneira tão intensa, levando-o à morte.

Biografia do Autor

Alecsandra Leite Pereira Harper, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Mestre em Quimica pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS.

Graduanda em Letras pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS.

Rosana Cristina Zanelatto Santos, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS/CNPq

Doutora em Literatura Portuguesa pela Universidade de São Paulo.

Professora Associada da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. 

Bolsista produtividade em pesquisas no CNPq.

Referências

ANDERS, Günther. Kafka: pró e contra - os autos do processo. Trad. de Modesto Carone. 2. ed. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

AUGÉ, Marc. Não-lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Trad. de Maria Lúcia Pereira. Campinas: Papirus, 1994.

BELO, Warley. Cidadão Joseph K.: observações críticas sobre “O Processo” de Kafka e o processo penal. Disponível: http://www.fmd.pucminas.br/Virtuajus/2_2006/Docentes/pdf/Warley.pdf. Acessado em 18/02/2016.

CANDIDO, Antonio. Textos de Intervenção. São Paulo: Ed. 34, 2002. Disponível: https://www.livrebooks.com.br/livros/textos-de-intervencao-antonio-candido-dgnae4arwwuc/baixar-ebook. Acessado em 04/02/2017.

CANDIDO, Antonio; ROSENFELD, Anatol; PRADO, Decio de Almeida; GOMES, Paulo Emílio Sales. A Personagem de Ficção. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1972.

FREUD, Sigmund. O mal-estar na civilização. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

GASPAR, Taís Ribeiro. O sentimento de culpa e a ética em psicanálise. Psychê, ano XI, n. 20, p. 47-65.São Paulo: 2007. Disponível: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-11382007000100004. Acessado em 15/02/2016.

KAFKA, Franz. O processo. Trad. de Modesto Carone. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

VOLOBUEF, Karin. Uma leitura do fantástico: a Invenção de Morel (A. B. Casares) e O Processo (F. Kafka). Revista Letras, n. 53, p. 109-123. Curitiba: Ed. UFPR, 2000. Disponível: http://revistas.ufpr.br/letras/article/view/18866. Acessado em 10/01/2016.

Downloads

Publicado

04/04/2017

Como Citar

Leite Pereira Harper, A., & Zanelatto Santos, R. C. (2017). O Processo, a culpa, o cão. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 1(15), 354–367. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/1528