Poesia brasileira contemporânea: a ética do real em duas estéticas autodescritas

Visualizações: 597

Autores

  • Gabriel de Melo Lima Leal Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS

Palavras-chave:

Poesia brasileira contemporânea, Metapoesia, Paixão pelo real.

Resumo

Este artigo propõe apontar, no âmbito da poesia brasileira contemporânea, dois aspectos da lida com o real: um que pretende trazer ao poema a violência da nudez do real inóspito, locus adversus, ainda que se sabendo aquém desse real; outra que articula a realidade dentro do poema em direção oposta a um desejo de pura significação do signo linguístico. Nesse caso o que surge como ponto comum é uma ética da paixão pelo real que se materializa em diferentes estratégias de contato e mediação linguística. A autodescrição de um procedimento estético particular ou pelo menos, sua sugestão que consta em metapoemas ora analisados foi tomada como atalho crítico do estudo de como o real é articulado no espaço do poema hoje.

 

Biografia do Autor

Gabriel de Melo Lima Leal, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS

Mestrando na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Downloads

Publicado

2017-03-10

Como Citar

LEAL, Gabriel de Melo Lima. Poesia brasileira contemporânea: a ética do real em duas estéticas autodescritas. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, [S. l.], v. 3, n. 14, p. 97–118, 2017. Disponível em: https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/1548. Acesso em: 29 fev. 2024.