Apresentação - Literatura e Oralidade: rastros e manifestações

Autores

  • Susylene Dias De Araujo Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Frederico Augusto Garcia Fernandes Universidade Estadual de Londrina

Palavras-chave:

Literatura, Oralidade, Rastros, Manifestações.

Resumo

Pela primeira vez como temática da REVELL – Revista de Estudos Literários da UEMS (ISSN - 2179-4456), a Oralidade representa nossa intenção de expandir o campo literário para limites que estão além das letras. Com força e vigor, os estudos que colocam a voz como perspectiva consolidam-se essencialmente como possibilidade de novas investidas poéticas, avanço inegável do recente século XX, fruto colhido nos nossos dias. Assim, o que propomos nesse dossiê da revista, apresenta-se como nova concepção do literário, conceito então entendido como expressividade artística que se move pari passu a elementos da cultura e não despreza o cotidiano manifesto por contos, cantos, causos e outros “chistes” que saem da boca. Ao concordarmos com Paul Zumthor (1993, p.35) admitimos que o texto, em qualquer outro momento de sua existência, tenha participação na esfera da oralidade e nesse sentido, a chamada recebe artigos de diferentes abordagens e metodologias do texto oral dos mais diferentes e possíveis espaços de produção e circulação.

Biografia do Autor

Susylene Dias De Araujo, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Doutora em Letras pela Universidade Estadual de Londrina.

Downloads

Publicado

2017-09-05

Como Citar

De Araujo, S. D., & Fernandes, F. A. G. (2017). Apresentação - Literatura e Oralidade: rastros e manifestações. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 2(16), 04–09. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/2062