A masculinidade como enigma ou como ser um detetive moçambicano

Autores

Palavras-chave:

Masculinidades, Nação, Narrativas detetivescas em língua portuguesa

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir as relações entre masculinidades e nacionalidade, tendo como material de observação o romance A varanda do franjipani, de Mia Couto. Partindo de algumas reflexões teóricas a respeito de masculinidade local e global, intenta-se observar a construção do detetive contemporâneo, enquanto personagem literário, e suas tensões com modelos de masculinidades.

Biografia do Autor

Edson Salviano Nery Pereira, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/ Universidade de São Paulo

Doutorando no Programa de Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa, departamento de Letras Clássicas e Vernáculas, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Mestre em Letras, pelo Programa de Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa, USP, com dissertação orientada pelo Professor Doutor Mário César Lugarinho. Graduado no curso de Letras da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), campus de Cornélio Procópio.  Atualmente sua pesquisa focaliza as representações literárias das masculinidades nas literaturas de língua portuguesa, relacionando-as com a tríade gênero, raça e nação

 

Referências

ANDERSON, Benedict. Comunidades Imaginadas. México: Fundo de cultura econômica, 1983.

BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003a.

CABAÇO, José Luis. Moçambique: identidade, colonialismo e libertação. São Paulo: Editora UNESP, 2009.

CONNELL, Robert W.; MESSERSCHMIDT, James. W. Masculinidade hegemônica: repensando o conceito. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 21, n. 1, p. 241-282, jan.-abril/2013.

COUTO, Mia. A varanda do frangipani. São Paulo: Cia das Letras, 2007.

LUGARINHO, Mário César. O homem e os vários homens: masculinidades nas literaturas africanas de língua portuguesa. Tese de Livre-docência. São Paulo: USP, 2012.

______. A história sem sentido, o imaginário em crise: os heróis nacionais e as masculinidades em torno de ualalapi, de ungulani ba ka khosa. Revista Graphos, vol. 16, n° 1, 2014.

MOSSE, George. La imagen del hombre. La creación moderna de la masculinidad. Madrid, Talasco Ed., 2000.

PORTILHO, Carla de Figueiredo. Detetives Ex-cêntricos: um estudo do romance policial produzido nas margens. Tese de Doutorado. Niterói: UFF, 2009.

Downloads

Publicado

22/10/2018

Como Citar

Nery Pereira, E. S. (2018). A masculinidade como enigma ou como ser um detetive moçambicano. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 2(19), 391–418. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/2764