Um olhar comparativo entre duas margens do Atlântico: um estudo sobre as masculinidades em Capitães da Areia, de Jorge Amado (Brasil) e em Marginais, de Evel Rocha (Cabo Verde).

Autores

  • Matteo Gigante Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

Palavras-chave:

Literatura Brasileira, Literaturas Africanas, Literatura Comparada, Estudos de Gênero, Masculinidades.

Resumo

O artigo tenciona investigar uma possível relação entre dois romances, o brasileiro Capitães da Areia (1937) de Jorge Amado e o cabo-verdiano Marginais (2010) de Evel Rocha. Nos dois textos, provenientes de contextos lusófonos diferentes, relatam-se vidas de jovens socialmente marginalizados. O estudo propõe uma abordagem da relação entre diferentes gêneros, classes e identidades a partir destas narrativas. Um particular enfoque será dedicado às personagens masculinas e à presença de diferentes matizes identitários numa reconstrução de representações de gênero que problematizam e desafiam a norma hegemônica imposta pelo patriarcado.

Biografia do Autor

Matteo Gigante, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

Diplomado no “Liceu das Ciências Sociais” (2010) no Instituto de Instrução Superior Estatal (I.I.S.S.) Via Asmara, nº 28 de Roma. Licenciado em “Línguas e Literaturas Modernas”, na Universidade de Roma “La Sapienza” especializando-se nas Literaturas Hispânicas e Lusófonas. Defende uma tese em Literatura Brasileira “Graciliano Ramos: una memoria di aride storie” (2014) sob a orientação da Professora Sonia Netto Salomão. Participa do intercâmbio Erasmus na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (ano acadêmico 2012- 2013).    Mestre em Estudos Românicos (opção em Estudos Brasileiros e Africanos) na FLUL. Ao findar do mestrado, realiza uma pesquisa no Brasil, orientada pelos Professores Alcir Pécora e Eduardo Sterzi e financiada pela Unicamp. A pesquisa culmina na defesa da dissertação de mestrado em Literatura Brasileira, “Hilda Hilst e a obscena lucidez: entre receção e repressão” (2017), orientada pela Professora Alva Martínez Teixeiro. Em 2017, sob a orientação da mesma docente, começa o Doutoramento em Estudos Românicos (opção em Estudos Brasileiros), apresentando o projeto “Eros e Ares nos Trópicos – As interseções identitárias, o devir e o estilhaçamento dos paradigmas patriarcais em contextos de arregimentação na Literatura Brasileira” alicerçado numa relação entre Estudos de Gênero e Literatura Brasileira. Apresenta comunicações em diversos colóquios, entre outros: "Colóquio Iberoamericano de Filologias Românicas para Estudantes" (CIFRE, 2018, Palacky University, Olomouc, Tchéquia) e "Jornada de pesquisa em Literatura Brasileira Moderna e Contemporânea: invenção e transgressão" (2015, UNICAMP, Campinas, Brasil).  

Referências

AMADO, Jorge. Capitães da Areia [1937]. Rio de Janeiro: Record, 1995.

ARAÚJO, Emanuelle Silva & BICALHO, Pedro Paulo Gastalho. Suicídio: Crime, Pecado, Estatística, Punição. IMED: Revista de Psicologia, v. 4, n.2., p. 723-734, 2012.

Disponível: https://seer.imed.edu.br/index.php/revistapsico/article/view/151

Acessado em: 27/06/2018.

BORGES, Sónia Vaz. Amílcar Cabral: Estratégias políticas e culturais para a independência da Guiné e Cabo Verde. Dissertação de Mestrado, Lisboa: FLUL, 2008.

Disponível: http://repositorio.ul.pt/jspui/handle/10451/411

Acessado em: 23/07/2018.

BOURDIEU, Pierre. A Dominação Masculina [1998]. Tradução de Miguel Serras Pereira. Oeiras: Celta, 1999.

DURKHEIM, Émile. Le suicide anomique. p. 264 – 311. In: Le suicide [1897]. Paris: Presses Universitaires de France, 1967.

LIMA, Neivana Rolim de & SOUZA, Maria Luiza Germano de. Resistência autoritarismo e literatura em Capitães da Areia. ABRALIC: XIV Congresso Internacional Fluxos e correntes: trânsitos e traduções literárias, Belém do Pará: UFPA, 29 de junho 3 de julho de 2015. Disponível: http://www.abralic.org.br/anais/arquivos/2015_1456150712.pdf

Acessado em: 27/06/2018.

LUGARINHO, Mário César. Em Cabo Verde, os Marginais, de Evel Rocha: justiça social e gênero. Via Atlântica, N. 22, p. 219-223, São Paulo, dezembro 2012.

Disponível: http://www.revistas.usp.br/viaatlantica/article/view/51699/55763

Acessado em: 17/12/2017.

MARX, Karl. Sobre o Suicídio [1881-1883]. Tradução de Rubens Enderle & Francisco Fontanella. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

ROCHA, Evel. Marginais. Praia: Gráfica da Praia, 2010.

TREVISAN, João Silvério. Devassos no paraíso: a homossexualidade no Brasil, da colônia à atualidade [1986]. Rio de Janeiro: Record, 2002.

Downloads

Publicado

22/10/2018

Como Citar

Gigante, M. (2018). Um olhar comparativo entre duas margens do Atlântico: um estudo sobre as masculinidades em Capitães da Areia, de Jorge Amado (Brasil) e em Marginais, de Evel Rocha (Cabo Verde). REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 2(19), 342–371. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/2829