Escrita de ouvido: ressonâncias de encontros transtextuais

Éderson de Oliveira Cabral, Sérgio Bairon, Denise Sant’Anna

Resumo


Este artigo apresenta interlocuções com a escrita de ouvido, conceito proposto por Marília Librandi, o qual abarca questões de recepção auditiva, de sacrifício e da imagem solar, que são levantas no capítulo três – A escuta do coração selvagem, parte do livro Writing by Ear. Articulamos elementos de um dos pensamentos mais antigos da humanidade, como as escrituras védicas, tais como o Mahabharata e o Bhagavata Purana. Ademais, relacionamos tais textos com excertos de Água viva, de Clarice Lispector. Por meio de passeios inferenciais e coincidências transtextuais, observamos que a proposta da escrita de ouvido não apenas faz ecoar sabedorias ancestrais, como também tem ressonância e lugar em obras contemporâneas.


Palavras-chave


Escrita de ouvido; Clarice Lispector; Bhagavata Purana; Água viva.

Texto completo:

PDF

Referências


APTER, Emily (2006). The translation zone: a new compartive literature. Princeton/Oxford: Princeton University Press.

BATAILLE, Georges(1986) Van Gogh as Prometheus. In: October, v. 36. Cambridge: The MIT Press.

______ (1985). Sacrificial Mutilation and the Severed Ear of Vincent Van Gogh. In: Visions of Excess: theory and history of literature, v. 14. Minneapolis: University of Minnessota Press.

BARTHES, Roland (2006). Elementos de semiologia. São Paulo, SP: Cultrix.

DE CERTEAU, Michel (1976). A Escrita da História. Rio de Janeiro: Forense Universitária.

DERRIDA, J. Tímpano (1998). In: Márgenes de la filosofía. Madrid: Cátedra.

DHARMA, Krishna (2009). Mahabharata. Rio de Janeiro: Ediouro.

DIMOCK, Wai Chee (1997). A theory of ressonance. In: PMLA (Publications of Modern Language Association of America), v. 112, n°5.

DUARTE, Rogério (1998) (tradução do sânscrito, introdução e notas). Bhagavad Gita: Canção do Divino Mestre. São Paulo: Companhia das Letras.

GOSVᾹMI, Satsvarῡpa Dāsa (2002). Introdução à filosofia védica. São Paulo: Bhaktivedanta Book Trust Internacional.

HIRIYANNA, Mysore (1952). Popular essays in indian philosophy. Mysore: Kevalaya Publishers.

LIBRANDI, Marília (2018). Writing by Ear: Clarice Lispector and the Aural Novel. Toronto: University of Toronto Press.

__________. Escritas de ouvido: as relações da literatura brasileira com a cultura oral (workshop). In: Youtube, 15 jan. 2015. Disponível em . Acesso em: 03 jan. 2018. (Vídeo postado por professores do CEDIPP - DIVERSITAS FFLCH - ECA / USP)

__________ (2014). Escritas de ouvido na literatura brasileira. In: Literatura e sociedade, v. 19.

LISPECTOR, Clarice (1998a). A hora da estrela. Rio de Janeiro: Rocco.

__________________ (1998b). Água Viva. Rio de Janeiro: Rocco.

__________________ (2014). Um sopro de vida. Rio de janeiro: Rocco. (E-book)

MAINGUENEAU, Dominique (2016). Discurso Literário. São Paulo: Contexto.

PRABHUPĀDA, A. C. B. Swami (1999). O upadeśamrta: o néctar da instrução. São Paulo: BBT.

__________ (1995a). Śrīmad-Bhagavatam (Tomo 1.2). São Paulo: BBT.

__________ (1995b). Śrīmad-Bhagavatam (Tomo 2). São Paulo: BBT.

__________(1995c). Śrīmad-Bhagavatam (Tomo 9). São Paulo: BBT.

__________ (1993). O Bhagavad-gītā como ele é. São Paulo: BBT.

PRATT, Mary Louise (1992). Imperial Eyes: travel writing and transculturation. London: Routledge.

RAMA, Ángel (2015). A cidade das letras. São Paulo: Boitempo Editorial.

SCHAFER, R. Murray (2011). O ouvido pensante. São Paulo: Ed. Unesp.

SPIVAK, Gayatri Chakravorty (2010). Pode o subalterno falar? Belo Horizonte: Editora UFMG.

TOOP, David (2010). Sinister resonance. New York: Continuum Publishing.




Direitos autorais 2019 REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Editor-chefe: Professor Doutor Andre Rezende Benatti

ISSN: 2179-4456