Profusão de associações na breve Anatomia da melancolia, de Carlos Daniel Aletto

Autores

  • Pedro Barbosa Rudge Furtado Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Resumo

Propomos, nesta resenha, investigar a profusão de associações animadas pelo breve romance Anatomia da melancolia, do escritor argentino Carlos Daniel Aletto, avaliando os efeitos estéticos do livro. Lançado em 2017 pela editora Iluminuras, a narrativa é construída a partir de dois eixos que se retroalimentam, mediando as ligações extratexto. E por texto, aqui, entende-se a iconografia que  perpassa o livro, os dados pré-narrativos e a narrativa em si, que é retroalimentada pelos dados anteriores. Dentro do embaralhamento dos sinais reais e dos ficcionais e da imbricação entre os dois eixos narrativos, há a feliz tentativa de mimetização dos movimentos da consciência melancólica de Túndalo, narrador-protagonista.

Biografia do Autor

Pedro Barbosa Rudge Furtado, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Doutorando pelo Programa de Pós-graduação em Estudos Literários na Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP) campus de Araraquara. Mestre (2017) pelo mesmo programa e instituição,. Ênfase na linha de pesquisa denominada "Teorias e críticas da narrativa", com foco, em especial, na Literatura Brasileira do século XX. Graduado pela mesma universidade no ano de 2013. Atualmente é, também, docente de tal instituição como professor substituto. Ministra a disciplina chamada "Críticas Literárias".

Referências

ALETTO, Carlos Daniel. Anatomía de la melancolia. Mar del Plata: La Cuerva Blanca, 2012.

______. Anatomia da melancolia. Tradução de Maria Paula Gurgel Ribeiro. São Paulo: Iluminuras, 2017.

ECO, Umberto. Protocolos ficcionais. In: _______. Seis passeios pelos bosques da ficção. Tradução de Hildegard Feist. São Paulo: Companhia das Letras, 1994. p.123-147.

LIMA, Luiz Costa. Melancolia: literatura. São Paulo: Editora Unesp, 2017.

ZIERER, Adriana Maria de Souza. A Visão de Túndalo no contexto das viagens imaginárias ao Além Túmulo: religiosidade, imaginário e educação no medievo. Notandum, Porto, n. 32, 2013. p.101-124.

Downloads

Publicado

19/06/2019

Como Citar

Furtado, P. B. R. (2019). Profusão de associações na breve Anatomia da melancolia, de Carlos Daniel Aletto. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 1(21), 491–497. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/3341