As marcas da Guerra em On the Road e The Catcher in the Rye

Sávio Augusto Lopes da Silva Junior

Resumo


O objetivo deste estudo é observar como a experiência da Segunda Guerra Mundial aparece (ou não aparece) nos romances mais conhecidos dos escritores estadunidenses J. D. Salinger e Jack Kerouac. Serão abordadas algumas das disputas no campo da cultura, as expressões que estão presentes nos romances e o papel que elas desempenham na ótica adotada pelos narradores Holden Caulfield e Sal Paradise. Além disso, cabe analisar a formação de uma cultura jovem do pós-Guerra, presente em The Catcher in the Rye e On theRoad, e que é determinante para a forma desses romances.


Palavras-chave


J. D. Salinger; Jack Kerouac; Crítica Literária; Literatura Estadunidense; Estudos de Cultura

Texto completo:

PDF

Referências


BROOKE, Rupert. The Collected Poems of Rupert Brooke. Claremont: Pomona Press, 2015.

BUIN, Yves. Kerouac. Tradução de Rejane Janowitzer. Porto Alegre: L&PM, 2007.

CASSADY, Carolyn. Off The Road: Twenty Years With Neal Cassady, Jack Kerouac, and Allen Ginsberg. New York: The Overlook Press, 2008.

DENNING, Michael. The Cultural Front. London: Verso, 2010.

DICKINSON, Emily. Delphi Complete Works of Emily Dickinson. East Sussex, 2012.

FREUD, Sigmund. Além do princípio do prazer. In: FREUD, S. Obras completas volume 14. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. p. 162 - 239.

GUARDA ARMADA ESTADUNIDENSE. USAT Dorchester Files. Disponível em: http://www.armed-guard.com/dork.html, acesso em 18 de setembro de 2019.

HOLTON, Robert. “The Sordid Hipsters of America”: Beat Culture and the Folds of Heterogeneity. In: SKERL, Jennie. (org.). Reconstructing the Beats. New York: Palgrave Macmillan, 2004. p. 11-26.

KEROUAC, Jack. On The Road: Pé na estrada. Tradução de Eduardo Bueno. Porto Alegre: LP&M, 2007.

KLEIMAN, Miriam. Hit the Road Jack! Kerouac Enlisted in the U.S. Navy But Was Found “Unfit for Service”. Prologue Magazine, v. 43, n. 3, Fall 2011.

PANISH, Jon. Kerouac’s The Subterraneans: A Study of “Romantic Primitivism”. MELUS, v. 19, n. 3, p. 107-123, Autumn 1994.

QUINN, Richard. Jack Kerouac, Charlie Parker, and the Poetics of Beat Improvisation. In: SKERL, Jennie. (org.). Reconstructing the Beats. New York: Palgrave Macmillan, 2004. p. 151-167.

SALINGER, J. D. The Catcher in the Rye. Tradução de Caetano W. Galindo. São Paulo: Todavia, 2019.

SHIELDS, David; SALERNO, Shane. Salinger. Tradução de Carlos Irineu da Costa et al. Rio de Janeiro: Intríseca, 2014.




Direitos autorais 2020 REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Editor-chefe: Professor Doutor Andre Rezende Benatti

ISSN: 2179-4456