A representação da industrialização na obra poética de Mário de Andrade

Autores

  • Cristiano Mello De Oliveira PG - UFSC

Palavras-chave:

Poema XIV, Mário de Andrade, Poemas, meios técnicos, cidade de São Paulo.

Resumo

O poema “XIV” (1924) do escritor Mário de Andrade contempla características da representação da cidade de São Paulo e seus principais meios técnicos que estavam surgindo no primeiro quartel do século XX. Diante de sua terra natal o poeta paulistano evoca inúmeras imagens que remetem ao contexto citadino, inovando descrições da parafernália técnica que incrementava o novo universo artístico ou servia de mote para grandes exaltações estéticas.  Durante a leitura do poema, buscaremos, no presente artigo, investigar o efeito causado por tais imagens poéticas e suas repercussões no meio estético de época.  Como balizamento teórico, cada qual ao seu modo, iremos abordar: SEVCENKO (1998), LAFETÁ (1986), SUSSEKIND (2006), ANCONA (1977), entre outros, entendidos como necessários para contemplar o tema. Objetivamos com essa investigação deixar algumas contribuições sobre o efeito da representação dos meios técnicos na literatura poética do escritor paulistano.  

Downloads

Publicado

2015-09-08

Como Citar

De Oliveira, C. M. (2015). A representação da industrialização na obra poética de Mário de Andrade. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 2(9), 07–20. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/403