Jogos infantis: uma geografia erótica Games For Children: An Erotic Geography

Autores

  • Francisco Pereira Smith Júnior UFPA

Resumo

O presente artigo apresenta a obra JOGOS INFANTIS(1986) de Haroldo Maranhão como um texto dotado de uma linguagem ousada no limiar de uma discussão dialética a respeito de sexo. O estudo propõe uma análiseda forma como os narradores tratam da sexualidade nos quinze contos da obra. O humor e a ironia exercitam com dinamismo e simplicidade a linguagem do texto e tentam filtrar os fatos sexuais das narrativas, de maneira que possam explicar a sexualidade com senso de humor e que interprete o cotidiano com mais naturalidade, típica proposta pelos escritores do Modernismo Brasileiro.

Downloads

Publicado

08/09/2015

Como Citar

Smith Júnior, F. P. (2015). Jogos infantis: uma geografia erótica Games For Children: An Erotic Geography. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 1(10), 96–108. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/419