Paródia & Pastiche: hipertextualidades narrativas

Visualizações: 913

Autores

Palavras-chave:

Hipertexto. Paródia. Pastiche.

Resumo

A partir dos estudos das práticas intertextuais, sobretudo aquelas baseadas nas teorias de Gérard Genette (1982) sobre as hipertextualidades narrativas mediadas pela paródia e pelo pastiche, este estudo examina as principais diferenças entre essas estratégias dialógicas, segundo as quais é possível criar um novo olhar para os textos literários por meio da utilização de hipotextos.

Biografia do Autor

Paulo Alberto da Silva Sales, Instituto Federal Goiano

Doutor em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Goiás – Brasil. Realizou estágio pós-doutoral em Letras na Universidade Federal de Goiás – Brasil. Professor do Instituto Federal Goiano – Brasil. 

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Problemas da poética de Dostoievski. Tradução Paulo Bezerra. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2005.

CERVANTES, Miguel. O engenhoso fidaldo D. Quixote de La Mancha. Primeiro livro. Tradução Sérgio Molina. São Paulo: Ed. 34, 2002.

DERRIDA, Jacques. A farmácia de Platão. Tradução Rogério da Costa. São Paulo: Iluminuras, 2005.

GENETTE, Gérard. Palimpsestes: la littérature au second degré. Paris: Éditions du Seuil, 1982.

HOESTEREY, Ingeborg. Pastiche: cultural memory in art, film and literature. New York: Indiana University Press, 2001.

HUTCHEON, Linda. Teoria e política da ironia. Tradução Júlio Jeha. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2000.

HUTCHEON, Linda. Uma teoria da paródia: ensinamentos das formas de arte do século XX. Tradução Tereza Louro Peres. Lisboa: Edições 70, 1985.

JAMESON, Fredric. Pós-modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. São Paulo: Ática, 1997.

JAMESON, Fredric. Pós-modernidade e sociedade de consumo. Novos Estudos/CEBRAP. jun./1985, n.12. p. 16 - 26.

KRISTEVA, Julia. Introdução à semanálise. Tradução Lúcia Helena França Ferraz. São Paulo: Perspectiva, 2005.

MARANHÃO, Haroldo. Memorial do fim: a morte de Machado de Assis. São Paulo: Marco Zero, 1991.

MIRANDA, Ana. Clarice. São Paulo: Companhia das letras, 1996.

PROUST, Marcel. Pastiche et mélanges. France: Éditions L’Imaginaire Gallimard, 2009.

ROSE, Margaret. Parody: ancient, modern, and post-modern. New York: Cambridge University Press, 1993.

SAMOYAULT, Tiphaine. A intertextualidade. Tradução Sandra Nitrini. São Paulo: Editora Hucitec, 2008.

SANTIAGO, Silviano. Em liberdade. Rio de Janeiro: Rocco, 1981.

SOUZA, Márcio. Galvez, imperador do Acre. Rio de Janeiro: Record, 2009.

TORERO, José. Galantes memórias e admiráveis aventuras do virtuoso conselheiro Gomes, O Chalaça. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

TORERO, José; PIMENTA, Marcus. Terra Papagalli. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011.

Downloads

Publicado

2020-12-04

Como Citar

SALES, Paulo Alberto da Silva. Paródia & Pastiche: hipertextualidades narrativas. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, [S. l.], v. 3, n. 26, p. 155–171, 2020. Disponível em: https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/4325. Acesso em: 19 maio. 2024.