Identidade, corpo e espaço no romance Algum Lugar de Paloma Vidal

Autores

  • Loiva Salete Vogt Doutoranda da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e docente do Instituto Federal do Rio Grande do Sul- Câmpus Feliz (Fomento Interno) https://orcid.org/0000-0001-7984-6962

Palavras-chave:

identidade, deslocamento, espaço-corpo, não-pertencimento.

Resumo

O artigo apresenta uma reflexão sobre a constituição identitária da protagonista de Algum Lugar (2009), romance de Paloma Vidal, na relação entre o espaço-corpo feminino e o seu deslocamento pelo espaço geográfico. A primeira parte aborda a necessidade de mobilidade geográfica, no romance, que reflete a busca por uma identidade sempre em processo de integração com o espaço externo ao corpo.  Teóricos como Pierre Bourdieu (1990) e Zygmunt Bauman (2003) conceituam o espaço na Modernidade como um lugar de passagem e auxiliam a demonstrar como a sensação de não-pertencimento a lugar algum em meio a uma necessidade de construção identitária estão diretamente relacionados à percepção da interação social e integração com o espaço geográfico na obra. Portanto, a segunda parte apresentará conexões entre a memória afetiva da protagonista, o espaço das cidades em que passara e o representativo uso das diversas línguas mencionadas na obra. A conclusão retoma as questões elencadas, enfatizando a construção de uma identidade fluida pela protagonista, marcada pela mobilidade espacial e pelo constante processo de mudança.

Biografia do Autor

Loiva Salete Vogt, Doutoranda da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e docente do Instituto Federal do Rio Grande do Sul- Câmpus Feliz (Fomento Interno)

Doutoranda de Literatura Comparada da UFRGS, Mestre em Letras e Licenciada em Letras: Português, Inglês e Literatura pela mesma universidade. Docente do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, Câmpus Feliz.

Referências

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Trad. Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

BOURDIEU, Pierre. Espaço social e poder simbólico. In: Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 1990, p. 149-168.

FOUCAULT, Michel. Outros espaços. In: ______. Estética: literatura e pintura, música e cinema. Trad. Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2001. (Ditos e Escritos III).

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

HALL, Stuart. Da diáspora – identidades e mediações. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002.

KRISTEVA, Julia. Estrangeiros para nós mesmos. Trad. Maria Carlota Carvalho Gomes. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

LOTMAN, Iuri. O conceito de fronteira. In: BORGES FILHO, Ozíris. O espaço literário: textos teóricos. Uberaba (MG): Ribeirão Gráfica e Editora, 2016, p. 243-258.

VIDAL, Paloma. Algum Lugar. Rio de Janeiro: 7Letras, 2009.

Downloads

Publicado

2021-01-21

Como Citar

Vogt, L. S. (2021). Identidade, corpo e espaço no romance Algum Lugar de Paloma Vidal. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 2(25), 388–405. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/4380