(Des)alientação dos corpos desviantes: a dialética da in/exclusão e seus desdobramentos no contexto escolar

Autores

Palavras-chave:

educação inclusiva, Machado de Assis, tecnologia política do corpo, in/exclusão.

Resumo

Este estudo teórico analisa questões referentes à dialética da in/exclusão e seus desdobramentos no contexto escolar a partir da análise da obra O Alienista, de Machado de Assis. Com base nos conceitos de Foucault (2008; 2012; 2014) acerca da tecnologia política do corpo e materialidade do discurso nas relações de saber e poder, são esquadrinhados os conceitos de in/exclusão, normalização e medicalização dos corpos para fins de enquadramento social. Optou-se por um bricoleur metodológico fazendo uso da obra machadiana para elucidar questões como desvio padrão, saber e poder, exclusão e enquadramento das deformidades do corpo, visto que o personagem principal do conto, Simão Bacamarte, buscava por meio de seus conhecimentos médicos detectar possíveis desvios de condutas sociais. Por fim, entendemos que mesmo diante da diversidade humana ainda persiste a tentativa de (des)alienação e a dialética da in/exclusão no espaço escolar, bem como a segregação de corpos considerados desviantes.

Biografia do Autor

Vanessa Goes Denardi, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Mestra em Educação pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), e licenciada em Letras. Professora da Faculdade Estácio Florianópolis e Centro Universitário Municipal de São José.

Carolline Septimio Limeira

Doutora em Educação pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e Mestra em Educação pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Professora da Faculdade Estácio Castanhal.

Letícia Carneiro da Conceição, Universidade Federal do Pará

Doutoranda em Educação (Universidade Federal do Pará – UFPA).

Referências

ARDOINO, Jacques. Abordagem multirreferencial (plural) das situações educativas e formativas. In: BARBOSA, Joaquim Gonçalves (Org.). Multirreferencialidade nas ciências e na educação. São Carlos: EdUFSCar, 1998.

ASSIS, Machado de. O alienista: texto integral. 22. ed. São Paulo: Ática, 1992.

AZEVEDO, Elaine Fasollo. Michel Foucault e "O Alienista" de Machado de Assis. 2009. 52f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2009. Disponível: https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/14286/14286.PDF. Acessado em 10/11/2020.

CORBANEZI, Elton Rogério. A episteme (des)silenciadora da loucura. 2006. 149f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia e Ciências - UNESP/campus de Marília, 2006. Disponível: http://www.observatoriodeseguranca.org/files/monografia_pdf.pdf. Acessado em 10/11/2020.

CORBANEZI, Elton Rogério. Sobre a razão do Mesmo que enuncia a não-razão do Outro: Às voltas com a História da Loucura e O Alienista. 2009. 239f. Dissertação (Mestrado em Ciêcias Sociais) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas/SP, 2009. Disponível: http://www.repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/278737/1/Corbanezi_EltonRogerio_M.pdf. Acessado em 10/11/2020.

CUNHA, Luciana. O Alienista: loucura, ciência, linguagem e poder em uma análise pós-estruturalista. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Estácio de Sá, 2011.

DUARTE, Cristiane Rose de Siqueira; COHEN, Regina. O Ensino da Arquitetura Inclusiva como Ferramenta para a Melhoria da Qualidade de Vida para Todos. In: PROJETAR, 2003. (Org.). Projetar: Desafios e Conquistas da Pesquisa e do Ensino de Projeto. Rio de Janeiro: Virtual Científica, 2003, p. 159-173.

FOUCAULT, Michel. História da loucura. 8 ed. Tradução de José Teixeira Coelho Neto. São Paulo: Perspectiva, 2008.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: história da violência nas prisões. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 2012.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. 24 ed. Tradução de Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Loyola, 2014.

GOMES, Roberto. O alienista: loucura, poder e ciência. Tempo Social: Rev. Sociol. São Paulo, 5 (1-2): 145-160, 1993. Disponível: https://www.revistas.usp.br/ts/article/view/84953/87681. Acessado em 10/11/2020.

HIDALGO, Luciana. Machado de Assis, Lima Barreto e a 'verdade' da loucura. Matraga. Rio de Janeiro, v. 15, p. 140-154, 2008. Disponível: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/matraga/article/download/27891/19965. Acessado em: 10/11/2020.

LIMA, Márcio José Silva. História da loucura na obra “o alienista” de Machado de Assis: discurso, identidades e exclusão no século XIX. CAOS: Revista Eletrônica de Ciências Sociais, v. 1, p. 141-153, 2011. Disponível: https://periodicos.ufpb.br/index.php/caos/article/view/47062/28138. Acessado em 10/11/2020.

LOPES, Maura Corcini. (Im)possibilidades de pensar a inclusão. In: 30ª Reunião anual da ANPED, 2007, Caxambú/MG. ANPED: 30 anos de pesquisa e compromisso social. Rio de Janeiro: Anped, 2007. v. 1. p. 1-16. Disponível: http://30reuniao.anped.org.br/trabalhos/GT15-3203--Int.pdf. Acessado em 10/11/2020.

MELO JUNIOR, Geovane S. O cientificismo e suas relações com o poder no conto “O alienista”: uma análise foucaultiana. Revista Alpha , v. 1, p. 73-80, 2016.

MENEZES, Lucianne Michelle. O alienista: doença mental ou desvio social?. Miscelânea (Assis. Online), v. 7, p. 1-221, 2010. Disponível: http://seer.assis.unesp.br/index.php/miscelanea/article/download/693/656. Acessado em 10/11/2020.

MIRANDA, Fabiana Ferreira Santos. Sob a máscara da (in)sensatez: loucura e poder em crônicas e contos machadianos. 2009. 110f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.

MOREIRA, Ana Cleide Guedes. BERLINCK, Manoel Tosta. Ironia e melancolia em O alienista de Machado de Assis. Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, São Paulo, v. VI, n.2, p. 99-112, 2003. Disponível: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47142003000200099. Acessado em 10/11/2020.

PERROT, Andrea Czarnobay. Literatura e loucura: a Casa Verde e outras questões n'O Alienista de Machado de Assis. Scripta, Belo Horizonte - MG, v. 03, n.6, 2000, p. 53-60. Disponível: http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/10334/11047. Acessado em 10/11/2020.

RODRIGUES, David. Inclusão e educação: doze olhares sobre a educação inclusiva. São Paulo: Summus, 2006.

ROTTERDAM, Erasmus. Elogio da loucura. 3 ed. Tradução de Alexandra de Brito Mariano. Lisboa: Nova Editora Vega, Edição Bilingue, 2012.

SANDEL, Michael J. Contra a perfeição: Ética na era da engenharia genética. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2013.

SEPTIMIO, Carolline. Acessibilidade física e inclusão no ensino superior: um estudo de caso na Universidade Federal do Pará. 2014. 130f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Pará. Belém/PA, 2014.

SEPTIMIO, Carolline. Elogio da ignorância e o (não) saber docente na escola inclusiva. 124f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade do Estado de Santa Catarina. Florianópolis/SC, 2019.

TEÓFILO, Anna Mayra Araújo. Direito, Literatura e 'O Alienista de Machado de Assis'. 1 ed. São Paulo: Funjab, 2013, v. XXII, p. 268-282.

VEIGA-NETO, Alfredo José. Foucault & a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

VEIGA-NETO, Alfredo José; LOPES, Maura Corsini. Inclusão, exclusão, in/exclusão. Verve (PUCSP), v. 20, p. 121-135, 2011. Disponível: https://revistas.pucsp.br/index.php/verve/article/view/14886/11118. Acessado em 10/11/2020.

VIEIRA-MACHADO, Lucyenne Matos da Costa; LOPES, Maura Corsini. Experiências docentes: É possível viver com o outro desde fora da inclusão. (Apresentação de Trabalho/Comunicação). In: 37ª Reunião Nacional da ANPED – 04 a 08 de outubro de 2015, UFSC – Florianópolis, 2015. Disponível: http://37reuniao.anped.org.br/wp-content/uploads/2015/02/Trabalho-GT13-4314.pdf. Acessado em: 10/11/2020.

Downloads

Publicado

2021-01-21

Como Citar

Goes Denardi, V., Septimio Limeira, C., & Carneiro da Conceição, L. (2021). (Des)alientação dos corpos desviantes: a dialética da in/exclusão e seus desdobramentos no contexto escolar. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 2(25), 311–331. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/5205