Violência e incesto em Un amour impossible, de Christine Angot

Autores

Palavras-chave:

Autoficção, identidade judaica, violência psicológica, incesto

Resumo

Neste artigo, apresenta-se uma análise do romance Um amour impossible, de Christine Angot, no que se refere à relação familiar da autora-narradora-protagonista. Os personagens postos em evidência são Rachel e Pierre que, devido à sua relação amorosa, desencadeou eventos futuros que repercutiram na vida da personagem Christine. O romance é uma narrativa autoficcional, o que significa que a autora se inspirou em sua vida para retratar situações e personagens. Para fins de análise, levou-se em conta os estudos de Hanna Arendt, para tratar a questão da judeidade, e de Marie-France Hirigoyen, para a questão da violência psicológica.

Biografia do Autor

Simone Vargas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Brasil, com período sanduíche bolsa Capes-Print na Université Bordeaux Montaigne - França. ORCID iD: https://orcid.org/0000-0003-1146-1761. E-mail: simonelvargas@gmail.com

Referências

AMARAL, Flora Viguini do. O público e o privado em L’inceste, de Christine Angot. In: CONGRESSO INTERNACIONAL ABRALIC, 16., 2018, Rio de Janeiro. Anais, Abralic.org.br. Disponível em: *2018_1547475924.pdf (abralic.org.br) Acessado em: 18 mar. 2021.

ANGOT, Christine. Un amour impossible. Paris : Flammarion, 2015a.

ANGOT, Christine. Un amour impossible. LibrairieMollat. Publicado em 21 out. 2015b.Disponível em :https://www.youtube.com/watch?v=pGhzWwoGqqA. Acessado em 3 jun. 2019.

ANGOT, Christine. Christine Angot parle de son travail d'écriture.La Grande Librairie. Entrevistada por François Busnel. Publicado em 2 nov. 2015c. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=JSQbC5cQH-k. Acessado em: 3 jun. 2019.

ARENDT, Hanna. Origens do totalitarismo. São Paulo: Cia. das Letras, 2012.

BRAIT, Beth. A personagem. São Paulo: Contexto, 2017.

BARTHES, Roland. O rumor da língua. Trad. Mario Laranjeira. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

DUTEURTRE, Benoît. BenoîtDuteurtre: «Christine Angot rabaisse la littérature». Le Figaro. Publicado em 27/03/2017 à 08:08. Disponível em: http://www.lefigaro.fr/vox/culture/2017/03/27/31006-20170327ARTFIG00040-benoit-duteurtre-christine-angot-rabaisse-la-litterature.php. Acessado em: 4 jun. 2019.

FIGUEIREDO, Eurídice. A autoficção e o romance contemporâneo. Alea, Rio de Janeiro, v. 22, n. 3, p. 232-246, Dec. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1517-106x/2020223232246. Acesso em: 1º mar. 2021. Epub Dec 14, 2020.

HOBSBAWM, Eric. Era dos Extremos: o breve século XX: 1914-1991. Tradução Marcos Santarrita; revisão técnica Maria Célia Paoli. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. Civilização moderna – Século 20.

HIRIGOYEN, Marie-France. A violência no casal: da coação psicológica à agressão física. Trad. Maria Helena Kühner. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

PFEIFFER, Luci; SALVAGNI, EdilaPizzato. Visão atual do abuso sexual na infância e adolescência. J. Pediatr. (Rio J.), Porto Alegre, v. 81, n. 5, supl. p. s197-s204, nov.2005.Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572005000700010&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 17 mar.2021.https://doi.org/10.1590/S0021-75572005000700010.

VIEIRA, Willian. Em nome do nome real: jogo literário, autocensura e defesa da autoficção. Alea, Rio de Janeiro, v. 21, n. 2, p. 219-237, ago. 2019. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-106X2019000200219&lng=en&nrm=iso>. Acesso em:18 mar.2021.Epub July 29, 2019.https://doi.org/10.1590/1517-106x/212219237.

ZUFFEREY, Joël (org.). Qu’est-ce que l’autofiction ? In:L’autofiction: variations génériques et discursives. Harmattan-academia, 2012. p. 5-14. (Aucœurdestextes).

Downloads

Publicado

23/08/2022

Como Citar

Vargas, S. . (2022). Violência e incesto em Un amour impossible, de Christine Angot. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 1(31), 32–54. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/6911