A tragédia moderna em The Demolition Downtown e Some Problems for the Moose Lodge, de Tennessee Williams

Autores

Palavras-chave:

dramaturgia, teatro, tragédia moderna, tennessee williams

Resumo

Este trabalho analisa elementos da tragédia moderna, segundo o conceito de Raymond Williams, nas peças em um ato The Demolition Downtown e Some Problems for the Moose Lodge, de Tennessee Williams. A investigação leva em conta que a sociedade estadunidense e o sistema capitalista são a própria tragédia figurando suas delimitações no campo humano. Por este motivo, causam sofrimento, culpa, rupturas e desacertos sociais. São identificados elementos paródicos e satíricos que intensificam a tragédia, os quais permitem que, por meio do riso, surja a reflexão, com isso, o texto de Williams toma uma dimensão épica sem precedentes. A visão do dramaturgo sobre a sociedade estadunidense desconstrói seus estereótipos estruturantes, sobretudo, questões estratificadas de suas ideologias: o American Way of Life e o American Dream.

Biografia do Autor

Luis Marcio Arnaut de Toledo, Universidade Estadual de Campinas

Doutor em Artes pela Universidade de São Paulo – Brasil. Realizou estágio pós-doutoral em Dramaturgia na Universidade Estadual de Campinas – Brasil. Engenheiro na Universidade de São Paulo – Brasil. ORCID iD: https://orcid.org/0000-0002-9301-2339. E-mail: sp.vi@hotmail.com.

Referências

BERGSON, Henri. O riso: Ensaio sobre a significação da comicidade. Ivone C. Benedetti (Trad.). São Paulo: Martins Fontes, 2004. 168 p.

CARVALHO, César Moisés. Pentecostalismo e pós-modernidade. São Paulo: Casa Publicadora das Assembleias de Deus, 2019. 432 p.

DORFF, Linda. Disfigured Stages: The Late Plays of Tennessee Williams, 1958-1983. Tese (Doctor of Philosophy). New York: University of New York, 1997. 401 p.

GALINDO, Florencio. O fenômeno das seitas fundamentalistas. Petrópolis: Vozes, 1995. 536 p.

HERMES, Felippe. O que a economia dos anos 1980 pode ensinar sobre hoje. InfoMoney, 14 jan. 2022. Disponível em: <https://www.infomoney.com.br/colunistas/felippe-hermes/o-que-a-economia-dos-anos-1980-pode-ensinar-sobre-hoje/>. Acesso: 30 ago. 2022.

MOOSE – THE FAMILY FRATERNITY. “Loyal Order of Moose” History. Disponível em: http://muskegomoose.com/muskego-lodge-history-2/. Acesso: 31 ago. 2022.

PURDY, Sean. O século americano. In: KARNAL, Leandro et al. História dos Estados Unidos – das origens ao século XXI. São Paulo: Contexto, 2007. p.173-276.

SADDIK, Annette J. The Politics of Reputation – The Critical Reception of Tennessee Williams’ Later Plays. Cranbury: Associated University Presses, 1999. 173 p.

WILLIAMS, Tennessee. A House Not Meant to Stand. Thomas Keith (Ed.). New York: New Directions, 2008a. 85 p.

WILLIAMS, Tennessee. Dragon Country. New York: New Directions, 1970. 278 p.

WILLIAMS, Tennessee. Mister Paradise and Other One-Act Plays. Nicholas Moschovakis; David Ressel (Ed.). New York: New Directions, 2005. 245 p.

WILLIAMS, Tennessee. Now the Cats with Jeweled Claws and Other One-Act Plays. Thomas Keith (Ed.). New York: New Directions, 2016. 200 p.

WILLIAMS, Tennessee. Tennessee Williams – One-Act Plays. Thomas Keith (Ed.). New York: Methuen Drama, 2012. 286 p.

WILLIAMS, Tennessee. The Theatre of Tennessee Williams – Volume VI. New York: New Directions, 1990. 358 p.

WILLIAMS, Raymond. A tragédia moderna. Betina Bischof (Trad.). São Paulo: Cosac & Naif, 2002. 268 p.

Downloads

Publicado

2022-12-14

Como Citar

Arnaut de Toledo, L. M. (2022). A tragédia moderna em The Demolition Downtown e Some Problems for the Moose Lodge, de Tennessee Williams. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 2(32), 519–546. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/7181