Narrador, focalização e tempo: desvendando sentidos em A Maçã Envenenada, de Michel Laub

Autores

  • Leila Aparecida Cardoso de Freitas Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS
  • Rosana Cristina Zanelatto Santos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Palavras-chave:

narrador, focalização, tempo, A maçã envenenada, Michel Laub.

Resumo

Partindo de pressupostos da Teoria Literária, apresenta-se uma proposta de reflexão sobre a obra A maçã envenenada, de Michel Laub, pensando nas categorias de narrador, focalização e tempo, considerando a perspectiva narratológica de Gérard Genette. Dessa forma, objetiva-se direcionar um olhar diferenciado entre o eu narrador e o eu narrado do texto de Laub, tomando a hipótese de que o elemento tempo provoca alterações entre o eu do passado e o eu do presente. Os métodos empregados referem-se à pesquisa no âmbito da Teoria Literária, relacionando a diegese de A maçã envenenada ao tema do trauma, pois há um mal-estar no narrador que o acompanha ao longo dos anos, o que leva a integrar Sigmund Freud como contribuição analítica. Todas essas implicações e relações, além de outras que são trazidos em situações oportunas, resultam no entendimento acerca dos recursos narratológicos e, sobretudo, da presença do narrador em meio à narrativa contemporânea.

Biografia do Autor

Leila Aparecida Cardoso de Freitas, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Mestranda em Letras, pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS;

Bolsista Capes.

Rosana Cristina Zanelatto Santos, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Doutora em Letras (Literatura Portuguesa), pela Universidade de São Paulo – USP;

Professora Associada, nível IV, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS;

Professora dos Programas de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Letras e Mestrado em Estudos de Linguagens;

Bolsista Produtividade em Pesquisa – Nível 2 – CNPq;

Pesquisadora do Núcleo de Estudos Historiográficos de Mato Grosso do Sul -NEHMS.

Downloads

Publicado

29/04/2016

Como Citar

de Freitas, L. A. C., & Santos, R. C. Z. (2016). Narrador, focalização e tempo: desvendando sentidos em A Maçã Envenenada, de Michel Laub. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 2(11), 11–24. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/864