As perspectivas do leitor em “A Imagem Do Segador”

Autores

  • Larissa de Cássia Antunes Ribeiro Universidade Federal do Paraná - UFPR

Palavras-chave:

ficção, horror, leitor.

Resumo

O presente trabalho estuda a atividade do leitor frente ao texto gótico. Buscamos demonstrar que “O espelho do segador”, de Stephen King, é um conto que apresenta recursos necessários para que o leitor atinja o prazer estético: o horror vivenciado pelas personagens proporciona a interação, a criação e o desenvolvimento da ficção. Assim, recorre-se ao seguinte referencial teórico: Walton (1990), que apresenta e discute os princípios geradores de ficção, Freud (2013) que argumenta sobre a construção do texto literário e Iser (2002) que analisa o posicionamento do leitor diante do texto ficcional.

Biografia do Autor

Larissa de Cássia Antunes Ribeiro, Universidade Federal do Paraná - UFPR

Doutoranda em Letras, pela Universidade Federal do Paraná – UFPR;

Bolsista Capes.

Downloads

Publicado

29/04/2016

Como Citar

Ribeiro, L. de C. A. (2016). As perspectivas do leitor em “A Imagem Do Segador”. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 2(11), 50–60. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/867