Fronteiras culturais e (des)territorialização no discurso de resistência Em A Terra Do Fogo

Autores

  • Ana Lúcia Moreira Rios UDC - Centro Universitário Dinâmica das Cataratas UNIOESTE - Universidade Estadual Oeste do Paraná

Palavras-chave:

discurso, identidade, resistência.

Resumo

O discurso de resistência que se instala entre colonizador/colonizado nas representações sociais dos povos latino-americanos no final do século XIX são objetos de análise deste estudo. Tomou-se por referência os estudos culturais e os processos de (des)territorialização do sujeito e o discurso de resistência para demonstrar como as relações de poder e as fronteiras culturais entram em contato com o sujeito, forçando-o a um desenraizamento e gerando uma nova identidade, a identidade de resistência, cujos atores sociais criam como forma de resistência e sobrevivência diante do sistema a que estão submetidos. Mostramos por meio da narrativa da memória como as práticas humanas podem ser compreendidas e como explorar a força catalisadora da sociedade para estabelecer o discurso de resistência que move a narrativa de A terra do fogo, de Sylvia Iparraguirre.

Biografia do Autor

Ana Lúcia Moreira Rios, UDC - Centro Universitário Dinâmica das Cataratas UNIOESTE - Universidade Estadual Oeste do Paraná

Doutoranda em Literatura e Sociedade (UNIOESTE, PR); Mestre em Literatura e Sociedade (UNIOESTE, PR); Pós-Graduada em Supervisão Escolar; Educação Especial; Psicopedagogia Clínica e Institucional. Professora do Centro Universitário Dinâmica das Cataratas (UDC, PR) e professora de Classe Especial pela Secretari Municipal de Educação de Foz do Iguaçu. Autora de materiais didáticos para Ensino a Distância nas áreas de Língua Portuguesa e Pedagogia da UDC.

Downloads

Publicado

16/08/2016

Como Citar

Rios, A. L. M. (2016). Fronteiras culturais e (des)territorialização no discurso de resistência Em A Terra Do Fogo. REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS, 2(13), 75–98. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/article/view/971

Edição

Seção

Tema Livre